As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Pode explicar espírito, alma e corpo?



https://youtu.be/8r8eN2g7l8Q

O homem é composto de alma e corpo, embora em certos casos o termo "espírito" seja acrescentado. Tanto a alma com o espírito são colocados em contraste ao corpo para significar a parte incorpórea do homem. Existe, porém, uma distinção entre alma e espírito. A alma é empregada para expressar a imortal parcela moral do ser humano, e é usada algumas vezes para significar "pessoa", como no versículo em Gênesis 46.26 que diz: "Todas as almas que vieram com Jacó ao Egito". "Oito almas se salvaram" (1 Pedro 3.20). "A alma que pecar, essa morrerá" (Ez 18.4).

A palavra hebraica normalmente traduzida como "alma" é "nephesh". Em muitas passagens ela é traduzida "vida", como em Jonas 1.14: "...não pereçamos por causa da vida deste homem". No Novo Testamento a mesma palavra grega é usada tanto para alma como para vida: "Porque aquele que quiser salvar a sua 'vida' (ou 'alma') perde‑la‑á, e quem perder a sua 'vida' (ou 'alma') por amor de mim, achá‑la‑á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua 'alma' (ou 'vida')? ou que dará o homem em recompensa da sua 'alma' (ou 'vida')?"

A alma, distinta do espírito, é onde se encontram os apetites e desejos. O homem rico disse: "E direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos: descansa, come, bebe e folga". (Lucas 12.19.) Naquela noite sua "alma" foi pedida. A salvação da alma não pode ser separada da salvação da pessoa.

O espírito é distintamente a parte mais elevada do homem. Ele identifica a consciência, a individualidade, e distingue o homem das criaturas inferiores na criação. Deus soprou nas narinas do homem o sopro da vida, e assim o homem foi colocado num relacionamento com Deus, e não pode ser verdadeiramente feliz separado dEle, tanto na existência presente como eternamente. As mesmas palavras usadas no original hebraico e grego para "espírito" são também as que são usadas constantemente para o Espírito de Deus ou Espírito Santo, sendo também usadas para anjos, no sentido de espíritos, e para os espíritos maus.

A Palavra de Deus é afiada, e capaz de dividir a alma e o espírito de um homem, embora possa não ser fácil para a mente humana perceber esta divisão. O apóstolo rogou pelos Tessalonicenses para que tanto o espírito (o qual é provavelmente mostrado como o lugar em que Deus opera), como também a alma e o corpo, pudessem ser santificados. (1 Ts 5.23.) Na epístola aos Hebreus lemos dos "espíritos" dos justos aperfeiçoados; seu lugar é com Deus por meio da redenção. A palavra ali significa, aparentemente, a pessoa separada do seu corpo.

Havendo o cristão recebido o Espírito Santo como uma fonte de vida em Cristo, ele é exortado a orar com o espírito, cantar com o espírito, andar no Espírito, de forma que em alguns casos torna‑se difícil distinguir entre o Espírito de Deus e o espírito do cristão.
(Concise Bible Dictionary)

Mais acessadas da semana