As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Devemos falar mal das autoridades?



https://youtu.be/Ta_Y0gEQJOs

Existem alguns sites e vídeos que se dizem cristãos que promovem a crítica às autoridades, alegando que elas estão sujeitas a demônios ou fazem parte de alguma sociedade secreta tipo Illuminati. Seria correto o cristão entrar nessa onda de críticas às autoridades ou mesmo passar adiante essas mensagens conspiratórias? Não.

Você alega que o autor dos livros de teorias conspiratórias que mencionou foi preso nos EUA sob alegações falsas, mas a realidade é que qualquer pessoa que incite a desobediência civil pode ser presa em qualquer lugar do mundo e sob qualquer governo. Se o governo não tiver provas vai inventar alguma. Não acredite nem nos autores de teorias conspiratórias, nem nos governos pois, como costuma dizer o Dr. House, "todo homem mente".

Jer_17:5 Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem.

Portanto, não confie em homem algum, porque todos podem decepcionar. Acreditar ou confiar é uma coisa, obedecer é outra. A Bíblia manda você obedecer as autoridades, portanto com essas o cristão tem algo a ver, que é obediência e oração, Mas o cristão não tem nada a ver com conspiradores e suas teorias, principalmente com esses que incitam o ódio, a desobediência e a violência.

Eu não acredito nas autoridades, mas devo respeitá-las porque foram instituídas por Deus e como cristão não tenho nada que sair por aí denegrindo a pessoa do presidente ou seu governo. Devo, isto sim, orar por todos os governantes, inclusive os corruptos, e até os que adoram demônios ou estejam sendo influenciados por eles, para que sejam libertos e creiam no Salvador. Lembre-se de que até entre os discípulos escolhidos a dedo pelo Senhor havia um influenciado pelo diabo (obviamente o Senhor sabia de antemão quem era Judas e não foi nem uma surpresa e nem um acidente a traição).

Se os governantes criam alguma lei que seja claramente contrária à Palavra de Deus, minha função é orar para que isso não traga problemas aos cristãos e obviamente neste caso vou ser obrigado a desobedecer a lei. É o caso de leis a favor do aborto, ou aquelas que estão sendo adotadas em muitos países relacionadas ao casamento de pessoas do mesmo sexo ou de endosso e amparo ao homossexualismo.

Embora seja correto proteger a integridade das pessoas e coibir qualquer tipo de violência e segregação, independente de sua opção religiosa ou sexual, não cabe ao cristão sair por aí criticando essas leis por elas serem contrárias aos costumes ensinados na Bíblia. Posso mostrar a discrepância de uma lei em relação à Bíblia, mas não cabe a mim promover uma revolta contra a dita lei.

Afinal, o que o cristão tem a ver com o mundo e seus costumes? Nada. Somos estrangeiros aqui, e seremos abelhudos se quisermos nos meter no andar da carruagem de um mundo que está apenas acumulando combustível imoral, já que está reservado para o fogo. Não cabe ao cristão legislar neste mundo e muito menos fazer pressão contra a legislação, porque tudo o que acontece aqui está dentro dos planos do príncipe deste mundo, que é o diabo. O cristão não é do mundo e não deve se envolver em questões que não lhe dizem respeito. O que o cristão deve fazer é orar. Nem passeatas, nem abaixo-assinados ou protestos, mas orações.

1Tm 2:1-3 Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens;Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade; Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,

Você viu algum desses sites conspiratórios (mesmo os que se dizem cristãos) exortando os leitores a orarem pelas autoridades? Não. Eles tentam nos mostrar que elas estão submissas a demônios para nós as considerarmos inimigas. Mas a questão é que a Palavra nos exorta a não lutar contra seres humanos - mesmo os submissos a demônios - e sim seres angelicais, ou seja, não de armas nas mãos, mas de mãos postas. Pedro foi repreendido pelo Senhor ao cortar a orelha de um dos guardas que prenderam Jesus, e o Senhor até mesmo curou a orelha do homem! Tampouco vemos os onze discípulos dando uma surra em Judas por sua traição.

Luc 22:50-51  E um deles feriu o servo do sumo sacerdote, e cortou-lhe a orelha direita.  E, respondendo Jesus, disse: Deixai-os; basta. E, tocando-lhe a orelha, o curou. 

Efs_6:12 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.

Devemos buscar a libertação (espiritual) dos humanos que estão sujeitos aos demônios ou sob o controle deles, como o Senhor fez com o gadareno possesso ou Paulo com a jovem possuída por um espírito de adivinhação. Aliás, este é um país onde a consulta a demônios faz parte da crença de grande parte da população.

Se você acha um absurdo autoridades terem uma agenda dupla, ou seja, falarem de Deus com um lado da boca e adorarem o diabo em oculto, o que você acha que as autoridades dos tempos de Atos faziam, não em oculto, mas publicamente? E ainda jogavam aos leões os cristãos que se recusavam a adorar seus deuses. Mesmo assim os cristãos lhes eram sujeitos naquilo que não entrasse em conflito com a Palavra de Deus. E o que entrasse em conflito eles não iriam obedecer mesmo, mas isso não significa que promoviam levantes sociais. Isso eles aprenderam com o próprio Senhor.

Luc_23:34 E dizia Jesus: Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem.

Não se engane: por mais corruptas que sejam as autoridades e por mais perniciosas que sejam as leis, Deus está no controle de tudo. Este mundo jaz no maligno e vai continuar assim por um bom tempo, então até mesmo a malignidade que encontramos nos governantes e nas leis tem a permissão temporária de Deus para prevalecer, pois nada escapa aos Seus propósitos.Ele quer inclusive que os próprios governantes malignos se convertam. Não é coincidência que este seu desejo venha logo depois da passagem que fala para orarmos pelas autoridades:

1Tm 2:1-4  Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; pelos reis, e por todos os que estão em eminência...  Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador,  Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.


A questão é que Deus usa governos injustos e leis ímpias como forma de castigo dos ímpios e aprendizado dos crentes. Se no Brasil o governo atual vai além da mera proteção ao cidadão homossexual e passa a fazer apologia à homossexualidade, não deveríamos nos espantar com isso. Afinal, este é o país do carnaval, das pornochanchadas e das novelas que estouram em audiência quando existe algum apelo erótico e principalmente homossexual. É o que o povo incrédulo quer, e Deus permite isso para que a medida de injustiça do povo fique cheia e Deus não seja considerado injusto quando castigar os ímpios.

Gên_15:16 E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia.

Deu_9:4 Quando, pois, o SENHOR teu Deus os lançar fora de diante de ti, não fales no teu coração, dizendo: Por causa da minha justiça é que o SENHOR me trouxe a esta terra para a possuir; porque pela impiedade destas nações é que o SENHOR as lança fora de diante de ti.

Apesar de toda a idolatria e impiedade dos povos do Antigo Testamento, você encontra várias vezes Deus usando autoridades pagãs para ajudar Seu povo de Israel (Faraó, Nabucodonosor, Ciro, Dario). Você acha que esses reis não faziam sacrifícios aos demônios?

1Co 10:20 Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus.

Comece hoje a orar pelos governantes e lembre-se de pedir a Deus que perdoe e converta os que estão errados. Aí você estará fazendo a obra de Deus. Mas se continuar incitando o ódio das pessoas contra os poderes estabelecidos, estará fazendo a obra do diabo, o qual, inclusive, é uma autoridade contra a qual não devemos blasfemar. Veja que Judas diz que aqueles que rejeitam as autoridades são comparados a "animais irracionais".

Jud 1:8 Da mesma forma, estes sonhadores contaminam seus próprios corpos, rejeitam as autoridades e difamam os seres celestiais.... Todavia, esses tais difamam tudo o que não entendem; e as coisas que entendem por instinto, como animais irracionais, nessas mesmas coisas se corrompem.

Portanto, antes de sair por aí falando mal das autoridades lembre-se de que o Espírito Santo, através de Paulo, afirma cinco vezes nesta passagem que as autoridades são instituídas por Deus.

"Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há foram ordenadas por Deus. Por isso quem resiste à potestade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos a condenação. Porque os magistrados não são terror para as boas obras, mas para as más. Queres tu, pois, não temer a potestade? Faze o bem, e terás louvor dela. Porque ela é ministro de Deus para teu bem. Mas, se fizeres o mal, teme, pois não traz debalde a espada; porque é ministro de Deus, e vingador para castigar o que faz o mal. Portanto é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente pelo castigo, mas também pela consciência. Por esta razão também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo sempre a isto mesmo. Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra." (Rm 13:1-7)

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana