As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O que voce acha deste artigo?



https://youtu.be/ECFGpJjgr6M

Nem precisei ler o artigo que você indicou no site da revista "Contato". Bastou ler o nome do autor - David Brandt Berg - para ter certeza de que coisa boa não é. A menos que seja uma daquelas coincidências improváveis de homônimos, o David Brandt Berg que encontro numa simples busca no Google foi fundador da seita conhecida por "Meninos de Deus".

Outro dia um irmão me procurou com a mesma dúvida a respeito da revista "Contato", que ele recebeu de uma pessoa que se identificou como não tendo denominação. Embora não seja uma denominação no sentido católico ou protestante da palavra, trata-se de uma seita que se diz cristã, mas não é. Suas doutrinas, e principalmente sua história, a denunciam como tendo a marca de Satanás, o pai da mentira.

A seita foi muito ativa nas décadas de 60, 70 e 80, mas acabou se escondendo atrás de outros nomes quando veio à tona que o método que usavam para "evangelizar" era prostituindo suas garotas para conquistar novos membros. Hoje são conhecidos como "A Família Internacional". Não posso afirmar que utilizem hoje as mesmas práticas, mas o fato de darem honra ao seu fundador no site da organização obviamente tornam seus membros cúmplices dos atos escabrosos que eram praticados no passado.

Eu não me preocuparia em falar desta seita, considerando que há milhares delas por aí, e tampouco gosto de me ocupar com o mal ou descrever suas práticas, como você já deve ter lido em outra mensagem de meu blog. Porém, o fato de ter tido contato com esse grupo no início de minha conversão em 1978, quando ainda era neófito no conhecimento da Palavra, e quase ter sido uma de suas vítimas, deixou uma impressão forte em mim. Deus me guardou de ser engodado por suas mentiras, pois eles são realmente sedutores e falavam de temas que realmente me interessavam.

Publico este texto como um relato de minha experiência pessoal e também para servir de alerta, principalmente aos pais, pois adolescentes são os principais alvos da seita. O link a seguir é de um site criado como um memorial às crianças, adolescentes e jovens que morreram na seita, muitos deles por suicídio, negligência por falta de cuidados médicos ou overdose http://memorial.riseinternationalcic.org/tfi/

Por ocasião de minha conversão iniciei uma amizade com alguns de seus membros, que adoravam repetir "nós amamos você" e me convidaram para visitar a "casa da família" que eles mantinham em Santos, onde eu fazia faculdade. Eles chamaram minha atenção pela alegria exagerada, que chegava a ser artificial, pelo olhar quase hipnótico e por os rapazes da "casa" quase engolirem minha namorada com os olhos, a qual me acompanhou naquela visita. Saí dali com a certeza de que não devia voltar.

Eu gostava da música deles e cheguei a comprar algumas fitas K7, pois havia jovens bem talentosos entre os membros da seita. Um de seus "hits" da época era tocado até nas igrejas católicas e evangélicas, e você já deve ter escutado a versão dos "Meninos de Deus" de "Senhor fazei de mim um instrumento de tua paz", cuja letra é baseada em uma oração atribuída a São Francisco. Suas músicas faziam parte do repertório que eu tocava no violão achando que eram "hinos". Hoje vejo que estavam longe de louvar o Senhor que me salvou.

No início de minha amizade com alguns deles eu nem imaginava o que havia atrás daquela fachada de amor e alegria. Costumava almoçar com alguns deles no restaurante macrobiótico que eu frequentava em Santos e eles sempre me davam umas revistinhas em quadrinho falando de Jesus. Às vezes eu estranhava algum casal com filhos pequenos mandarem as crianças pedir dinheiro em troca de suas revistinhas às pessoas na rua ou em lanchonetes. Apesar de minha pouca experiência de recém convertido a Cristo, eu tinha certeza de que evangelizar não era pedir esmola, e muito menos usar crianças para fazê-lo.

Por ter formação artística e ser desenhista, na época eu percebi logo que as revistinhas eram graficamente muito parecidas com as "revistinhas de sacanagem" que circulavam no banheiro de minha escola nos tempos de ginásio. Em minha cidade no interior de São Paulo os garotos apelidavam aquelas revistinhas de "catecismo".

Um dia um dos membros da seita que eu sempre encontrava no restaurante macrobiótico deve ter sentido firmeza na amizade, ou talvez estivesse tentando me conquistar com outra forma de "isca". Digo isto porque ele me presenteou com uma revistinha de circulação interna, exclusiva dos membros da seita, e aí vi que era pura sacanagem mesmo, e pode ter certeza de que não estou exagerando. Era uma revistinha de sacanagem da pior espécie. Tudo girava em torno de sexo e o tal David, apelidado de Moses-David ou "MO", era o centro de tudo.

Um artigo na Wikipedia descreve David Berg como pervertido sexual e pedófilo. Quando você sabe disso, a insistência que existe no site da seita em querer provar que tratam bem suas crianças acaba soando como um "mea culpa". É da Wikipedia esta afirmação:  

"Pelo menos seis mulheres, inclusive suas duas filhas e duas de suas netas, alegaram publicamente terem sido sexualmente abusados por Berg quando crianças. A filha mais velha de Berg, Deborah Davis, escreveu um livro no qual ela acusa o pai de molestar sexualmente tanto dela, quanto sua irmã, quando eram crianças, e de ter tentado fazer sexo com ela quando adulta". http://pt.wikipedia.org/wiki/David_Berg

O site da organização e a revista "Contato" são hoje veículos de comunicação dos "Meninos de Deus", rebatizados de "A Família Internacional". Fuja deles. A organização é hoje comandada internacionalmente por Karen Zerby, considerada pelo grupo sua profetiza e também chamada de Maria Zerby, Mamãe Rainha Maria. Ela é a segunda esposa oficial de David Berg, que já morreu.

Se quiser saber mais, hoje existe até uma associação de ex integrantes da seita e também de filhos bastardos gerados por mães que se prostituíam para conquistar membros e donativos. Os endereços são http://xfamily.org/index.php/Main_Pagehttp://www.exfamily.org Se decidir visitar qualquer um destes sites prepare-se para entrar nos tenebrosos bastidores da seita. Algumas páginas chegam a trazer um alerta de material impróprio:

"DISCLAIMER: Publications by The Family are archived here for educational purposes. We collect them here to document their existence, but some of these images may be considered disturbing or pornographic. This page is not suitable for viewing by minors" (AVISO: As publicações da Família estão arquivadas aqui com propósitos educacionais. Nós as relacionamos aqui para documentar sua existência, mas algumas destas imagens podem ser consideradas disturbadoras ou pornográficas. Esta página ão é adequada para ser vista por menores de idade).

Neste link você também encontra uma análise da seita e de suas doutrinas, inclusive do uso do sexo como meio de conquistar adeptos: http://www.cacp.org.br/pseudocrista/artigo.aspx?lng=PT-BR&article=405&cont=1&menu=11&submenu=1

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana