As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Devo sair de casa para servir ao Senhor?



https://youtu.be/z2PnEilP_ww

Você diz que tem 17 anos e está disposto a sair de casa para servir ao Senhor levando apenas sua Bíblia, sem se preocupar com dinheiro ou como vai sobreviver. Enquanto isso, sua mãe discorda de você e acha que fazer isso seria loucura.

Seu sentimento é muito nobre, principalmente numa época em que tanta gente usa o nome de Deus para ganhar dinheiro. Pode ter a certeza de que muitos jovens são assim, cheios de planos idealistas. Muitas pessoas deram um passo de fé neste sentido quando tiveram a certeza de que era isso que o Senhor desejava delas, mas será que é realmente o seu caso?

Não existe nada de errado em ter uma profissão e ganhar dinheiro, se você souber usá-lo para a glória de Deus. O apóstolo Paulo, que foi tão usado por Deus, tinha uma profissão, que era fabricar e vender tendas. Os apóstolos que foram diretamente chamados pelo Senhor, para que deixassem suas redes e seus postos de trabalho para segui-lo, receberam um chamado muito nítido e pessoal.

Mesmo assim, lembre-se de que na hora em que aqueles discípulos fugiram de perto de Jesus para não serem associados a ele em sua morte, foram dois homens ricos que tiraram o corpo do Senhor da cruz e o sepultaram: Nicodemos e José de Arimateia.

Quando ler a Bíblia, preste atenção para ver para quem o Senhor está dizendo cada coisa, e também em quais circunstâncias e lugar. Já ouvi casos de pessoas que cortaram as mãos, arrancaram os olhos e já teve até homens que cortaram o pênis com base na passagem:

Mt 5:29-30 Portanto, se o teu olho direito te escandalizar, arranca-o e atira-o para longe de ti, pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que todo o teu corpo seja lançado no inferno.  E, se a tua mão direita te escandalizar, corta-a e atira-a para longe de ti, porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que todo o teu corpo seja lançado no inferno.

Amar o Senhor mais do que o pai e a mãe nem sempre significa deixar o pai e a mãe literalmente, mas sim ter o Senhor como o primeiro da lista. Lembre-se de que Deus ordenou honrar pai e mãe e prometeu bênção com isso. O Senhor Jesus repreendeu os fariseus porque eles usavam de um argumento para não honrarem pai e mãe, dizendo que aquilo que seus pais poderia aproveitar deles tinha sido dedicado ao Senhor:

Mc 7:9-13 E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Porque Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe e: Quem maldisser ou o pai ou a mãe deve ser punido com a morte. Porém vós dizeis: Se um homem disser ao pai ou à mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor, nada mais lhe deixais fazer por seu pai ou por sua mãe, invalidando, assim, a palavra de Deus pela vossa tradição, que vós ordenastes.

Se sair de casa, isto não significará que você está amando mais o Senhor, mas estará apenas amando mais a sua própria interpretação da Bíblia, enquanto seu pai e sua mãe (e muitos outros) ficarão com uma péssima impressão de você. Tente ir falar de Cristo a essas pessoas depois de fazer isso e você verá a reação delas.

Quando o Senhor enviou os seus discípulos dizendo que não levassem bolsa, mas vivessem do que as pessoas lhes dessem, aquilo foi uma ordem específica para aqueles homens, não para todos os cristãos.

Mc 6:7-10 E chamou a si os doze, e começou a enviá-los a dois e dois, e dava-lhes poder sobre os espíritos imundos; ordenou-lhes que nada levassem para o caminho, senão apenas um bordão; nem pão, nem alforje, nem dinheiro no cinto; mas que fossem calçados de sandálias, e que não vestissem duas túnicas. Dizia-lhes mais: Onde quer que entrardes numa casa, ficai nela até sairdes daquele lugar.

Se continuar lendo verá que depois ele dá uma ordem diferente. Os tempos haviam mudado e a ordem que antes valia para um momento em que o Messias tinha chegado e estava sendo apresentado aos judeus, agora já não servia para um momento quando o Messias tinha sido rejeitado e estava a ponto de ser morto. Aqueles discípulos que teriam reinado com Cristo se os judeus o recebessem, daquela hora em diante seriam mortos por amor a Cristo, vivendo em um mundo que pregou o Filho de Deus numa cruz:

Lc 22:35-36 E perguntou-lhes: Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? Eles responderam: Nada. Disse-lhes pois: Mas agora, quem tiver bolsa, tome-a, como também o alforje; e quem não tiver espada, venda o seu manto e compre-a.

Sua idéia de receber o Espírito Santo como uma sensação ou experiência mística não é bíblica. O Espírito Santo é dado A TODO AQUELE QUE CRÊ EM JESUS, todo aquele que verdadeiramente nasceu de novo. Mesmo porque, "se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele." (Rm 8:9).

Portanto, antes de tomar qualquer atitude, procure conhecer mais a Palavra de Deus e tê-la aplicada em sua própria vida. Quando João, em Apocalipse 10, recebe um livrinho, primeiro ele acha gostoso, depois ele acha amargo:

Ap 10:9-11 E fui ao anjo, dizendo-lhe: Dá-me o livrinho. E ele disse-me: Toma-o e come-o, e ele fará amargo o teu ventre, mas na tua boca será doce como mel. E tomei o livrinho da mão do anjo e comi-o; e na minha boca era doce como mel; e, havendo-o comido, o meu ventre ficou amargo. E ele disse-me: Importa que profetizes outra vez a muitos povos, e nações, e línguas, e reis.

Antes que João pudesse profetizar, isto é, falar a muitos povos, nações e línguas, não bastava ele receber a mensagem e passar adiante. Isso é tão fácil e doce quanto o mel. Ao contrário, era preciso que ele a engolisse, que aplicasse em sua própria vida, que sentisse o quanto a verdade era amarga de se experimentar na prática, antes de sair pregando a outras pessoas. Pense nisto.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana