As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Partir o pao na ceia significa repartir os bens?



https://youtu.be/Hqq6VXMOcA0

Você viu alguém ensinando que a ceia não se trata do memorial de comer pão e beber vinho como recordação da morte do Senhor, mas seria uma forma de demonstrar consideração para com nossos irmãos e para com os pobres. Seria algo como uma prova de fé e caridade cristã.

A pessoa que ensina essa ideia coloca sua ênfase em 1 Coríntios 11 e interpreta o verbo "partir" (de "partir o pão") com o sentido de "repartir", ou seja, de dividir o que temos com os menos favorecidos. Basta ler outras traduções ou recorrer ao grego para essa ideia cair por terra. Volta e meia surge alguém tentando fazer implante de pelo em ovo para tentar desvirtuar a Palavra de Deus.

Uma vez vi um sujeito na TV "explicando" a multiplicação dos pães. Segundo ele, os pães não teriam sido multiplicados coisa nenhuma. O que teria acontecido foi que, ao verem os discípulos envergonhados de seu egoísmo tirando os pães que tinham nas sacolas e compartilhando por ordem de Jesus, todos na multidão decidiram fazer o mesmo com os pães que tinham escondido, e assim a multiplicação dos pães teria sido apenas uma manifestação de altruísmo. Já pensou? Pois é, com amigos assim o cristianismo não precisa de inimigos.

O perigo dessas ideias como a que você mencionou relacionada à ceia do Senhor está em apelarem para sentimentos nobres, como ajudar as pessoas, e acabamos achando que quando uma coisa é boa ela não pode ser má. Ouvi dizer que veneno de rato é 99% milho e 1% estricnina. Não basta ter 99% de verdade quando 1% de mentira é suficiente para matar.

Voltando ao real sentido da ceia do Senhor, sugiro que comece lendo estes links. Neles tem vários versículos para dar embasamento ao real significado da ceia do Senhor:

A ceia do Senhor
Como celebrar a ceia do Senhor?
Onde celebrar a ceia do Senhor?
Você parte o pão? Por que, quando, onde e como?


Vamos à passagem de 1 Coríntios 11:

"Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão;  tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim. Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha".

Em que pese o autor da ideia tentar convencer que o "ISTO" de "fazei ISTO em memória de mim" seria "repartir" o pão, ou seja, dividir o que temos com nossos semelhantes, o texto é muito claro: 1 Co 11:28 "Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim COMA deste pão e BEBA deste cálice". O ato da celebração e "partir" ou "quebrar" o pão e então comer.

Talvez a confusão toda esteja por aquele pregador ter selecionado a passagem de 1 Coríntios 11 onde Paulo aproveita para corrigir um erro dos coríntios. Eles tinham transformado a ceia do Senhor numa comilança, perdendo totalmente o sentido da celebração da morte do Senhor representada no pão (partido ou quebrado) e no vinho (separado do pão, isto é, do corpo, como símbolo de morte). Paulo aproveita para trazer a revelação que recebeu do Senhor de como deviam lembrar sua morte. A proposta do pregador que você mencionou é transformar a ceia do Senhor, não numa comilança como faziam os coríntios, mas numa obra de caridade, o que é igualmente um erro.

Não existe outra maneira de interpretar as instruções que Paulo dá para a celebração da ceia, a menos que você não queira ver o que está escrito no texto:

"Porque todas as vezes que COMERDES este pão e BEBERDES este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha." (1 Co 11.26.)

Se a Palavra de Deus não é suficiente para você, então só lhe resta crer naquilo que desejar crer.

2 Tm 4:3-4 "Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas".

A cristandade hoje está cheia de gente pregando suas próprias ideias com o fim de atraírem discípulos. Paulo advertiu sobre isso em Atos 20.

Ats 20:29-32 " Porque eu sei isto: que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho. E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens que falarão coisas perversas (pervertidas), para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que, durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar, com lágrimas, a cada um de vós. Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele, que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados".

Cabe ao crente que se sujeita à Palavra manter-se afastado dos tais.

Tit 3:10-11 "Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o, sabendo que esse tal está pervertido e peca, estando já em si mesmo condenado".

Sinto desapontá-lo e até deixá-lo irritado, mas aquele pregador e sua ideia estranha sobre a ceia está querendo polemizar em cima de algo que só pode criar um sentido dúbio para quem lê a Bíblia apenas em português. Se você ler qualquer outro idioma verá claramente que o que ele diz não faz sentido.

Em todas as passagens que falam de partir o pão em outras línguas o verbo sempre significa quebrar em pedaços (como quebrar um prato, um osso etc.). Além disso, um professor de português saberá explicar a que se refere o "isto" de "fazei isto".

Inglês:
1Co 11:24 and having given thanks broke it , and said, This is my body, which is for you: this do in remembrance of me.

Francês:
1Co 11:24 et après avoir rendu grâces, il le rompit et dit: "Ceci est mon corps, qui est pour vous; faites ceci en mémoire de moi."

Italiano:
1Co 11:24 e dopo aver rese grazie, lo ruppe e disse: Questo è il mio corpo che è dato per voi; fate questo in memoria di me.

Espanhol
1Co 11:24 Y habiendo dado gracias, lo partió, y dijo: Tomad, comed: esto es mi cuerpo que por vosotros es partido: haced esto en memoria de mí.

Se verificar no grego (eu não sei grego, mas dá para perceber isso), encontrará uma diferença também nos termos usados para "repartir" e "partir":

Repartir (no sentido de distribuir): MERIZO (como em 1 Co 7:17 na distribuição dos dons), DIADIDOMI (como em João 6:11)

Partir (no sentido de quebrar): KATAKLAO ou KLAO (1 Co 11:24)

Mar 6:41 E, tomando ele os cinco pães e os dois peixes, levantou os olhos ao céu, abençoou e partiu (KATAKLAO) os pães, e deu-os aos seus discípulos para que os pusessem diante deles. E repartiu (DIADIDOMI) os dois peixes por todos.

1Co 11:24 E, tendo dado graças, o partiu (KLAO) e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido (KLAO) por vós; fazei isto em memória de mim.

Ats 20:7 E no primeiro dia da semana, ajuntando-se os discípulos para partir [KLAO] o pão, Paulo, que havia de partir no dia seguinte, falava com eles; e prolongou a prática até à meia-noite.


Ats 20:11 E subindo, e partindo [KLAO] o pão, e comendo, ainda lhes falou largamente até à alvorada; e assim partiu.

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana