fonte

O diabo e Satanás seriam nosso próprio ego?



https://youtu.be/KRAUExEWGaQ

Você perguntou se o diabo e Satanás seriam nosso próprio ego. E como solução você acha que se cada um de nós nos livrarmos dos sentimentos ruins a figura do diabo desapareceria. Não, seu pensamento não tem fundamento bíblico.

A ideia de que o diabo ou Satanás não existe tem sido pregada por alguns hereges e falsos profetas do YouTube. Não caia na conversa desses que negam a existência de Satanás, de uma condenação eterna, da Trindade, da prática do batismo e da ceia do Senhor e tantas outras verdades das Escrituras. Os apóstolos avisaram que viriam esses que iriam atrair discípulos por meio da perversão da sã doutrina. "E que, dentre vós mesmos, se levantarão homens falando coisas pervertidas para arrastar os discípulos atrás deles." (At 20:30).

Vou responder com outra pergunta: Você crê que Jesus é o Filho de Deus que se tornou Homem ao vir ao mundo? Você crê que ele era, é sempre será sem pecado, porque em Deus não há trevas nenhumas? Você acredita que seria impossível o próprio Senhor e Deus pecar? Você acredita que Jesus, na sua humanidade, tinha uma natureza santa, ao contrário de Adão e seus descendentes, pois seu corpo humano foi gerado no ventre de Maria virgem, pela ação misteriosa e miraculosa do Espírito Santo e não de uma relação entre ela e seu esposo José?

Bem, se você crê em tudo isso a questão é: Quando Jesus foi tentado no deserto, quem estava falando com ele? Seu próprio ego ou um ser espiritual e maligno descrito na Bíblia como sendo o diabo ou Satanás? Se você concordou com tudo que escrevi antes então não teria como o ego de Jesus querer tentá-lo, porque nada havia nele capaz de cogitar pecado.

Leia também os dois primeiros capítulos do livro de Jó e tente aplicar a ideia do ego ao encontro que Satanás tem com o Senhor para conversar sobre Jó. Estaria ali o Senhor sendo enganado pelo seu próprio ego para participar daquele diálogo (me sinto mal até de cogitar tal absurdo)? E tem mais: como você explicaria o fato de sermos exortados a batalhar contra Satanás e seus anjos, não dentro de nós mesmos, em nosso ego que faz parte de nossa carne, mas nos lugares celestiais?

"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." (Ef 6:11-12).

Então volto a repetir: Fuja desses pregadores do Youtube que dizem essas coisas. Não dê ibope a eles porque eles ganham cada vez que você assiste um vídeo e compartilha suas mentiras.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça