As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE "assunto"+"mario persona" NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Pesquisar este blog

Qual nivel de bondade devo atingir para ser salvo?



https://youtu.be/oTGBkRiPr08

Se as pessoas soubessem o que é o pecado e a enormidade da ofensa aos olhos de Deus, entrariam naquele pânico de horror dos que estão no corredor da morte. A vida não é uma competição para decidir se podemos participar das Olimpíadas da bondade. A vida é a ante-sala de um tribunal para o encontro com Cristo como Juiz. A questão do ser humano é judicial, você está, de nascença, na condição de réu aguardando o julgamento.

"Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só." (Rm 3:10-12).

Se nesse meio tempo você aceitar a graça de Deus crendo em Jesus e o recebendo como Salvador, receberá o perdão e vida eterna e escapará de ter de dobrar seus joelhos diante dele como Juiz e Algoz. Porque todo joelho se dobrará, com certeza, uns em vida, outros depois. Eventualmente o que assim creu e foi perdoado poderá receber também recompensa ou galardão se praticar as obras que Deus preparou para si, mas isso não é salvação.

Quem acha que pode chegar lá fundamentado na sua própria bondade é porque procura ser melhor que alguém que está um milímetro acima de si em bondade. Mas enquanto você se achar um pouquinho pior que a Madre Teresa de Calcutá, e bem melhor que um ladrão, homicida ou estuprador, não haverá salvação para você. Você se sente justo ao comparar-se com eles? Pois é, este é o seu problema, igual ao do fariseu que, no Templo de Jerusalém, se comparava com o publicano contrito.

"O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: O Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana, e dou os dízimos de tudo quanto possuo. O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: O Deus, tem misericórdia de mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si mesmo se humilha será exaltado." (Lc 18:11-14).

Não é com o corrupto publicano ou bandido que você deve se comparar, e sim com Jesus, o Homem perfeito. Ele é o gabarito com qual somos comparados por Deus. Você é perfeito como Jesus? Você é sem pecado como Jesus? É claro que não! Então pegue a senha e entre na fila dos que só podem ser salvos por graça, e não por obras, pois nenhum esforço ou mérito seu tem o poder de limpar pecados. Só o sangue de Cristo pode fazer isso.

Para entender, imagine Deus traçando um risco no chão e de um lado está Jesus. Aí ele diz para todos os que forem perfeitos como o Filho de Deus para que passem para o lado de Jesus. Quantos passariam? Você passaria? Nem eu. No fim descobriríamos que eu, você, o homicida, o traficante, a prostituta... todos, estaríamos do mesmo lado do risco e somente pela graça de Deus poderíamos ser transportados para o outro lado. Isso você obtém pela fé em Cristo e no seu sacrifício na cruz, a única obra que poderia satisfazer as justas e santas exigências de Deus. Aí sim você estará habilitado a fazer boas obras, não para ser salvo, mas como fruto de um coração grato a Deus pela salvação que recebeu de graça.

"Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz; o qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados." (Cl 1:12-14).

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana