fonte

Dizer "Senhor" seria invocar "Baal"? E seria Jesus o nome de um animal?



Você escreveu dizendo que viu um vídeo que dizia que a palavra "senhor" na Bíblia em hebraico significava "baal", uma divindade pagã. Mas será que isso é verdade? Pessoas de má fé usam de todos os recursos possíveis para enganar e aterrorizar os incautos, e usar palavras em hebraico é uma das técnicas desses que disseminam este e outros enganos.

Baal era o nome de um deus da Fenícia e de Canaã da antiguidade, e seu culto acabou se infiltrando também entre os israelitas. A palavra "baal" significa "senhor" e o plural é "baalim". O termo "baal" é genérico e usado para qualquer um no sentido de "proprietário", assim como usamos "senhor". Resumindo: Quando alguém me chama de "Senhor Mario" eu não deduzo que essa pessoa queira me adorar como se eu fosse um deus ou oferecer sacrifícios em minha honra.

Essa onda de dizer que o "Senhor" da Bíblia era o deus Baal só pode ter surgido com pessoas que foram reprovadas no exame de português ou estão de má fé. É o caso de pentecostais que se recusam a ler versões da Bíblias onde aparece a palavra "oxalá", como em Gênesis 17:18 em algumas versões: "E disse Abraão a Deus: Oxalá que viva Ismael diante de teu rosto!". As versões modernas trazem "tomara" ou "quem me dera", que são sinônimos de "oxalá". O termo "oxalá" não é originalmente o nome de uma divindade africana, mas simplesmente uma palavra que os praticantes de religiões africanas no Brasil usaram para denominar uma divindade.

Se eu perguntar a você quantas pessoas cabem em sua casa, talvez você diga que cabem várias, mas aí eu diria que na minha casa não cabe nem mesmo uma pessoa. Diante da sua surpresa eu precisaria explicar que estou falando da casa de botão de minha camisa. Percebe como uma palavra só faz sentido dentro de um contexto? Assim é também a palavra "senhor", que pode tanto servir para "baal" como para um senhor de escravos, ou para o Senhor que os cristãos conhecem como aquele a quem devem honra e louvor. Somente um ignorante irá ler a Bíblia e achar que ela estimula a adoração a uma divindade dos fenícios.

Você disse que no mesmo canal do Youtube que diz que Senhor é baal, o autor diz também que não podemos chamar Jesus de Jesus, porque seria o mesmo que dizer "isto-é-porco". Será que o que ele diz tem fundamento? Ora, esse homem é um herege de carteirinha que nega verdades fundamentais das Escrituras, como a Trindade, a ceia do Senhor e outras, e coloca em dúvida até mesmo a genuinidade das Escrituras, apelando para temas chamativos para ganhar dinheiro com propaganda no Youtube. Fuja dele. É um enganador que faz malabarismos para desonrar o Senhor e aterrorizar os incautos.

A ideia de que não podemos dizer "Jesus" em português, porque o nome teria supostamente sido derivado do latim "Iesus" que significaria "isto é porco", é uma piada de mau gosto. Deixe-me explicar: Em latim "ie" é abreviatura de "isto é", e qualquer pessoa com hábito de ler livros e principalmente documentos jurídicos sabe disso. Em latim "sus" significa "porco" ou "suíno". Então, se você digitar no Translator do Google a palavra "ie" para ele traduzir do latim para o português, o resultado será "isto é". Se digitar apenas a palavra "sus" ele traduzirá para "suíno" ou "porco", como era de se esperar.

Mas se digitar o nome "Iesus" que no século 14 mudou a primeira letra para "J", pois até então não existia o "J", o Google entenderá que você digitou, não um nome próprio, mas uma frase, e traduzirá para "isto é porco". Ora, eu não preciso usar mais de um neurônio para perceber que o que o Google está fazendo é traduzir duas palavras diferentes, "ie" e "sus" e não o nome próprio "Iesus". Entendeu agora a razão de eu alertar para que você fuja dos canais de teoristas conspiratórios? O interesse deles não é tranquilizar os cristãos, mas dizer que o Jesus em quem você creu até hoje não é o verdadeiro, e que os cristãos dos últimos séculos estariam todos perdidos porque adoraram baal ou um porco.

Qual o alerta das Escrituras para esse tipo de coisa? "Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; o qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo." (Gl 1:6-7). Esses que transtornam e inquietam cristãos com usas teorias malucas não percebem que estão afetando muitas pessoas extremamente sensíveis que depois acabam precisando recorrer a psicólogos e psiquiatras por causa do abalo que tais teorias causam nelas. Quer saber como você está absolutamente seguro de estar crendo e orando no verdadeiro Jesus? Paulo explica em sua carta aos Romanos:

"Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos." (Rm 8:14-16; 26-27). 

O deus minúsculo desses teoristas conspiratórios deve ser realmente incapaz, já que não consegue distinguir que alguém está se dirigindo a ele só por ter soletrado seu nome de maneira incorreta. Mas o Deus verdadeiro sabe, pelo seu Espírito Santo, qual é a intenção do crente que se dirige a ele, mesmo dizendo nomes errados, ou gaguejando, ou falando em outro idioma. O Espírito Santo conhece a intenção do coração, pois se não conhecesse, como poderia um crente mudo orar se não é capaz de falar o nome de Jesus nem em português ou grego ou hebraico?

Nesses canais de conspirações contra a fé cristã você não encontra o caminho da salvação, ao contrário, eles servem para encher o ego de incrédulos que odeiam o evangelho e querem sair por aí dizendo saber alguma coisa quando não sabem nem mesmo para onde irão se morrerem agora. Não existe nesses vídeos palavras de esperança, de salvação, de perdão de pecados, só teorias usando de malabarismo de palavras gregas e hebraicas para tirar a paz dos verdadeiros salvos por Cristo. Mas a Bíblia já alertava para esse tipo de gente que viria para transtornar a fé de alguns. Veja o que o apóstolo Paulo escreveu a Timóteo:

"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência." (1 Tm 4:1-2).

Em Apocalipse o Senhor parabeniza os cristãos de Éfeso por terem sido capazes de identificar os falsos apóstolos que atuavam em seu meio e perceber que eram mentirosos. E Paulo escreve em sua epístola aos Coríntios qual era a origem do engano divulgado por esses falsos mestres:

"Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos... Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras." (Ap 2:2; 2 Co 11:14-15).

Se depois destes alertas e muitos outros existentes na Palavra de Deus você ainda quiser dedicar seu tempo escutando as mentiras dos falsos mestres de teorias conspiratórias é bom analisar se você realmente creu em Jesus ou quis apenas juntar conhecimento intelectual para se exibir ou querer desacreditar seus amigos crentes em Jesus.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça