As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Meu pai que teve AVC perdeu a salvacao?



https://youtu.be/2b_1DmcEfc0

Você escreveu preocupado com a condição de seu pai de noventa anos que sofreu um AVC, também chamado de Acidente Vascular Cerebral ou derrame. Segundo você, ele já não reconhece as pessoas, fala coisas sem nexo, tem surtos de agressividade e vive falando palavrões e coisas obscenas. E tudo isso depois de viver uma vida de dedicação ao Senhor e de grande intimidade com Deus. Então você pergunta: "Será que foi por água abaixo a unção recebida? Será que a enfermidade é mais forte que o poder do Espírito Santo em sua vida?".

Meu pai aos setenta e poucos anos também sofreu um AVC e, depois de um mês em coma, recobrou a consciência mas era bem diferente. Nos primeiros meses ele só chorava, depois isso passou, mas tinha algumas alucinações, como memórias confusas e absurdas. Mas aquilo tudo era resultado do defeito da interface do homem interior com o exterior. Essa interface ou hardware é nosso corpo de carne, tão arruinado pelos efeitos do pecado. Mas meu pai continuava tão salvo por Cristo como sempre foi desde o dia em que creu nele como Salvador anos antes.

Se acharemos que um salvo por Cristo que perde a consciência também perde a salvação então acabaremos admitindo que todos os que morreram crendo em Cristo estão perdidos para sempre, pois seus cérebros não só deixaram de funcionar perfeitamente, mas pararam de funcionar completamente. O mais triste seria se o seu pai nunca tivesse crido em Jesus e perdesse a capacidade de entender e crer de modo consciente. Aí teríamos de orar para que Deus penetrasse no seu íntimo e de algum modo tocasse seu coração para que ele cresse com o que restasse ali de consciência.

Geralmente a ideia de que alguém que sofre um AVC ou outro tipo de acidente cerebral, e começa a se comportar de maneira imoral, agressiva e com palavras chulas tenha perdido a salvação vem daqueles que acham que o perdão dos pecados e a salvação nós só receberíamos se tivéssemos uma vida moral, pacífica e uma fala cheia de termos espirituais. Não é assim. Somos salvos porque somos pecadores, não porque somos bons, e é Cristo quem nos mantém salvos até o final, independente de qualquer acidente ou transtorno cerebral que altere nossa personalidade em função de distúrbios químicos no cérebro.

Ouvi um comentário sobre os dois discípulos desobedientes dos quais Jesus foi atrás, para fazer com que seus corações ardessem diante de tudo o que sobre ele havia nas Escrituras e principalmente de seu sofrimento e morte. Aqueles dois discípulos, que empenharam viagem a Emaús, estavam agindo em clara incredulidade e indiferença ao que Jesus havia dito, que ao terceiro dia ressuscitaria. eles nunca deviam ter abandonado Jerusalém, mas era para terem permanecido lá para encontrarem seu Senhor ressuscitado. Mas a incredulidade e confusão fez com que duvidassem de tudo que ouviram.

Resumindo, mesmo aqueles dois, que voltaram as costas para o lugar onde Jesus queria se encontrar com eles, seriam perseguidos pelo mesmo Senhor, mostrando que ele não abandona nenhum dos que são seus, por mais indiferentes e ignorantes que estejam de tudo o que aprenderam do Senhor.  Esse é o Senhor, que falou por intermédio do profeta Oseias estas palavras: "Atraí-os com cordas humanas, com laços de amor, e fui para eles como os que tiram o jugo de sobre as suas queixadas, e lhes dei mantimento." (Os 11:4).

Então não se preocupe, pois onde quer que o seu pai esteja, até mesmo em sua confusão mental por causa da doença, o Senhor está com ele. Muito em breve, quando nos encontrarmos com o Senhor Jesus com nosso corpo transformado à semelhança de seu corpo glorioso, todos os resquícios do pecado neste corpo mortal serão desfeitos e então já não precisaremos de um cérebro de carne corrompida para nos relacionarmos com nosso Salvador.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana