fonte

Preciso abandonar o homossexualismo para frequentar a igreja?


https://youtu.be/9Pd_CZxfg7U

Você escreveu que considera um absurdo a igreja não receber homossexuais, e acrescenta que era lésbica, se relacionava com outras mulheres, mas que quando se converteu Deus foi mudando sua pessoa e acabou deixando aquelas práticas naturalmente.
Acho que sua afirmação tem a ver com o entendimento equivocado de muitos cristãos que acham que ser ou não recebido numa igreja tenha a ver com salvação. Ninguém é salvo por ser aceito numa congregação de cristãos, seja ela denominada ou não. Fomos salvos quando fomos, não a uma "igreja", mas quando fomos a Cristo. Salvação é uma coisa, comunhão é outra.

Depois de ter sido salva — isso mesmo, DEPOIS — você deveria buscar a comunhão com outros irmãos, mas para entrar nessa comunhão existem pré-requisitos. Se ler 1 Coríntios 5 verá que Paulo instrui os irmãos da assembleia congregada em Corinto a colocar fora, ou excomungar, um homem por pecado moral.

"Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem abuse da mulher de seu pai. Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação." (1 Co 5:1-2). 

Excomungar não significa tirar a salvação da pessoa, mas excluir da comunhão dos irmãos. O excluído, ou excomungado, deixa de ser assim responsabilidade da assembleia ou igreja local de julgá-lo, ficando à mercê do julgamento de Deus. 

"Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo." (1 Co 5:12-13). 

Os termos "fora" e "dentro" respectivamente se referem à comunhão cristã, e não à salvação, já que é apenas o Senhor quem realmente conhece os que lhe pertencem. Mas quando colocado fora da comunhão aquele que pecou fica na condição de gentio ou de alguém do mundo, ao menos em relação à assembleia.

Se é dada à assembleia congregada ao nome do Senhor autoridade para excluir da comunhão à mesa do Senhor, cuja expressão é a participação na ceia do Senhor, por causa de algum pecado moral, também faz sentido impedir que aqueles que estejam vivendo no mesmo pecado sejam recebidos à mesma comunhão. Não se trata de impedir de assistir às reuniões, mas de estar à mesa, de comerem juntos.

"Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo. Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais." (1Co 5:9-11). 

Ora, se o texto diz que deviam colocar fora aquele homem que se deitava com a mulher de seu pai, sua madrasta, alguém que fizesse a mesma coisa não poderia ser recebido à comunhão. Não se tratava de duvidar de sua salvação, pois o próprio apóstolo, com sua autoridade apostólica, que hoje não existe por não existirem apóstolos, indica não apenas a excomunhão, mas a entrega do promíscuo a Satanás para que fosse morto, como foram Ananias e Safira em Atos 5. Repare nas palavras de Paulo que ele estava falando de morte física, não de morte ou condenação espiritual:

"Seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus." (1 Co 5:5). 

Aquele homem estaria salvo, mesmo que fosse morto por meio de uma sentença que só era prerrogativa apostólica e não se aplica mais em nossos dias.

Agora você diz que não concorda que um homossexual, ou no seu caso uma lésbica, não possam ser recebidos na igreja, e a confusão é que hoje as denominações praticam a recepção à comunhão pelo batismo, ficando a ceia do Senhor aberta para que cada um julgue a si mesmo. Isso é um entendimento errôneo de 1 Coríntios 11. Ora, tente trocar no texto de 1 Coríntios 5:1 "quem abuse da mulher de seu pai" por qualquer frase que denote práticas homossexuais e verá que alguém assim, ainda que possa frequentar as reuniões e ouvir o ministério da Palavra, não poderá estar em comunhão à mesa do Senhor.

"Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver... '...homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens... e mulheres [que] mudaram o uso natural, no contrário à natureza.'" (Rm 1:26-27).

Com mais de 65 anos de idade se eu quiser entrar para o time infanto-juvenil será que irão me aceitar? Com mais de 90 quilos, será que eu seria contratado pelo Jóquei para correr no próximo grande prêmio? Poderia eu, que não tenho fôlego para correr um quarteirão, ser aceito na delegação olímpica? Ou ser permitido que brincasse nos brinquedos do parquinho da pré-escola da esquina? Sendo exímio "chef" de miojo e pipoca de microondas, devo esperar que o restaurante da esquina me contrate?

Como pode ver existem pré-requisitos para ser aceito em muitas áreas da vida, e não deveria ser surpresa existirem restrições — principalmente bíblicas — para uma pessoa ser aceita à comunhão da igreja.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça