fonte

O que significa ser morno em Apocalipse 3?



https://youtu.be/i00lgdsqVCQ

Mornidão é o estado que a cristandade atingiu vivendo neste mundo. Quando entendemos que a carta à igreja de Laodiceia é profética e expressa o último estágio do testemunho cristão na terra, percebemos que muito do que ela diz cai como uma luva para a cristandade atual. O versículo é este:

"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu." (Ap 3:15-17).

Pessoas "mornas" são pessoas sem opinião formada, são com "meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente." (Ef 4:14). São um alvo perfeito para uma admoestação como a que Elias fez aos filhos de Israel no passado: "Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o Senhor é Deus, segui-o, e se Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu." (1 Rs 18:21). Por que o povo não respondeu? Porque não tinha uma opinião, viviam na mornidão de agir conforme a direção do vento.

O ecumenismo é o supra sumo da mornidão, porque evita os extremos para agradar a todos. O ecumenismo tenta juntar as religiões de diferentes cores em uma massa só. Se você brincou de massinhas coloridas quando criança sabe que depois de um tempo, de tanto misturar as cores, você termina com uma bola cinza e feia. Essa massa genérica é o a massa ecumênica, pois ela tenta encontrar pontos de acordo com base no mínimo denominador comum.

Por exemplo, um crê que Jesus é Deus, outro não crê assim. Então deixam de lado este ponto de conflito e passam a se concentrar em algo que seja opinião constante nas duas religiões, tipo "amar o próximo". Pronto! Encontrado aquilo que lhes é comum basta descartar o resto como sementes de discórdia.

Mas quem não é morno não é passivo em relação às verdades da Palavra de Deus, mas se agarra a elas, principalmente as que tem a ver com a Pessoa divina de Cristo. O morno não tem afeição alguma por Cristo, mas o crente genuíno tem verdadeira paixão por seu Senhor e quando alguém coloca em dúvida algum de seus atributos fica indignado e não se importa nem um pouco em perder a amizade em prol da verdade. Porque o ecumenismo busca a amizade pelo sacrifício da verdade.

Alguém morno é como um morto, não tem sentimentos nem sensações, apenas se deixa levar. Teve sua mente cauterizada, que é o mesmo que dizer que está anestesiado contra qualquer tipo de paixão na defesa da Verdade. Um casamento morno se acaba porque desaparece a paixão e tudo cai na mornidão. Não estou falando aqui da paixão carnal de cunho sexual, porque a própria idade dá cabo de muitas das sensações do corpo, mas daquela paixão que faz os olhos brilharem só de contemplarem a pessoa amada ou escutarem seu nome. O verdadeiro cristão é assim, apaixonado por Cristo.

Compare a forma como o Senhor se apresenta a Laodiceia e veja seus atributos que hoje são negados por boa parte da cristandade: "E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus" (Ap 3:14). Você irá entender melhor esta expressão do Senhor se souber que o nome "Laodiceia" significa.

Originalmente chamada de Dióspole ou Diospolis e Roa ou Rhoas, foi chamada de Laodiceia em homenagem a Laódice, esposa de Antíoco II Teos, que reconstruiu a cidade. Seu significado gira em torno de expressões como "lugar de pessoas de justiça comum", ou seja, que concordam em termo do que seja justo, portanto pessoas de comum acordo, independente de este ser verdade ou mentira.

O século 19 foi quando nasceu o espírito de Laodiceia que se espalhou pela cristandade, e tem tudo a ver com as grandes descobertas científicas e com a invasão da cristandade por filosofias orientais e reencarnacionistas, andando em par e passo com o evolucionismo de Darwin e outros. Se até então os que se denominavam cristãos defendiam com paixão que o Senhor é o Criador de todas as coisas, a falsamente chamada ciência inseminou dúvidas introduzindo teorias de uma criação acidental e de uma suposta evolução da vida.

Isto é o que hoje muitos que se dizem cristãos professam, porque seria um disparate, na opinião deles, duvidar da ciência. Mas de que ciência estamos falando? Daquela que aprendi no ginásio quando a Tabela Periódica era bem menor que a atual? Ou da talidomida, uma droga considerada segura pela ciência para eliminar o enjoo das jovens mamães e no final acabou eliminando membros dos bebês de toda uma geração? Diante disso gosto de lembrar a frase "A ciência caminha de funeral em funeral", porque o que ontem era ciência hoje não é mais.

Na sua declaração o Senhor reafirma quem ele é, ou seja, "o Amém", aquele que tem a palavra final, tirando do ego laodicense a ideia de que seja a justiça que eles tem em comum aquela que realmente prevalecerá. O Senhor também se declara a "testemunha fiel e verdadeira", solapando assim a confiança no testemunho dos homens, e inclua-se aí toda a filosofia e ciência humana que se arvora ser a última bolacha do pacote.

Ora, adotando o pensamento evolucionista, não faria sentido acreditar na ciência que é tida como absoluta neste momento usando para isso de um cérebro que ainda teria supostamente bilhões de anos de evolução para percorrer. Mas a frase do Senhor termina ainda com uma afirmação que abala qualquer teoria evolucionista ou tentativa de destronar o Gênesis e outras afirmações sobre a Criação que encontramos na Palavra de Deus. Afinal, ele diz ser, como realmente é, "o princípio da Criação de Deus".

Isso de maneira nenhuma significa que ele teria sido o primeiro ser criado, porque em João 1 vemos que ele próprio criou todas as coisas e não poderia assim ter criado a si mesmo. "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez." (Jo 1:1-3). 

Porém em uma era de crença cega no método científico não é de se espantar que a grande maioria dos que se dizem cristãos prefiram a segurança de acreditar que o Gênesis é história de criança, porque esta é a opinião da ciência, do que se passar por crente bitolado e atrasado. Me solidarizo com jovens cristãos que fazem afirmação de sua fé nas escolas, mesmo cercados de desdém e zombaria por crerem em um Deus criador e em Cristo o Salvador. A turma do "Maria-vai-com-as-outras" irá sempre achar mais seguro para a reputação seguir a onda, como Paulo descreve o modo de vida dos efésios antes de sua conversão:

"Noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos." (Ef 2:2-3).

Quer saber se você é participante da mornidão que assolou a cristandade? Se estiver andando do jeito que o mundo gosta estará andando também do jeito que o diabo gosta, e é neste engano que mergulhou a cristandade.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça