As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Estamos vivendo o apogeu da cristandade?



https://youtu.be/n3qd94-Inu8

Não, a cristandade nunca esteve numa situação tão ruim quanto hoje. Você menciona que "temos templos, conquistas, influência etc." e completa que é bom vivermos neste tempo. Se buscar na Palavra de Deus, Ele nunca pediu que construíssemos templos, conquistássemos espaço no mundo ou tivéssemos influência política aqui. Pelo contrário, não vivemos um apogeu mas o fundo do poço, o ponto em que o Senhor está prestes a vomitar o testemunho cristão de sua boca (Laodiceia - Ap 3), a época que precede a apostasia completa.

O lugar do cristão neste mundo é de peregrino, como foi Abraão em terra alheia, pois sua morada é no céu. O próprio Senhor deu o exemplo, não se intrometendo nas questões deste mundo, mas morrendo e ressuscitando para tirar um povo daqui. Ele não nos disse para construirmos catedrais ou grandes e poderosas organizações aqui. Gabar-se das "conquistas" da cristandade soa muito como Nabucodonosor gabando-se da Babilônia que construiu (sabia que a cristandade é chamada de Babilônia no Apocalipse?):

Dan_4:30 Falou o rei, dizendo: Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei para a casa real, com a força do meu poder, e para glória da minha magnificência?

Apo_18:2 E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e covil de todo espírito imundo, e esconderijo de toda ave imunda e odiável.

Você fala dos líderes que existem por aí, mas os líderes que encontramos na Palavra de Deus eram os que tinham responsabilidade sobre uma assembleia local (anciãos, bispos ou presbíteros), conforme é ensinado nas epístolas. Considerando que o ensino das epístolas (a doutrina dos apóstolos) é de um corpo múltiplo de anciãos para cuidarem de uma congregação local, e também que Apocalipse não é um livro de doutrina, mas de símbolos proféticos, só posso enxergar no "anjo" (singular) de cada uma das sete igrejas ali como o papel desses mesmos anciãos, porém em unanimidade quanto à sua responsabilidade.

Quando você menciona Pedro tomando a dianteira, devo lembrá-lo que ele era um dentre os apóstolos. Eles, juntamente com os profetas do Novo Testamento, formaram o alicerce da casa de Deus, porém depois que partiram não deixaram os cristãos nas mãos de outros apóstolos. Após sua partida os cristãos ficaram entregues "a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados". At 20:32

Apóstolo é uma coisa, líder é outra. Como já expliquei, biblicamente os apóstolos e profetas do Novo Testamento tiveram o seu papel no estabelecimento do alicerce da igreja, da qual Jesus é a Pedra angular. O que existe agora são pedras, todas iguais, que fazem parte das paredes da casa de Deus.

Efs 2:20-22 Edificados SOBRE O FUNDAMENTO DOS APÓSTOLOS E PROFETAS, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor. No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito.

Para entender o papel bíblico dos apóstolos e profetas, basta fazer a pergunta "De que apóstolos e profetas ele está falando sobre os quais somos edificados?" Certamente não é de alguém vivo em nossos dias, pois com poderíamos estar sendo edificados sobre um fundamento que não existia, digamos, há 100 anos ou mais?

Portanto os "líderes" (se gosta de chamar assim) que encontro no Novo Testamento são os anciãos, presbíteros ou bispos (dependendo da passagem ou tradução) ou ainda pastores (não no sentido de dom, mas de zeladores do rebanho). Porém isso nada tem a ver com o modelo adotado pela religião, que é de um homem à frente de uma congregação. Você não encontra um modelo assim na igreja em Atos ou na doutrina dos apóstolos, mas sempre são vários os responsáveis por uma assembleia local (não confundir com o dom de pastor que, assim como o evangelista e o mestre são dons universais, não locais). Um homem (singular) à frente de uma congregação simplesmente não tem fundamento bíblico.

Você mencionou que vivemos em um tempo diferente, pois se vivêssemos nos primeiros dias do cristianismo sofreríamos perseguição. A questão é que a perseguição hoje tem um aspecto totalmente diferente. A apostasia é o que faz hoje o papel do antigo leão do Coliseu. Esta noite perdi o sono e, praticando "tiro ao canal", caí em um onde um pregador oferecia um plano de TV a cabo para os fiéis. Segundo ele, "se você não tem este plano você não ama sua família", porque deixa os filhos assistirem programas nocivos. Dá para imaginar a que ponto chegamos?!

2Co 11:13-15 Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras.

2Tm 3:1-7 Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; Que aprendem sempre, e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.

Apo 18:10-13 Estando de longe pelo temor do seu tormento, dizendo: Ai! ai daquela grande Babilônia, aquela forte cidade! pois numa hora veio o seu juízo. E sobre ela choram e lamentam os mercadores da terra; porque ninguém mais compra as suas mercadorias: Mercadorias de ouro, e de prata, e de pedras preciosas, e de pérolas, e de linho fino, e de púrpura, e de seda, e de escarlata; e toda a madeira odorífera, e todo o vaso de marfim, e todo o vaso de madeira preciosíssima, de bronze e de ferro, e de mármore; E canela, e perfume, e mirra, e incenso, e vinho, e azeite, e flor de farinha, e trigo, e gado, e ovelhas; e cavalos, e carros, e corpos E ALMAS DE HOMENS. (quando o Apocalipse foi escrito ainda não se vendia planos de TV a cabo).

Desculpe se pareceu que estou criticando homens, não estou. O problema são as doutrinas e práticas, e devemos sim ficar alertas contra elas como o Senhor advertiu que seus discípulos ficassem alertas contra "o fermento dos fariseus". Se temos a Palavra de Deus como guia não devemos nos afastar dela ou erraremos. Quando olhamos todas as coisas que a cristandade construiu não podemos deixar de pensar no que o Senhor disse, quando seus discípulos se gabaram da maravilha que era o Templo (e olha que era um templo que Deus tinha mandado construir!).

A igreja de Deus neste mundo são TODOS os salvos por Cristo, e isto inclui eu e você. Quando você diz que só pode conhecer e desfrutar da igreja quem está no meio dela parece que só quem está numa organização criada por homens é igreja, e não é assim. Não é o serviço que Deus busca, mas adoradores "que o adorem em espírito e em verdade". Deus está procurando mais Marias do que Martas, mas nós temos a tendência de ser como Caim e querer apresentar a Deus o trabalho de nossas mãos. Ele quer ver Cristo engrandecido em nosso meio, não cristãos engrandecidos e falando de suas obras.

Faça um exercício: busque na Palavra de Deus se o que vê em redor está lá e descobrirá que muito não está. Sugiro a leitura do livro que estou traduzindo em www.aordemdedeus.blogspot.com para ajudar nessa pesquisa. Se você realmente tiver um coração para o Senhor irá considerar a Palavra de Deus como seu guia, e não o que a cristandade adotou por tradição. O catolicismo romano diz se fundamentar na Palavra e na tradição dos santos padres, porém o protestantismo faz o mesmo: examine o quanto há de tradição no protestantismo (templos, clero, corais, dízimos etc.) e verá que não é muito diferente do catolicismo.

A grande meretriz, Babilônia, de Apocalipse nada mais é do que a versão prostituta daquela que deveria ser noiva, e engloba toda a profissão cristã apóstata, não apenas uma ou outra denominação. Ela tem dinheiro, ela tem influência até sobre governos (Roma e bancada evangélica lembram algo?), mas Deus irá destruí-la, como fez com a Babilônia que era o orgulho de Nabucodonosor. É fora desse "arraial" que o cristão deve estar, não recebendo tapinhas nas costas dados pelo mundo, mas compartilhando da rejeição que Cristo sofreu aqui. Se você colocar-se fora do arraial religioso verá o quanto de rejeição existe hoje, até mesmo vinda de cristãos.

Eu não estaria aqui gastando tempo para responder se não o considerasse como irmão. Lembre-se de que esta correspondência só começou porque você perguntou.

1Pe_3:15 Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana