As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Satanas sabia que Jesus era o Filho de Deus?



https://youtu.be/psB-uHrsF0o

Acredito que Satanás sabia que aquele que fora prometido para pisar a cabeça da serpente já estaria no mundo, quando motivou Herodes a matar os meninos da idade de Jesus. Ali talvez o diabo não soubesse exatamente qual criança seria, mas já no início do ministério de Jesus ele pode ter tido a certeza disso ao observar quando, no batismo ministrado por João, o Pai revelou o Filho. "E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo." (Mt 3:17).

Na tentação no deserto o diabo usou a expressão "Filho de Deus" para tentar fazer Jesus pecar. "E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães." (Mt 4:3). Depois os demônios (espíritos imundos) também mostravam saber quem ele era: "Dizendo: Ah! que temos contigo, Jesus Nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus... E os espíritos imundos vendo-o, prostravam-se diante dele, e clamavam, dizendo: Tu és o Filho de Deus." (Mc 1:24; 3:11).

Mas Satanás conhece menos de Jesus do que o mais fraco crente verdadeiro, pois não desfruta do conhecimento familiar, de quem o próprio Jesus chamou de "irmão" e tem um relacionamento com o mesmo Pai de Jesus. "Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus... Porque, assim o que santifica, como os que são santificados, são todos de um; por cuja causa não se envergonha de lhes chamar irmãos, dizendo: Anunciarei o teu nome a meus irmãos, Cantar-te-ei louvores no meio da congregação. E outra vez: Porei nele a minha confiança. E outra vez: Eis-me aqui a mim, e aos filhos que Deus me deu. " (Jo 20:17; Hb 2:11-13). 

Se o diabo tivesse um conhecimento espiritual teria tentado impedir que Jesus chegasse à cruz, mas o que fez foi o oposto. Ele achou que morrendo Jesus ali tudo se resolveria. Por não ter discernimento espiritual o diabo pode até conhecer a Bíblia de capa a capa mas não entende tudo o que é dito ali. Eu diria que o diabo não está muito longe das limitações do homem natural, ao qual o conhecimento das intenções de Deus é vedado. O diabo definitivamente não tem "a mente de Cristo".

"Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo." (1 Co 2:14-16). 

Repare que até hoje os anjos (caídos ou não) formam uma audiência cativa para observar a Igreja, pois eles não têm um conhecimento de primeira mão dos efeitos da obra de Cristo no pecador. Os que nunca caíram não conhecem o perdão, e para os que caíram não haverá perdão. Então vivem a observar a Igreja, essa companhia de pecadores perdoados e feitos filhos de Deus.

"Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que agora vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho; para as quais coisas os anjos desejam bem atentar... Porque tenho para mim, que Deus a nós, apóstolos, nos pós por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos, e aos homens." (1 Pe 1:12; 1 Co 4:9).

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana