fonte

Como um crente no Antigo Testamento podia viver sem o Espírito Santo?



https://youtu.be/qdd-dS0d4qg

Você pergunta como um crente no Antigo Testamento podia viver sem o Espírito Santo, e a mesma dúvida vale para os que serão salvos após o arrebatamento da Igreja, quando o Espírito Santo também será tirado da terra. Recebi outra dúvida que não se refere ao estado do crente, mas como o incrédulo poderia se converter, tanto no período anterior quanto posterior ao atual tempo da graça de Deus.

Começando por esta última dúvida, o Espírito Santo sempre agiu convencendo o pecador de seu pecado, mas não habitando nele porque o Espírito não iria habitar num incrédulo, seja no Antigo, seja no Novo Testamento. Habitação do Espírito não precede a conversão, mas é o selo final do processo neste atual tempo da graça. Digo "processo" porque existem algumas etapas que acontecem.

Primeiro a pessoa colocada em contato com a "água" da Palavra de Deus (Efésios 5:26) é tocada pelo Espírito Santo e recebe vida para o que está espiritualmente morto poder sentir o peso de seus pecados e crer. Este é o "nascer de novo" que Jesus explicou a Nicodemos em João 3. Em Romanos 3:10-11 diz que "Não há um justo, nem um sequer. não há ninguém que entenda; não há ninguém que busque a Deus.", porém em Atos 10:1-2 encontramos um homem que parece contradizer essa afirmação: "Cornélio, centurião da coorte chamada italiana, piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus.".

Cornélio era um nascido de novo que ainda precisava escutar o evangelho da graça de Deus (At 10:34-43), crer e ser selado com o Espírito Santo (At 10:44). Agora ele era um homem salvo. Considere Efésios 1:13-14 como a versão condensada dessas etapas: "Cristo em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa. O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória."

Voltando à sua dúvida, que é de como um crente no Antigo Testamento podia viver sem o Espírito Santo, a resposta é que o Espírito agia e eventualmente habitava nele, mas não de modo definitivo como o temos agora graças à promessa de Jesus de que ele ficaria conosco "para sempre" (Jo 14:16). Repare em como isso é diferente do que Davi experimentava em seus dias: "Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo." (Sl 51:11).

Depois do arrebatamento tudo vai voltar a funcionar como no Antigo Testamento, e os convertidos não terão o Espírito habitando permanentemente em si, mas eventualmente no caso de Davi. Hoje a pessoa recebe vida para poder sentir o peso de seus pecados (novo nascimento), crer em Jesus (conversão) e receber o selo do Espírito Santo (habitação do Espírito). Mas e no Antigo Testamento? Ficavam eles sem qualquer assistência, influência ou poder para viver uma vida nova, já que o Espírito só viria habitar na terra em Atos 2 no dia de Pentecostes, quando foi formada a Igreja?

Pelas palavras de Jesus aos discípulos no Evangelho, antes o Espírito estava COM ELES e depois passou a habitar NELES. Nossa posição é de um privilégio mais elevado, mas não quer dizer que antes os convertidos ficavam desassistidos. " E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós." (Jo 14:17).

Se você prestou atenção na expressão "para sempre" percebeu como é perversa a doutrina pentecostal de que um crente possa ser crente sem ter sido selado pelo Espírito, ou que possa perdê-lo depois por algum motivo. Perversa é também a doutrina que diz que apenas crentes "vencedores" subiriam no arrebatamento, enquanto o restante (os crentes carnais) parmaneceriam na terra para sofrer na Grande Tribulação. O inimigo sempre irá incutir na mente das pessoas, inclusive de crentes em Jesus, ideias que possam anular em alguma medida a obra completa e perfeita operada por Cristo na cruz do calvário.

Talvez aqui surja em sua mente a dúvida: "Mas o que aconteceria se alguém nascesse de novo e morresse antes de ouvir o evangelho claro, como Cornélio ouviu de Pedro, e crer e ser selado com o Espírito Santo?". Bem, se você conhece realmente o caráter do Deus que lhe dá a salvação não teria dúvidas a respeito do destino dessa pessoa, mas teria, como diz no versículo de Filipenses 1:6, "por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo". Quando Deus começa uma obra, ele termina com certeza.

Veja também:
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-novo-nascimento.html
http://www.3minutos.net/2009/06/141-agua-e-espirito.html
http://www.respondi.com.br/2010/11/quem-nasce-de-novo-ja-esta-batizado.html
http://www.respondi.com.br/2005/05/o-que-significa-o-batismo.html
http://www.respondi.com.br/2009/10/o-batismo-nos-torna-membros-da-igreja.html
http://www.respondi.com.br/2009/06/o-batismo-salva.html
http://www.3minutos.net/2009/06/140-nicodemos.html
http://grandealegria.blogspot.com.br/2014/07/centuriao-mario-persona.html

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça