fonte

Como devemos nos congregar? Parte 6



https://youtu.be/5pN-38eXZMk

Atendendo ao seu pedido de mais detalhes sobre a pregação do evangelho, nos domingos à noite alguns irmãos (5 ou 6 aqui) costumam promover uma pregação do evangelho. É a oportunidade para convidarmos amigos e parentes para escutarem as boas novas. Como expliquei, não é uma reunião no caráter de reunião de assembléia, portanto neste caso é um irmão que vai à frente pregar para uma audiência e isso inclui exortar as pessoas para que aceitem a Jesus como Salvador.

Como expliquei, esse formato e periodicidade de reuniões que temos em Limeira foi uma decisão tomada pela assembleia local para as necessidades locais e conveniência dos irmãos. Porém em diferentes lugares há diferentes necessidades. Embora a ceia do Senhor seja biblicamente celebrada sempre no dia do Senhor (domingo), não existe a mesma indicação para as outras reuniões. Em alguns lugares, como numa cidade grande com dificuldade de locomoção, os irmãos podem decidir fazerem tudo no domingo, em outros podem ter reuniões ao longo da semana. Uma curiosidade: quando os irmãos em Limeira começaram a se reunir há quase 40 anos havia reuniões todos os dias. Obviamente na época a maioria era bem jovem, poucos tinham um trabalho regular e quase nenhum era casado ou com filhos.

O melhor de tudo é deixar que o Espírito Santo nos guie também nessas coisas, e a assembleia da cidade "A" não poderá dizer como a assembleia na cidade "B" deve proceder. Tampouco existe uma sede ou colegiado para ditar as ordens a todas as assembleias e nem mesmo alguma publicação que seja usada como uma "homília" em todas as assembleias, para que todos leiam a mesma passagem no mesmo dia, por exemplo.

Considerando que você estão se reunindo em um caráter informal (como é a leitura bíblica de uma família) aí você é o dono da casa e você é o dirigente das coisas que acontecem em sua casa. Se fosse uma reunião de assembleia e o local da reunião fosse a sua casa, durante a reunião desapareceria o "dono da casa" já que sua casa estaria sendo usada apenas como local físico "emprestado" para a assembleia. Mas no caso que você mencionou, você é o dono da casa e você é quem deve decidir como serão essas reuniões. Se comparecem incrédulos, como citou, talvez seja melhor aproveitar a oportunidade e pregar o evangelho. Se estiverem somente os irmãos e irmãs, é uma boa oportunidade para lerem a palavra juntos, tirarem dúvidas em algum escrito de irmãos, orarem etc. O mais prudente é não tentar "imitar" uma reunião de assembleia para não causar confusão, e também para que fique muito clara a diferença quando passarem a se reunir como assembleia congregada ao nome do Senhor.

Clique aqui para continuar...

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça