As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Por que Jesus e' chamado de Filho do Homem?



https://youtu.be/o_DXA-OgrYs

A expressão "Filho do homem" mostra a humanidade de Jesus, Sua identificação com Suas criaturas de maneira universal. Talvez seja por isso que esse título não seja achado nas epístolas, pois estas são endereçadas à Igreja e não à humanidade em geral.

Para facilitar, vou colar aqui o que traduzi do Concise Bible Dictionary:

O Senhor constantemente falou de Si mesmo como o "Filho do Homem", um título que O conectava como sendo a cabeça universal, e não meramente com Israel, especialmente no que diz respeito aos Seus sofrimentos, ressurreição e reinado. Enquanto caminhava neste mundo Ele podia dizer, "O Filho do Homem que está no céu" (Jo 3:13). Embora sendo Deus, Ele foi um perfeito homem: podia sentir cansaço e fome e precisava de sono. Ele orava como alguém dependente de Deus; foi abandonado por Deus e morreu. Todavia, Ele era o Justo -- de um tipo moralmente diferente de todos os outros homems: Ele era o Segundo homem, do céu (1 Co 15:47).


De acordo com a carta aos Hebreus 2, Cristo se tornou o Filho do Homem a fim de:


1. Para que "provasse a morte por todos" Hb 2:9;
2. Para aniquilar "o que tinha o império da morte, isto é, o diabo" Hb 2:14;
3. "para expiar os pecados do povo" Hb 2:17;
4. Para "socorrer aos que são tentados" Hb 2:18.


Ele é colocado como Filho do Homem sobre todas as obras das mãos de Deus, é o herdeiro de todas as coisas de acordo com os conselhos de Deus; Ele irá reinar até que todos os inimigos sejam colocados sob os Seus pés, e Ele ser aclamado como "Rei de reis e Senhor de senhores". O Senhor disse que "o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos". Enquanto isso não encontramos o título usado nas Epístolas e em Apocalipse, exceto em Hebreus 2:6, que é uma citação do Salmo 8, que fala de Seu domínio universal, e em Apocalipse 1:13 e 14:14, onde Ele está pronto para julgar.

Leia também este artigo:
http://manjarcelestial.blogspot.com/2011/03/varios-aspectos-do-reino-d-t-grimston.html

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana