fonte

Como "abrir" uma assembleia congregada ao nome do Senhor?

Você escreveu querendo saber como "abrir" uma reunião de irmãos congregados somente ao nome do Senhor, e como a Palavra deve ser ministrada nas reuniões. Considerando que você parece ter abandonado o sistema religioso denominacional sugiro que abandone também alguns conceitos que são praticados ali, como a ideia de abir igrejas.

Ninguém "abre" uma reunião de irmãos congregados ao nome do Senhor do mesmo jeito como alguns abrem lojas ou igrejas. Não existe fundamento bíblico para a criação de igrejas independentes. Entenda "Igreja" como o corpo de Cristo do qual fazem parte todos os salvos, e "igrejas" as manifestações locais desse mesmo corpo e não corpos independentes.

Do mesmo modo com existe o Exército Brasileiro e os quartéis, existe a Igreja e as reuniões dos congregados ao nome do Senhor. Mesmo que nos quartéis, quero dizer, nas assembleias locais existam apenas dois ou três reunidos pelo Espírito ao único Nome que nos foi dado, essa reunião expressa na prática a verdade da Igreja como um todo.

Esta verdade e o que fazer ao entender a ruína que se abateu sobre a cristandade e o testemunho cristão na terra você encontra em muitos lugares da Bíblia. Mas na segunda carta de Paulo a Timóteo, que é uma carta pessoal e com uma mensagem dirigida também a indivíduos hoje, você encontra especificamente os passos que devem dar aqueles que foram despertados para a verdade do "um só corpo": Apartar-se da má doutrina, apartar-se dos "vasos" (pessoas) contaminadas com essas más doutrinas e "seguir" com aqueles que um dia tiveram o mesmo exercício de separação e posterior reunião.

O primeiro passo está neste versículo: "Entretanto, o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O SENHOR CONHECE OS QUE LHE PERTENCEM" (2 Tm 2:19a). Isto é o que eu disse de a Igreja ser o corpo de Cristo formado por TODOS os salvos, mesmo os que não estejam congregados ao nome do Senhor somente. O Senhor, e só ele, é quem conhece quais são os seus e de maneira nenhuma devemos desconsiderar alguém só por não seguir conosco.

A instrução continua, agora mostrando o que deve fazer quem percebeu que existe erro ou injustiça onde está. O contexto na carta era de alguns que estavam ensinando falsa doutrina, e toda falsa doutrina é injustiça ou iniquidade que perverte a fé: "E a palavra desses roerá como gangrena; entre os quais são Himeneu e Fileto; os quais se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição era já feita, e perverteram a fé de alguns... E mais: APARTE-SE DA INJUSTIÇA [ou iniquidade] todo aquele que professa o nome do Senhor." (2 Tm 2:17-19b).

Em seguida Paulo fala de como a "casa de Deus", que é a esfera visível da profissão cristã que inclui falsos e verdadeiros, tinha passado de "casa de Deus" de 1 Timóteo para a "grande casa" de 2 Timóteo: "Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade." (1 Tm 3:15).

Então ele fala dos benefícios de se apartar da iniquidade e de tudo que for contrário à verdade, principalmente em termos doutrinários que é o assunto aqui: Será não só vaso ou utensílio para honra, mas também preparado para TODA BOA OBRA e não apenas para alguma. "Ora, numa grande casa não há somente utensílios de ouro e de prata; há também de madeira e de barro. Alguns, para honra; outros, porém, para desonra." (2 Tm 2:20).

Dou um exemplo: você pode ter uma panela velha e suja para usar sempre que precisar de um recipiente, como para trocar o óleo do motor do carro ou encher de terra e usar como vaso de plantas. Mas não irá usá-la para fazer comida. Para isso você tem um utensílio igual, porém limpo, para tarefas mais nobres. Na prática isto se traduz assim: Já vi gente se converter porque ouviu o evangelho de alguém fora dos sistemas humanos e denominações, pois era avesso aos sistemas e denominações que os homens criaram. Alguém de dentro desses sistemas teria mais dificuldade de ser usado para uma obra assim, pois talvez fosse rejeitado só por estar associado a uma religião.

Você não odiaria o fato de alguém não lhe dar ouvidos para escutar a verdade só pelo fato de você estar associado a algo que nem tem fundamento bíblico, como uma denominação? Uma jovem presbiteriana uma vez se justificou dizendo que quando falava do evangelho para alguém nunca mencionava a Igreja Presbiteriana, pois podia ser de a pessoa ter algo contra essa igreja e não querer ouvir a mensagem. Perguntei a ela: "Você acha correto você ter algo que precisa esconder das pessoas porque pode ser um empecilho para a conversão de alguém?". Tendo isto em vista, medite neste versículo: "Assim, pois, se alguém a si mesmo se purificar destes erros, será utensílio para honra, santificado e útil ao seu possuidor, estando preparado para TODA boa obra [não somente para alguma boa obra]." (2 Tm 2:21).

Agora a resposta para sua pergunta está aqui. Depois de ter tido o exercício de se apartar você não irá "abrir uma igreja" ou algo assim, mas seguir com os que um dia já se purificaram desses erros e agora invocam o Senhor livre das más doutrinas impostas pelos sistemas religiosos. É o que vem a seguir: "Foge, outrossim, das paixões da mocidade. Segue a justiça, a fé, o amor e a paz com os que, de coração puro, invocam o Senhor." (2 Tm 2:22).

Resumindo: Primeiro você detecta a má doutrina onde está, depois se aparta, porém reconhecendo que mesmo ali onde estava pode ter ficado irmãos genuínos, pois é o Senhor quem conhece os que são seus. Aí vem o exercício de se separar dos vasos (pessoas) que possam lhe influenciar no sentido de retornar ao erro, por estarem sendo utensílios de desonra ao insistirem que você deve adorar em um templo de pedras e tijolos, seguir um pastor, praticar a Lei de Moisés etc., mesmo que sejam crentes genuínos. Aí vem o passo seguinte, que não é ficar sozinho, mas buscar em oração aqueles que já se apartaram e tiveram o exercício de purificar seus corações desses erros e agora invocam o Senhor com um compromisso de justiça, fé, amor e paz.

Neste ponto você me perguntará: "E onde estão esses?". A partir daqui já não sou eu quem deve lhe dar a resposta, mas o Espírito Santo de Deus, portanto ore ao Pai pedindo luz a este respeito.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça