As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Devo dividir meus bens com o Bispo Primaz?



https://youtu.be/i7Y0OWlPXEg

Você conta de uma igreja que frequentou, na qual o "Bispo Primaz" exigia que os membros da congregação repartissem com ele todos os bens que possuíssem, baseando-se na passagem de Gálatas 6:6. Pelo que entendi, o sujeito não se contenta com um dízimo de 10% (uma instituição dada a Israel e erroneamente adotada por alguns cristãos), e quer logo 50%. Sua dúvida é se seria mesmo preciso alguém vender tudo o que adquiriu ao longo da vida para repartir com o tal "Bispo Primaz" ou alguém que o instrui na Palavra.

A passagem em Gálatas 6:6 não é no sentido de dividir ao meio o que você possui e dar metade para quem lhe instrui na Palavra de Deus. O sentido da palavra é "compartilhar" do que você tem, não de dividir como se faz com uma herança entre filhos. É evidente que aquele que é instruído deve ajudar materialmente aquele que o instrui, mas isso não significa inclui-lo em sua lista de herdeiros, mesmo porque somos instruídos não apenas por uma pessoa, mas por muitas. Quando tiver uma dúvida assim compare diferentes traduções para ficar esclarecido:

(Almeida Corrigida Fiel) "E o que é instruído na palavra reparta de todos os seus bens com aquele que o instrui".

(Almeida Revista e Atualizada) "Mas aquele que está sendo instruído na palavra faça participante de todas as coisas boas aquele que o instrui".

(Nova Versão Internacional) "O que está sendo instruído na palavra partilhe todas as coisas boas com quem o instrui".

Somente um lobo de rapina poderia cobrar de outros que dividissem seus bens com ele da forma como você falou que esse "Bispo Primaz" está fazendo. E mesmo que a Palavra de Deus ordenasse explicitamente que é para você dar metade de todos os seus bens para alguém específico, esta seria uma ordem dada àquele que dá, e não ao que recebe. Em nenhum lugar existe a ordem para alguém cobrar de outro para que lhe dê algo. É como a ordem que Deus dá para amarmos as pessoas: devemos amar o próximo, mas em nenhum lugar diz que o próximo deva pedir esse amor.

A única coisa que um cara que se denomina "Bispo Primaz" deveria receber seria umas boas palmadas, mas isso o Senhor irá fazer no seu devido tempo. Quem esse clérigo pensa que é? Cristo?! Só existe um que tem a primazia (de onde vem a palavra "primaz") e esse é Cristo.

Veja quem é que a Palavra diz que deve ter a primazia e o caráter do homem que queria tal posição:

Joã_1:15 João testemunha a respeito dele e exclama: Este é o de quem eu disse: o que vem depois de mim tem, contudo, a primazia, porquanto já existia antes de mim.

Joã_1:30 É este a favor de quem eu disse: após mim vem um varão que tem a primazia, porque já existia antes de mim.

Col_1:18 Ele [Jesus]é a cabeça do corpo, da igreja. Ele é o princípio, o primogênito de entre os mortos, para em todas as coisas ter a primazia,

3Jo 1:9-10  Tenho escrito à igreja; mas Diótrefes, que procura ter entre eles o primado [ou primazia], não nos recebe. Por isso, se eu for, trarei à memória as obras que ele faz, proferindo contra nós palavras maliciosas; e, não contente com isto, não recebe os irmãos, e impede os que querem recebê-los, e os lança fora da igreja.

Se você conheceu um "Bispo Primaz", e principalmente alguém que cobra de outros com ganas de predador, então é melhor ficar esperto, porque você está diante de um Diótrefes.

por Mario Persona

(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana