As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Por que ainda nao se cumpriu a profecia de que seria um grande pregador?



https://youtu.be/qOM_X-m5Ef4

Fico contente por seu desejo de evangelizar. Porém, desculpe ter de dizer que enviar 1000 torpedos de uma só vez com alguma mensagem evangelística chama-se SPAM e é uma forma muito errada de evangelizar. Digo isto porque é diferente de você distribuir folhetos evangelísticos impressos ou colocar uma mensagem na Internet ou nas redes sociais para alguém ler, ou distribuir um boletim por e-mail para assinantes.

No caso do folheto impresso o custo é de quem distribui, não custa nada para quem recebe e a pessoa ainda pode optar por recusar. No caso da mensagem na Internet, nas redes sociais ou em um boletim por assinatura, este sistema chama-se "opt-in" que significa que o leitor optou por ler ou receber a mensagem. Não é algo enfiado goela abaixo. Mas quando você envia SPAM, seja por e-mail, seja por torpedos, você está usando os recursos da pessoa que lê -- tempo, celular, linha, conexão, computador -- além de ser extremamente inconveniente você fazer alguém parar de fazer o que está fazendo. Não é bom estar dirigindo e sua atenção ser desviada por uma mensagem que chega no celular. Odeio quando à noite eu me levanto por ouvir que chegou mensagem e vejo que é propaganda.

Quanto àquela mulher que lhe falou em línguas estranhas (que você não entendeu bulhufas e ela precisou traduzir) dizendo que você seria "um dos maiores pregadores do evangelho", sinto dizer que você levou uma "profetada". Ela provavelmente sabia ou ouviu falar de seu fervor evangelístico e atacou de profetiza. Essa gente gosta de fingir que recebe mensagens diretamente de Deus só para dizerem coisas que acariciam o ego do destinatário. Não é muito diferente do espiritismo. Você encontra um espírita e ele vai logo dizendo: "Estou sentido que você é médium! Você precisa desenvolver sua mediunidade". E aí a pessoa começa a frequentar o centro espírita. Este truque é apenas mais um usado pelos mentalistas profissionais, aqueles que usam de truques para descobrir coisas da vida de uma pessoa.

Além disso, que história é essa de ela dizer que você seria "um dos maiores pregadores do evangelho"? Será que ela não leu no próprio evangelho como o Senhor abomina esse tipo de coisa de querer ser o maior? Na cristandade existe esse costume de ficar bajulando uns aos outros, mas devemos fugir disso. Nada mais é do que a carne querendo criar um nome neste mundo.

As religiões adoram criar cargos para seus membros se sentirem alguém neste mundo. É por isso que existem tantos cargos nas igrejas, como "Presidente da Sociedade de Senhoras", "Líder do Louvor", "Diretor da Mocidade", chefe disso, diretor daquilo etc. No dia-a-dia o sujeito às vezes é um joão-ninguém, mas na igreja ele acaba se sentindo o máximo quando com um título assim. É claro que as pessoas que estão inseridas nesse contexto nem percebem como essas coisas estão completamente fora da Bíblia, porque nasceram ali ou simplesmente engoliram o pacote todo  quando se filiaram àquela religião. Antigamente era costume fazer a mesma coisa no mundo com títulos como "Comendador" (acho que já caiu de moda).

Luc 9:46-48 Levantou-se entre eles uma discussão sobre qual deles seria o maior. Mas Jesus, sabendo o que se lhes passava no coração, tomou uma criança, colocou-a junto a si e lhes disse: Quem receber esta criança em meu nome a mim me recebe; e quem receber a mim recebe aquele que me enviou; porque aquele que entre vós for o menor de todos, esse é que é grande.

Quanto aos outros assuntos posso perceber que você fala bastante de si mesmo e se coloca, com razão ou não, na posição e vítima, o que é uma atitude extremamente destrutiva e só faz mal a você mesmo. Provavelmente essa preocupação consigo mesmo faz de você também a vítima perfeita para quem se aproximar de você com "profetadas". Pare de pensar em si ou de querer fazer alguma coisa grandiosa e comece a ocupar-se com Cristo! Seja mais "Maria" e menos "Marta".

Você diz ser capaz de perceber quando algum irmão está com um problema. Isto pode tanto ser uma característica espiritual, mas o mais provável é que não passe de habilidade natural coincidência. Devemos ser sábios para não sermos enganados, às vezes por nós mesmos, nosso ego, nosso desejo de sermos aceitos etc. Se eu for a qualquer pessoa num grupo e disser que ela está com algum tipo de problema em sua vida, você acha que a pessoa vai dizer que não? Todos estamos passando o tempo todo por algum problema!

A questão é que quando queremos acreditar em algo aquilo parece estar sempre diante de nossos olhos. É como essas manchas de umidade na parede ou em vidros, que acabam sendo transformadas em objetos de idolatria, pois as pessoas dizem enxergar ali Jesus ou Nossa Senhora. Ninguém faz isso com as nuvens porque elas se dissolvem rapidamente, mas toda criança já brincou de ficar vendo pessoas e bichos nas formações de nuvens. Nós enxergamos o que queremos enxergar. Mas o cristão não vive por aquilo que vê. 2Co_5:7 "Porque andamos por fé, e não por vista".

Quando alguém vem falar comigo com essa conversa de que teve uma revelação do Espírito de Deus eu vou logo descartando. Alguém que comece uma conversa assim já está querendo dizer o seguinte: "Você está obrigado a acreditar em tudo o que vou dizer, caso contrario estará duvidando de Deus". É uma forma muito desleal de desligar nosso senso crítico. A vontade que dá é dizer "OK, então se não acontecer vou apedrejar você, pois é o que devia ser feito no Antigo Testamento com profetas que não acertavam na profecia". Outro dia recebi um e-mail de uma pessoa da Bahia que dizia ter uma revelação para mim, mas eu devia ir até lá para recebê-la. Ela mandou o e-mail e não podia mandar a revelação?

Existe um programa na TV a cabo chamado "Keith Barry, o Mentalista". Nele Keith Barry "adivinha" coisas sobre as pessoas usando lógica, poder de dedução, observação de linguagem corporal e uma série de coisas. Não tem nada a ver com coisas espirituais e ele deixa isso bem claro. É tudo inteligência humana. Quem vê pensa que ele tem poderes paranormais, mas não. Tudo é explicado e é exatamente esse tipo de coisa que hoje impera em muitas igrejas com pregadores se fazendo passar por profetas, quando nada mais são do que mentalistas. Procure por Keith Barry no Youtube que tem muita coisa lá. Não deixe de ver este vídeo para descobrir como é fácil dar "profetadas": http://youtu.be/rS3fdeq7sE8

Veja também http://www.respondi.com.br/2009/12/satanas-pode-ler-nossos-pensamentos.html

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana