As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

É possível ver a Deus?



https://youtu.be/8q7MLRLN_Nk

João 1.18 (e 1 Jo 4.12) deixa claro que ninguém jamais viu a Deus, nem mesmo Moisés. O que Moisés pôde contemplar foi a glória de Deus, mas não a Sua face. Creio que não poderemos ver a Deus mesmo depois de nossa partida deste mundo. Vamos ver a Cristo, Deus feito homem, mas nunca poderemos contemplar a face de Deus fora de Cristo. Deus se manifestou, na Pessoa de Cristo, fazendo‑se homem. Jesus Cristo é Deus e nEle habita a plenitude da divindade.

No AT os homens sempre viram Jesus, que se apresentava também como Jeová. 1Jo_4:12 "Ninguém jamais viu a Deus". 2Co_4:6 "Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo". Deus habita na luz inacessível e isso não mudará quando estivermos ressuscitados e transformados à semelhança (não idênticos) de Cristo. Assim como Jesus veio ao mundo semelhante aos homens (mas distinto em sua essência), seremos semelhantes a ele, mas continuaremos não sendo Deus como ele é. 1 Tm 6:16 "Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno". Guardai, pois, com diligência as vossas almas, pois nenhuma figura vistes no dia em que o Senhor, em Horebe, falou convosco do meio do fogo; Deuteronômio 4:15 Por isso é impossível ver a Deus, porque não existe aparência ou figura. Mas quando Deus quis que nós O víssemos, veio na Pessoa do Filho, e é por isso que ele foi chamado de Emanuel, que é "Deus conosco". Quando vemos Jesus vemos Deus conosco, do modo como Ele quis se revelar a nós.

No Antigo Testamento, quando é dito que o Senhor aparecia a alguém (como apareceu a Abraão junto com dois anjos, antes da destruição de Sodoma), é sempre a Pessoa do Filho eterno, o Senhor Jesus Cristo, numa forma humana. Ele ainda não se fizera carne, como aconteceu no Novo Testamento, mas assumia uma forma humana visível assim como faziam os anjos. Mas Deus, na Sua essência, nunca foi visto por ninguém e jamais será. Mesmo depois de salvos e levados para o céu, Deus continuará sendo por demais sublime e elevado para nós. Evidentemente Ele nos satisfará em Cristo, em Quem todos os Seus atributos divinos estão. Mas a essência de Deus continuará inacessível ao homem, mesmo ao redimido. Ele habita, e continuará habitando, na luz inacessível (1 Tm 6.16), o céu onde homem ou anjo algum tem acesso.

Vamos morar no céu, mas não acima de todos os céus, que é onde Deus habita. Efs_4:10 "Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas." Há vários céus que são mencionados na Bíblia. Há o céu que vemos, onde os pássaros voam, onde os relâmpagos brilham e de onde a chuva cai (Gn 7.23; Dt 11.11; Dn 4.21; Lc 17.24). Este céu passará (2 Pd 3.10,12). Há o céu no sentido de firmamento, ou expansão, onde estão o sol, a lua e as estrelas (Gn 1.14,15,17). Há ainda o céu onde se encontra o trono de Deus (Sl 2.4; 11.4; Mt 5.34), de onde o Senhor desceu e ao qual Ele subiu, onde também foi visto por Estevão (Mc 16.19; At 7.55; 1 Co 15.47. Talvez seja este o céu (terceiro céu) para onde Paulo foi arrebatado (2 Co 12.2) e onde os anjos, tanto os puros como os caídos, e Satanás estão (Jó 1.6; 2.1; Ap 12.7‑9). O acesso que Satanás e seus anjos têm a Deus é limitado. Satanás ainda não foi expulso do céu onde se encontra, mas logo o será. Mas a Bíblia fala ainda dos "céus dos céus" (Dt 10.14; 1 Rs 7.27) e que haverá "novos céus" (2 Pd 3.13). Mas creio que o lugar inacessível a nós é onde Cristo subiu, "acima de TODOS os céus" (Ef 4.10).

Mais acessadas da semana