As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

O arrebatamento nao seria depois da tribulacao?



https://youtu.be/tYB9dgzrVBY

Você discorda do que eu disse em um de meus vídeos, de que o arrebatamento poderá ocorrer a qualquer momento, para só depois surgir a apostasia, o anticristo e a grande tribulação, findando com a vinda de Cristo ao mundo para reinar. Na verdade essa é a opinião de muitos cristãos, mas ela cria certas dificuldades para fazer os eventos bíblicos se encaixarem, em especial as promessas que foram feitas a Israel.

Vou comentar os pensamentos e versículos que enviou para justificar o seu modo de pensar. Quando lhe perguntei quais seriam os fundamentos nos quais você baseia sua teoria, você respondeu (em azul):

> O primeiro é que o arrebatamento da igreja só ocorrerá ao final da Grande Tribulação, ante a última trombeta do Apocalipse! - I Cor. 15:51-52 - Apc. 11:15-19

Sua suposição ocorre por você considerar que a "última trombeta" de 1 Co 15:52 seja a mesma sétima trombeta tocada pelo anjo em Ap 11:15, mas não é. Compare as passagens:

a) 1Ts 4:16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro;

b) 1Co 15:52 num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.


c) Apo 11:15 E tocou o sétimo anjo a trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.

Em 1 Ts 4:16 temos a "trombeta de Deus", não do anjo. Parece ser a mesma de 1 Co 15:52 porque ambas mencionam a ressurreição dos que dormiram em Cristo e a transformação dos vivos que creem.
Em 1 Co 15:52 a "última trombeta" e está claro aqui que ela tem a ver com bênção para a Igreja, não com juízo para o mundo ou para os perdidos como vemos com as trombetas de Apocalipse.
Em Ap 11:15 temos uma trombeta, porém não é chamada de "última", apesar de ser a sétima de uma série que tem por objetivo, não arrebatar os salvos, mas trazer juízo ao mundo.

> O segundo é que após a vinda de Cristo p/ derramar Seu sangue pelos pecados, o véu do templo para sempre se rasgou, o Espírito Santo nos veio para sempre, e jamais se ausentará. O que vai ser tirado da terra na época do anticristo é a Palavra de Deus! Ela vai ser retirada da terra. Amós 8:11-13: - "Eis que vêm dias, diz o Senhor Deus, em que enviarei fome sobre a terra; não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. E irão errantes de um mar até outro mar, e do norte até ao oriente; correrão por toda a parte, buscando a palavra do Senhor, mas não a acharão. Naquele dia as virgens formosas e os jovens desmaiarão de sede."

O versículo não diz que Deus tirará a Sua Palavra da terra, mas que as pessoas a procurarão e não acharão. Esse é o resultado da apostasia e do abandono da verdade, que incapacita o homem de ouvir e entender a Palavra de Deus. É o efeito causado em Saul, quando procura a Palavra de Deus e não a encontra por terem acabado suas chances de ouvi-la em virtude de sua contínua rejeição.

1Sm 28:6 E perguntou Saul ao SENHOR, porém o SENHOR lhe não respondeu, nem por sonhos, nem por Urim, nem por profetas.

Saul vai então procurar uma médium em total desobediência a Deus. Este será também o processo com o mundo incrédulo que rejeitou a Palavra de Deus em seu tempo e quando mais precisar dela não a encontrará (talvez por Deus enviar a "operação do erro" 2 Ts 2 para que creiam na mentira). Porém a Palavra de Deus estará sim sendo pregada em todo o mundo até o fim.

Mat 24:14 E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim.

> Então, nessa época a palavra de Deus e o nome de Jesus serão retirados da terra e não mais se achará!

Isso é um equívoco, pois as "duas testemunhas" profetizarão por "mil duzentos e sessenta dias" que é exatamente o período de 3 anos e meio da perseguição promovida pelo anticristo.

Apo 11:3 E darei poder às minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de pano de saco.

Portanto não há como considerar que a Palavra de Deus será tirada da terra justamente quando ela estará sendo pregada até os confins da terra antes de vir o fim pelo remanescente de Israel que será salvo durante a grande tribulação, e também será profetizada pelas 2 testemunhas por 3 anos e meio. Se não é a Palavra de Deus que esses dois "profetas" estão levando, então como poderiam estar testemunhando e serem mortos por isso?

Apo 11:10 E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra.

> "E deu-se-lhe porder para agir por 42 meses" (meses literais - ou seja, três anos e meio) Nesse período de Grande Tribulação, os cristãos fugirão p/ os desertos - onde serão sustentados por Deus por 42 meses (similar ao que o Senhor fez aos filhos de Israel no deserto). - Apc. 12:6 e Apc. 12:14

A interpretação da mulher de Ap 12 como sendo a Igreja não é correta. A mulher aí tem um filho que é Jesus, ou seja, essa mulher é usada por Deus para trazer ao mundo o Cristo.

Apo 12:2 E estava grávida e com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz.

Esse filho é o Rei de Reis, e ele é tirado da terra.

Apo 12:5 E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.
Dan 9:26 E, depois das sessenta e duas semanas, será tirado o Messias e não será mais; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas assolações.

A mulher de Apocalipse 12 não pode ser a Igreja, pois esta nunca foi o meio usado por Deus para trazer ao mundo o Cristo. A Igreja passou a existir em Atos 2 e era ainda algo futuro mesmo nos dias dos evangelhos, quando Jesus usa o verbo no futuro para se referir a ela: "Edificarei a minha igreja" Mt. 16:18.

Se a mulher não é a Igreja, restam duas opções: Maria e Israel. Maria não pode ser, porque não há qualquer relato de perseguição a ela e o Apocalipse é um livro de símbolos. Qual outra mulher simbólica, além da Igreja, é encontrada nas Escrituras e mencionada como esposa de Deus? Israel, "porque a salvação vem dos judeus" Jo 4:22.

Jer 31:31-32 Eis que dias vêm, diz o SENHOR, em que farei um concerto novo com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme o concerto que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito, porquanto eles invalidaram o meu concerto, apesar de eu os haver desposado, diz o SENHOR.
Cnt 4:8 Vem comigo do Líbano, minha esposa, vem comigo do Líbano;

> E muitos cristãos por esses dias selarão o seu testemunho com a morte: "Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus." - Apc. 14:12

Esses que "guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus" são os convertidos após o arrebatamento da Igreja. Nesse período judeus e gentios se converterão, mas apenas aqueles que nunca tinham escutado o evangelho. Muitos serão mortos por sua fé em Jesus. Tenha em mente que, a partir do capítulo 4, o tema de Apocalipse é o mundo apóstata e os judeus. A igreja só volta a aparecer no final, na cena das bodas (que não está necessariamente em ordem cronológica com os outros eventos por acontecer fora da terra).

> Ao ressoar a sétima trombeta, no término da Grande Tribulação, Cristo regressa sobre as nuvens c/ poder e grande glória p/ buscar os seus escolhidos: os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro, depois nós os que ficarmos vivos seremos arrebatados juntamente c/ eles nas nuvens ao encontro do Senhor nos ares, amém! - I Cor. 15:51-52 - Mat. 24:29-31 - Apc. 11:15-19.

Esse retorno de Cristo sobre as nuvens é bem diferente do que você encontra no arrebatamento em 1 Tessalonicenses, quando ele não chega a pisar na terra e vem até as nuvens, onde acontece o encontro com sua igreja que é arrebatada até ali. Você encontra uma lista clara das diferenças entre o arrebatamento e a vinda de Cristo neste link.

A grande dificuldade está em confundir Israel com a Igreja, dois povos distintos, com origens distintas, promessas distintas e destinos distintos. Israel foi escolhido "desde a fundação do mundo" para um reino terrenal.

Mat 25:34 Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

A Igreja foi escolhida "antes da fundação do mundo" para habitar no céu e, depois, no novo céu.

Efs 1:4 como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo,

A Israel foram prometidas bênçãos terrenas neste mundo (terras, filhos, gado, leite e mel), nenhuma celestial.

Lev 20:24 E a vós vos tenho dito: Em herança possuireis a sua terra, e eu a darei a vós para possuí-la em herança, terra que mana leite e mel. Eu sou o SENHOR, vosso Deus, que vos separei dos povos.

À Igreja foi prometida tribulação no mundo e bênçãos espirituais no céu.

Joã 16:33 Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.
1Tm 6:8 tendo, porém, alimento e vestuário, estaremos com isso contentes.

A interpretação bíblica que enxerga a Igreja em Apocalipse (quando ela aparece na verdade só até o capítulo 3 e no final descendo do céu) desconsidera tudo o que Deus prometeu a Israel e deixa um vácuo no cumprimento dessas promessas terrenas. Veja que interessante o que pode ser uma figura do arrebatamento na abertura do capítulo 4 de Apocalipse, quando João é arrebatado e passa a assistir do céu os eventos que ocorrem na terra.

> Em Daniel 11.32-35, vemos um povo de Deus sendo purificado e embranquecido - e fazendo grandes proezas - durante o reinado do Anticristo. (argumento de outro leitor sobre o mesmo assunto)

Mais uma vez o erro está em considerar esse povo citado pelo profeta Daniel como se fosse a Igreja. Não é. O povo de Deus citado em Daniel e em TODAS as profecias do Antigo Testamento NUNCA é a Igreja, pois esta foi um mistério revelado muitos séculos depois a Paulo.

Col 1:25-26 "...A igreja, da qual eu estou feito ministro segundo a dispensação de Deus, que me foi concedida para convosco, para cumprir a palavra de Deus; o mistério que esteve oculto desde todos os séculos, e em todas as gerações, e que agora foi manifesto aos seus santos".

Efs 3:4-11 "Por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo, o qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas [profetas da igreja];  A saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo evangelho;  Do qual fui feito ministro, pelo dom da graça de Deus, que me foi dado segundo a operação do seu poder. A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo,  e demonstrar a todos qual seja a dispensação do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo; para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus, segundo o eterno propósito que fez em Cristo Jesus nosso Senhor"

Escrevi algo sobre a ordem dos acontecimentos proféticos aqui.

Estes textos lhe darão a chave para entender a profecia e o Apocalipse:
http://www.respondi.com.br/2009/08/como-entender-o-apocalipse.html
http://www.respondi.com.br/2005/05/o-que-significa-dispensao.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-significa-dispensao.html

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana