As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Serei salvo mesmo sem crer no arrebatamento?



https://youtu.be/T23jpKOHfd4

Você escreveu dizendo que assiste meus vídeos e discorda principalmente daqueles que falam da vinda de Cristo. Sua dúvida é no que isso interfere em questões de salvação, por você acreditar que não haverá um arrebatamento secreto e eu acreditar e argumentar que sim. Você então pergunta se isso faria de você outro tipo de Cristão, já muitas pessoas até brigam por interpretações como esta mesmo todas elas crendo em Jesus.

Tenha em mente que salvação é uma coisa e conhecimento de doutrina é outra. É salvo todo aquele que crê em Jesus como seu Salvador e Senhor e reconhece que seus pecados foram pagos por ele na cruz. Isso é graça e justificação pela fé. Quanto aos outros assuntos ensinados na Bíblia, o entendimento deles não interfere em nada na firmeza da obra expiatória de Cristo e na salvação recebida por fé. Mas interferem num maior conhecimento e apreciação da Pessoa de Cristo e no desfrutar de comunhão com ele.

Quer um exemplo? Se eu tiver sido ensinado que o Senhor só virá me buscar depois que acontecer uma série de coisas já não terei o encontro com o Senhor no topo de minha lista de prioridades. Mas se eu sei que não existe qualquer evento que precise acontecer antes do arrebatamento da Igreja, o esperar por ele irá para o primeiro lugar e viverei com aquela disposição que o Senhor ensinou:

"Estejam cingidos os vossos lombos, e acesas as vossas candeias. E sede vós semelhantes aos homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas, para que, quando vier, e bater, logo possam abrir-lhe. Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá. E, se vier na segunda vigília, e se vier na terceira vigília, e os achar assim, bem-aventurados são os tais servos. Sabei, porém, isto: que, se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria, e não deixaria minar a sua casa. Portanto, estai vós também apercebidos; porque virá o Filho do homem à hora que não imaginais." (Lc 12:35-40).

Mas a passagem não é para a Igreja, e sim para o remanescente de judeus fiéis que se converterá em tempos de grande tribulação depois do arrebatamento da Igreja, e na passagem eram representados pelos discípulos judeus do Senhor. Isso fica muito evidente quando lemos de "homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas", ou seja, de uma vinda posterior àquela em que veio buscar sua noiva, a Igreja, para casar-se com ela.

Além disso a expressão "ladrão" também revela que não é para a Igreja, pois o ladrão vem de noite, enquanto que para os que aguardam o Senhor o encontro com ele será no momento que precede a aurora. Infelizmente para os que jogam a vinda do Senhor para a Igreja para depois é de se esperar que, como um irmão definiu uma fez, sejam "arrebatados pelo arrebatamento". Isto é, o arrebatamento os tomará de surpresa porque não estavam esperando por isso, assim como ninguém espera por um ladrão.

"E temos, mui firme, a palavra dos profetas, à qual bem fazeis em estar atentos, como a uma luz que alumia em lugar escuro, até que o dia amanheça, e a estrela da alva apareça em vossos corações... E dar-lhe-ei a estrela da manhã." (2 Pe 1:19; Ap 2:28).

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana