As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

A Biblia so fala de inferno?



https://youtu.be/qdjD3XuQK_I

Enquanto saboreava meu café vi seu e-mail e tive minha curiosidade aguçada. Nele você dizia coisas como "sua mente ainda não está inteiramente aberta à espiritualidade...", "a Bíblia refere-se muito mais ao inferno do que ao Reino..." e que eu deveria me aprofundar nos evangelhos apócrifos "que falam mais sobre o Reino prometido".

Considerando que em 32 anos de convertido e lendo a Bíblia praticamente todos os dias eu nunca tinha percebido o que você percebeu, achei melhor verificar quantas vezes a Bíblia se refere ao céu e ao inferno. Como deixei passar isso todos esses anos?!

Então fiz uma busca no Novo Testamento versão Almeida Revista e Atualizada e encontrei:
  • céu = 185 ocorrências
  • céus = 81 ocorrências
  • paraíso = 3 ocorrências
  • Total = 269 ocorrências
  • inferno = 13 ocorrências
  • lago de fogo = 5 ocorrências
  • hades = 10 (lugar dos mortos) ocorrências
  • Total = 28 ocorrências
Você está enganado. O Novo Testamento fala quase dez vezes mais de um lugar de bênção e salvação do que de maldição e condenação. Uma busca no Antigo Testamento não fará muito sentido, já que ali a maioria das bênçãos e maldições eram terrenas. Aliás, no Antigo Testamento não há uma bênção celestial sequer, pois a nenhum judeu do A.T. foi prometido o céu. Curiosamente, quem mais fala de inferno e condenação é Jesus nos evangelhos.

Ainda que minha busca tivesse dado um resultado oposto, com dez vezes mais condenação do que bênção, eu teria me agarrado às bênçãos, e acho que isso não é por eu ser otimista, mas porque Deus as preparou de bandeja para quem quiser crer. Como esta, por exemplo:


Joã 3:16-18 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é julgado; mas quem não crê, já está julgado; porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus".

Considerando que o homem já está julgado (condenado) por natureza, existe só uma opção para ele: ser salvo. E Deus tornou essa opção o caminho mais fácil, já que Cristo fez tudo o que precisava ser feito. Havia um preço e ele pagou na cruz. Agora vale o que está aqui:

Joã 5:24 Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida.

Quem ouve e crê, TEM a vida eterna, não entra em juízo, mas PASSOU da morte para a vida. Que caminho melhor você tem do que este para me mostrar?

Quanto a uma suposta "ligação amorosa entre Jesus e Madalena" que você mencionou em seu e-mail, talvez você não tenha entendido bem quem é Jesus.

1Tm 3:16 E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória.


(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana