As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Depois do arrebatamento nao havera segunda chance?

Você escreve que ficou surpreendida por eu falar tanto da graça de Deus e, no entanto, acreditar que não haverá segunda chance depois do arrebatamento para quem ouviu o evangelho e não creu. Sim, é o que entendo das escrituras, principalmente de 2 Tessalonicenses 2.

Após o arrebatamento, aqueles que já tinham ouvido o evangelho da salvação e não creram, continuarão até a ser religiosos exteriormente como talvez já o fossem antes. Eles estarão nas fileiras daquilo que Apocalipse chama de "Grande Meretriz", a mulher que não é a noiva pura, mas a falsa igreja. O livro "Deixados para trás" criou muita confusão na cabeça das pessoas ao ensinar que há pessoas "cristãs" que se converterão depois do arrebatamento.

A verdade é que após o arrebatamento só se converterão aqueles que nunca ouviram o evangelho de forma clara o suficiente para crerem (pode apostar que tem muita gente assim, principalmente nos países do Oriente Médio e Oriente) e também crianças que não tinham idade suficiente para decidir. Portanto, muita gente, principalmente judeus, se converterá e será salva depois do arrebatamento, mas só quem não teve uma chance antes. Essas pessoas não farão parte da Igreja, que terá sido arrebatada, mas será como aqueles que seguiam a Jesus nos dias que antecederam a criação da Igreja, ou como judeus e gentios prosélitos do Antigo Testamento.

Quanto à sua surpresa por achar que isso não combina com a pregação do evangelho da graça de Deus, entenda o arrebatamento como uma "morte súbita" para quem ouviu o evangelho e não creu. Se usar o mesmo raciocínio que usou, ou seja, de que deveria haver uma segunda chance para quem ouviu e não creu, então poderia afirmar que ainda que a pessoa morra haverá outra chance para ela crer depois de morta, caso contrário não seria graça. Mas não é assim. A morte é um ponto final que Deus coloca nas chances daquela pessoa que conheceu o evangelho e não se converteu. Ela teve sua chance e não aproveitou.

O arrebatamento também é um ponto final no tempo que Deus dá aos que ouviram o evangelho e não aceitaram a Jesus. Isto não sou eu quem diz, mas é a Palavra de Deus:

2 Ts 2:11 "E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade".

Esta passagem diz claramente que Deus mesmo fará com que as pessoas creiam na mentira, pois ele já fez isso no passado quando endureceu o coração de Faraó depois que este teve sua chance de obedecer o que Deus disse da primeira vez e deixar Seu povo sair do Egito. Quando Deus endurece o coração de alguém é porque antes já ocorreu um endurecimento da parte da própria pessoa.

A questão é: quando é que Deus enviará a operação do erro para que creiam a mentira? O contexto diz, um pouco antes:

2 Ts 2:7- "Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora resiste até que do meio seja tirado; E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem".

Veja a ordem: (1) a operação do mistério da injustiça, (2) a retirada do que resiste, (3) a revelação do iníquo, (4) a operação do erro. Outras traduções:

"A verdade é que o mistério da iniqüidade já está em ação, restando apenas que seja afastado aquele que agora o detém".

"Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora";

Eu entendo que este que detém a livre ação do mal neste mundo é o Espírito Santo, que será tirado junto com a Igreja (na qual Ele veio habitar).

A graça de Deus não terminará com o arrebatamento, embora um caráter diferente do evangelho passará a ser pregado então, o mesmo evangelho que João Batista pregava: "Arrependei-vos porque é chegado o Reino". O que pregamos agora é "Crê no Senhor Jesus e serás salvo". Os que se converterem depois do arrebatamento não estarão esperando por Cristo para tirá-los do mundo e irem morar no céu, como é o caso do cristão hoje, mas estarão esperando pelo estabelecimento do Reino de Cristo neste mundo durante mil anos.

Se Cristo viesse arrebatar sua Igreja hoje haveria muita gente que nunca ouviu o evangelho. Não sei com que idade você se converteu, mas apesar de frequentar a missa toda a infância e juventude, e ler a Bíblia durante pelo menos 3 anos antes de minha conversão, na minha lembrança eu só ouvi o evangelho pouco tempo antes de me converter. Para mim a Bíblia era um livro que ensinava como me tornar uma pessoa melhor para Deus me aceitar no final, e Cristo era um mártir, tipo Tiradentes, um exemplo a ser seguido.

A consciência de que eu precisava tomar uma atitude e crer no sangue derramado foi algo totalmente novo para mim, apesar de ter visto tantas vezes as imagens de Jesus crucificado no catolicismo e ter lido várias vezes o evangelho. Portanto, não se preocupe porque vai ter muita gente que conhecerá o evangelho pela primeira vez durante a tribulação e será salva pela mesma graça que nos salvou.

Estes links podem ajudar:
O que acontecerá com o Espírito Santo no arrebatamento?
O que significa o arrebatamento?
Qual a diferença entre a tribulação e a grande tribulação?
Qual a diferença entre o arrebatamento e a vinda de Cristo?
Quem não irá no arrebatamento?
Mateus 24:40-41 fala do arrebatamento?
O dia de Cristo é o arrebatamento?
O arrebatamento e a volta de Jesus não são a mesma coisa?

Mais acessadas da semana

Loading...