As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Os anjos usaram mulheres para procriar?



https://youtu.be/BFJ8sjWTAbc

Você ficou surpreso com o vídeo com meus comentários sobre Gênesis 6, dos motivos da degradação da linhagem humana e sua consequente destruição pelo dilúvio. Você até mesmo me chamou de "herege" por isso. Obviamente em um vídeo de 3 minutos eu posso apenas dar uma pincelada sobre o assunto, principalmente por meus vídeos serem evangelísticos. Vamos analisar o significado de "filhos de Deus" em Gênesis 6. Não sei hebraico, portanto vou emprestar o que li de outros autores sobre o assunto:

Gên 6:2 "viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram"

Gn 6:2 VYUr'aV BNY-H'aLHYM 'aTh-BNVTh H'aDM KY TBTh HNH VYQChV LHM NShYM MKL 'aShUr BChUrV. (transliteração do hebraico)

A ideia de que os "filhos de Deus" ou "filhos de Elohim" (mais de acordo com os originais) seriam descendentes de Sete só surgiu no século quinto. Até então os cristãos e os judeus interpretavam como sendo anjos. No original hebraico "filhos de Elohim" é "BNY H'aLHYM", o mesmo termo usado nas passagens abaixo:

Jó 1:6 E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles.

Jó 1:6 VYHY HYVM VYB'aV BNY H'aLHYM LHThYTShB 'yL-YHVH VYBV'a GM-HShTN BThVKM.

----

Jó 2:1 E, vindo outro dia, em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles apresentar-se perante o SENHOR.

Jó 2:1 VYHY HYVM VYB'aV BNY H'aLHYM LHThYTShB 'yL-YHVH VYBV'a GM-HShTN BThKM LHThYTShB 'yL-YHVH.

----

Jó 38:7 quando as estrelas da alva juntas alegremente cantavam, e todos os filhos de Deus rejubilavam?

Jó 38:7 BUrN-YChD KVKBY BQUr VYUrY'yV KL-BNY 'aLHYM.

Esta última passagem é suficiente para derrubar a ideia de "filhos de Elohim" como sendo os descendentes de Sete, pois aqui fala de um tempo antes da Criação.

Se observar com atenção a versão em hebraico verá que a expressão que aparece como "filhas dos homens" nas versões modernas é, na verdade, "filhas de Adão":

6:2 VYUr'aV BNY-H'aLHYM [filhos de Elohim] 'aTh-BNVTh H'aDM [filhas de Adão]

Fica evidente que não faria sentido ler o texto "viram os filhos de Sete que as filhas de Adão eram formosas" em Gn 6:2, já que o termo Adão é representativo da espécie humana (por isso ambos são chamados de "Adão" em Gên_5:2 "Macho e fêmea os criou, e os abençoou, e chamou o seu nome Adão, no dia em que foram criados").

Na Bíblia, os únicos que são chamados "filhos de Deus" no sentido de criação direta de Deus (não procriados de outros seres) são os anjos e Adão, como aparece na genealogia de Jesus em Lucas. Obviamente, agora aqueles que são nascidos de novo pela fé em Jesus são chamados de "filhos de Deus", mas aí o sentido é outro.

Um outro problema de se interpretar "filhos de Deus" como descendentes de Sete está no resultado da união com as "filhas de Adão": por que razão uma união assim, entre seres humanos, daria origem a uma raça distinta de "gigantes" ou homens poderosos? O texto indica claramente que está falando de seres anormais segundo os padrões humanos, uma anormalidade que só pode ter vindo da semente de seres não-humanos, e não meramente da união de fiéis com infiéis.

A confirmação do episódio em que anjos deixaram seu estado natural e assumiram a forma humana para procriarem está em 2 Pedro:

2Pe 2:4-5  Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno [tártaro], os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o Juízo; e não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, pregoeiro da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios;

Veja que a menção dos anjos que pecaram é feita imediatamente antes da citação do dilúvio. Quando você compara estes dois versículos com os dois versículos seguintes fica claro que Pedro está falando de causa e efeito: Deus destruiu o mundo porque os anjos não guardaram seu estado natural, e Deus destruiu Sodoma e Gomorra porque seus habitantes procederam impiamente, também não guardando seu estado natural.

2Pe 2:6-8  e condenou à subversão as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; e livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis ( porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, pelo que via e ouvia sobre as suas obras injustas ).

Quando você lê Romanos 1 percebe que o abandono da condição natural, seja de anjos, seja de humanos, é repudiado por Deus:

Rom 1:26-27  Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

Quando Judas menciona o episódio dos anjos, ele igualmente fala de Sodoma e Gomorra e mostra o motivo do juízo de Deus: terem "ido após outra carne". No grego a palavra "habitação" no versículo 6 é a mesma palavra grega que aparece no sentido de "corpo celestial" em 2Co 5:2 "E, por isso, também gememos, desejando ser revestidos da nossa habitação, que é do céu".

Jud 1:6-7  e aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande Dia; assim como Sodoma, e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.

Aparentemente o problema ocorreu novamente após o dilúvio, talvez não nas mesmas proporções de antes, pois encontramos os Nefilins em Números 13, o que já não justificaria interpretar também ali descendentes dos filhos de Sete:

Nm 13:33 "Também vimos ali os nefilins, isto é, os filhos de Anaque, que são descendentes dos nefilins; éramos aos nossos olhos como gafanhotos; e assim também éramos aos seus olhos."

"Anaquins" (descendentes de Anaque) é uma palavra de origem suméria que significava "Aqueles que do céu desceram à Terra".

Seu argumento de que os "filhos de Deus" não poderiam ser anjos, com base na passagem de 22:30 não procede, pois ali o Senhor está falando dos anjos no céu, e obviamente em seu estado natural e no céu eles não se casam e não se dão em casamento.

O outro argumento, de que apenas Jesus se fez homem, pode ser válido no sentido de ter vindo em carne nascendo da virgem, mas mas certamente você encontrará o próprio Senhor e os anjos assumindo a forma humana em um corpo material em algumas passagens das Escrituras. Dois deles, acompanhando o Senhor, até mesmo comeram do assado servido por Abraão em Gênesis 18:

Gên 18:2-8  Levantando Abraão os olhos, olhou e eis três homens de pé em frente dele. Quando os viu, correu da porta da tenda ao seu encontro, e prostrou-se em terra... Abraão, pois, apressou-se em ir ter com Sara na tenda, e disse-lhe: Amassa depressa três medidas de flor de farinha e faze bolos. Em seguida correu ao gado, apanhou um bezerro tenro e bom e deu-o ao criado, que se apressou em prepará-lo. Então tomou queijo fresco, e leite, e o bezerro que mandara preparar, e pôs tudo diante deles, ficando em pé ao lado deles debaixo da árvore, enquanto comiam.

Os dois anjos são os mesmos que visitaram depois Sodoma, e lá mais uma vez eles comeram do que Ló lhes preparou e você bem sabe que foram assediados pelos homens de Sodoma (de onde vem a palavra "sodomia"), que queriam ter relações sexuais com eles. Portanto fica muito claro que não se tratavam de seres transparentes flutuando sobre o chão e batendo asas (aliás, anjos não têm asas, só querubins).

Gên 19:1-3  À tarde chegaram os dois anjos a Sodoma. Ló estava sentado à porta de Sodoma e, vendo-os, levantou-se para os receber; prostrou-se com o rosto em terra... Entretanto, Ló insistiu muito com eles, pelo que foram com ele e entraram em sua casa; e ele lhes deu um banquete, assando-lhes pães ázimos, e eles comeram.

Você terminou seu email exortando-me com palavras fortes: "Se puder arrependa-se dessa heresia". Talvez você não saiba, mas muitos autores cristãos muito mais versados que eu interpretaram "filhos de Deus" em Gênesis 6 como sendo anjos. Alguns deles foram C. H. Mackintosh, W. Kelly, J. N. Darby e outros. Há de se considerar também que a tradição judaica traz a mesma interpretação no Livro de Enoque e em outros apócrifos (obviamente não são inspirados, mas têm muito do que acreditavam os judeus do passado).

De qualquer modo é bom ressaltar que apenas dei uma pincelada sobre o assunto em meu vídeo a título de informação, mas não era este o foco ali, e sim traçar as diferentes dispensações. Assuntos como este são tratados na Palavra de Deus apenas quando têm alguma relação com o assunto que Deus deseja tratar, e é por isso que há tão pouca informação a respeito deste e de outros assuntos na Bíblia. A razão é que o tema central da Bíblia é Cristo, e não anjos, dilúvio ou história da humanidade. Algumas gotas de informações só são inseridas pelo Espírito quando necessário para esclarecer melhor o foco, que é Cristo.

Seria errado criarmos doutrinas ou até mesmo filosofias e religiões, como fazem os esotéricos, com base nessas passagens, pois isso desviaria a atenção do foco. Portanto, acredito que não podemos especular muito mais do que estas partículas de informação que nos foram deixadas por Deus. Uma vez tratadas de relance, devemos voltar ao tema principal em quem convergem todas as coisas: Jesus, o Senhor.

Heresias são criadas quando algo (até mesmo correto) é extraído da Bíblia e colocado sob os holofotes. Muitas heresias (a palavra significa divisões, cismas) ocorreram com base em doutrinas corretas, mas abordadas com ênfase desproporcional.

Mais sobre o assunto aqui:
http://www.respondi.com.br/2008/01/quem-sao-os-filhos-de-deus.html
http://www.respondi.com.br/2005/05/quem-so-os-anjos-cados.html


por Mario Persona

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana