fonte

Sério que você assiste os debates desse bobo da corte?



https://youtu.be/sMkhNI9CQEQ

Foi só eu dizer que admiro um jovem jornalista, de sobrenome semelhante ao do diretor da mafiosa trilogia "O Poderoso Chefão", por sua bagagem e capacidade intelectual e de argumentação, e as pedradas começaram a bater em minha vidraça. São de pessoas contrárias àqueles que usam mais que dois neurônios e sabem expressar suas opiniões, geralmente contrárias à forma de pensar imposta pelos que defendem principalmente movimentos de esquerda. Falo dos movimentos que invadiram a última geração com conceitos como o do "politicamente correto", como se "politicamente" e "correto" não estivessem divorciados de longa data.

Se você deixar de enxergar tudo com lentes político-partidárias talvez consiga perceber quando uma pessoa tem bagagem e quando outra só repete chavões, palavras de ordem e narrativas recebidas em seus cursos em escolas patronizadas por Paulo Freire e construídas por uma imprensa tendenciosa. Quando alguém move suas peças e dá xeque-mate em muitos argumentos de seu interlocutor, como faz esse debatedor que você chamou de "bobo da corte", você faria bem em prestar atenção em seu jogo, pois pode estar diante de um bom enxadrista. Tente aprender com ele ao invés de defender seu próprio viés ideológico e sair da experiência com menos conhecimento do que já não tinha quando entrou.

As pessoas ficam de tal maneira impregnadas de partidarismo e ideologias que nem todas conseguem entender o que estou dizendo. Se souberem que uso em meus treinamentos de comunicação e oratória um vídeo do discurso de denúncias feito por Roberto Jefferson antes de ser preso, porque o cara é mestre em oratória, vão gritar: "Ahá! O Mario Persona virou bolsonarista!". Se eu disser que é genial a sacada de Gramsci de lobotomizar seus seguidores para que penetrem no sistema educacional, minando a base de um governo a partir do alicerce da sociedade, vão dizer: "O Mario Persona virou marxista!". Então se digo que admiro a inteligência de Satanás para seduzir a humanidade, por sua agenda ser muito bem elaborada e estar dando certo, vai ter gente escandalizada: "Cruz credo! O Mario virou satanista!!". Mas até o Papa Francisco declarou que o diabo é mais inteligente do que os meros mortais e que nunca deveríamos discutir com ele. Pronto! Agora vão dizer: "Ave Maria! O Mario Persona virou católico!".

Apenas para constar: sou apolítico e apenas respeito, me submeto e obedeço as autoridades que Deus instituiu sobre este país. Hoje me submeto ao presidente Bolsonaro e demais autoridades. Antes eu me submetia ao presidente Temer, antes dele à presidente Dilma, antes dela ao presidente Lula e assim por diante. E minhas orações sempre foram por todos eles. Naquilo que não for contrário aos mandamentos do Senhor as autoridades podem contar com minha submissão. Se você professa ser cristão e achar que estou falando klingon, aqui vão algumas passagens para refrescar sua memória, antes de pedir à sua mãe para passar a bandeira que irá levar na manifestação:

"Admoesta-os a que se sujeitem aos principados e potestades, que lhes obedeçam, e estejam preparados para toda a boa obra;que a ninguém infamem, nem sejam contenciosos, mas modestos, mostrando toda a mansidão para com todos os homens." (Tt 3:1-2).

"Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade." (1 Tm 2:1-2).

"Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação. Porque os magistrados não são para temor, quando se faz o bem, e sim quando se faz o mal. Queres tu não temer a autoridade? Faze o bem e terás louvor dela, visto que a autoridade é ministro de Deus para teu bem." (Rm 13:1-4).

"Sujeitai-vos, pois, a toda a ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; quer aos governadores, como por ele enviados para castigo dos malfeitores, e para louvor dos que fazem o bem. Porque assim é a vontade de Deus, que, fazendo bem, tapeis a boca à ignorância dos homens insensatos; como livres, e não tendo a liberdade por cobertura da malícia, mas como servos de Deus." (1 Pe 2:13-16).

Se neste ponto você quiser gritar que nem toda autoridade deve ser obedecida porque só aquelas do seu partido é que foram estabelecidas por Deus, é porque se esqueceu do que está em Daniel 2:21 que diz que é Deus, e não você ou seu partido, quem "remove os reis e estabelece os reis". Se mesmo assim não concordar com o que a Bíblia diz sugiro que pare por aqui porque se continuar eu certamente vou estragar o seu dia até ao ponto em que passarei a dar a você a sensação de estar jogando no time que está ganhando. Ao menos até a cobrança dos pênaltis na prorrogação do tempo regulamentar.

Se hoje não temos uma Guerra Fria, na qual o Ocidente batalhava contra a União Soviética e sua Cortina de Ferro sem o fogo das armas, e nem a Cortina de Bambu está tão evidente quanto estava no passado, isto não significa que o mundo não esteja em meio a uma intensa batalha. O crente participa dela de joelhos, não lutando contra ideologias, partidos ou políticos, mas contra anjos e demônios nos lugares celestiais. "Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes." (Ef 6:12).

Enquanto isso na terra as potências lutam com as armas da informação e da desinformação. De um lado, países como os Estados Unidos e Brasil, semi-governados pela direita, e do outro países já dominados pela pandemia de esquerda, tentam minar a estratégia uns do outros usando as armas mais conhecidas de Satanás e seus demônios. Ora, quem você acha que inventou as "fake news".

"Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira." (Jo 8:44).

Vi a notícia de que o Reino Unido ordenou que a chinesa Huawei enfie no saco a Internet 5G e leve seus equipamentos de volta para o Oriente. A suspeita é de que essa rede transporte mais que fotos de gatinhos fofinhos e vídeos engraçados, e acabe varrendo para sua pá muitos bits e bytes de informações sigilosas. O mesmo devem fazer outros países, não só com a rede dessa chinesa, como também com aplicativos "ching-ling". "Isso é inadmissível!", dirá você que não sabe que China, Rússia, Coréia do Norte, Vietnã, Países Árabes e outros há muito tempo bloqueiam muita coisa vinda do Ocidente. Visite a Wikipedia e busque por "Websites bloqueados na China continental", e depois por "Censura na Internet". Você vai descobrir por que nenhuma chinesa curtiu suas postagens no Facebook.

Mas digamos que sua mãe já acabou de passar a bandeira e você já vestiu um modelito "manifestante" para sair às ruas para protestar contra a influência da esquerda neste país e no mundo. Sugiro que tome um chá de camomila e vá ler a Bíblia, mas acho que não vai adiantar. Você deveria deixar isso para quem não conhece a Cristo, as Escrituras e o que a Palavra Profética prevê para este pobre mundo. Por que você acha que não existe, de Atos às cartas dos apóstolos, um único exemplo de intromissão dos primeiros cristãos na política deste mundo? Porque eles sabiam melhor que eu e você que no placar "Diabo versus Deus" iria dar Diabo ao longo de todo o tempo regulamentar até o placar virar na prorrogação e cobrança dos pênaltis.

Isso mesmo, os primeiros cristãos não estavam nem aí para tentar mudar o status quo, porque o evangelho que pregavam não era um evangelho de cristianização e melhoria do mundo, e sim um evangelho de resgate. Eu sei que talvez não tenha sido isso que você aprendeu nas igrejas católicas e protestantes, que sempre se intrometeram na política e negócios do mundo, mas se extrair as lentes que padres e pastores implantaram em seus olhos verá com maior clareza.

Portanto acredito que o que irá prevalecer no mundo até certo ponto será justamente uma democracia de esquerda e socialista, e isso patrocinado pelo capitalismo. Surpreso? Não fique. Muitos bilionários já se movimentam para forçar a implantação de um sistema de distribuição de renda que permita à maioria das pessoas ficar em casa sem trabalhar. Ao que parece o ensaio da escola de samba já começou na pandemia, com todo mundo no estaleiro e os mais pobres recebendo dinheiro do governo.

O nome disso é RBU ou "Renda Básica Universal", uma renda mínima que todas as pessoas receberiam “simplesmente” por estarem vivas. E quem trabalha? Ora, já ouviu falar de robotização? Ela entrou na lavoura, chegou às fábricas e está em tudo agora, inclusive na fabricação dos robôs e na inteligência artificial. Esta será a concretização da velha máxima romana do "panem et circenses", ou "pão e circo". Dê ao povo o básico, estatize o máximo que puder, doutrine as pessoas a pensarem que o Estado são elas, para assim se sentirem donas do negócio, e com barriga cheia de pão com mortadela e olhos mesmerizados pela diversão não irão criar problemas. Assim quem é rico pode ficar mais rico e jogar as migalhas para o andar de baixo.

Elon Musk, CEO da Tesla, Chris Hughes, cofundador do Facebook, Jack Dorsey, fundador do Twitter, e o prêmio Nobel de Economia Angus Deaton defendem esse caminho. Países como Finlândia, Canadá (Ontário), Quênia, Escócia, Reino Unido, Itália e Índia já colocaram em funcionamento ou estão preparando programas-piloto de renda básica. Em países como os Estados Unidos, onde existem legislações próprias estaduais, alguns estados já fazem a cama para a "Renda Básica Universal" ir morar ali. A Alemanha, que acaba de assumir a presidência da União Europeia, já introduziu isso em seu sistema legal meio que à surdina, prevendo que dando inicialmente mil cento e vinte euros para cada cidadão com alguns canecos de cerveja e pão com salsicha eles ficarão contentes. O Brasil seguirá no mesmo caminho, só trocando a salsicha pela mortadela.

Então o que eu realmente acho de toda essa celeuma entre direita e esquerda e dos debates que isso gera é que a direita vai perder e a esquerda vai ganhar. Não que a direita não tenha razão em muitos pontos, mas quem já manda no pedaço é a esquerda. Quando mencionei o "politicamente correto" espero que você tenha se lembrado de que muitos preceitos morais, que os cristãos sempre procuraram preservar e defender, estão sendo descartados um a um. Enquanto Satanás usa a filosofia de Gramsci para introduzir nas escolas, desde a mais tenra infância, conceitos de diversidade nem um pouco bíblicos; enquanto a legislação caminha para a normalização da pedofilia, a legalização do assassinato de bebês indefesos, e a destruição da célula familiar tradicional, cristãos bem intencionados tentam impedir isso aplicando cada vez mais força no sentido contrário.

Posso ser sincero? Não vai funcionar, porque é bíblico que o domínio do mal neste mundo é uma onda irreversível. Ao menos até o Senhor vir julgar as nações. "Mas", perguntará você, "será que isso irá acontecer mesmo com toda a influência da cristandade no mundo?". Sim, porque a influência cristã no mundo já está há muito tempo na folha de pagamentos do diabo. Experimente ler 2 Timóteo 3:1-5 tendo em mente que é continuação do capítulo 2, onde Paulo descrevia a "grande casa" do testemunho cristão, na qual existe de tudo, vasos para honra e vasos para desonra:

"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela." (2 Tm 3:1-5).

Você compraria um carro usado dos homens citados nessa passagem? Nem eu. Tente sublinhar as palavras que descrevem algum clérigo católico ou protestante que você conhece para ver se as coisas já não estão acontecendo há muito tempo debaixo dos narizes de cristãos sinceros. É com a cristandade povoada por suas aves imundas, reveladas pelo Senhor em Mateus 13 na parábola do Semeador e da semente e árvore de mostarda, e também na Babilônia descrita em Apocalipse 18, que o diabo vai contar para implementar seu domínio depois que a Igreja for arrebatada da terra.

"E falou-lhe [Jesus] de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na... Ouvindo alguém a palavra do reino, e não a entendendo, vem o maligno, e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado ao pé do caminho... O qual é, realmente, a menor de todas as sementes; mas, crescendo, é a maior das plantas, e faz-se uma árvore, de sorte que vêm as aves do céu, e se aninham nos seus ramos. E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e covil de todo espírito imundo, e esconderijo de toda ave imunda e odiável." (Mt 13:3-4, 19, 32; Ap 18:2).

Se você for um estudioso da profecia verá que toda a agenda de esquerda — não estou falando aqui de marxismo burro como aquele encontrado em partidos e políticos — já vem sendo implementada em doses homeopáticas ou não. E mais esta: tudo está sendo feito com a aprovação de bilionários, como George Soros, Bill Gates e outros. Porque não será a direita que irá inaugurar uma era de prosperidade e barrigas cheias de pão com mortadela, mas um bem elaborado programa mundial de esquerda com a destruição dos costumes cristãos, da família e o fim da propriedade privada, mas com a contrapartida da "Renda Básica Universal".

"Ué, mas os bilionários vão concordar com fim da propriedade privada e estatização de tudo?" Fico contente que você tenha perguntado. Um dia antes da queda do comunismo na União Soviética (ou do anti-capitalismo na China) tudo supostamente pertencia ao Estado e ninguém, supunha-se, era bilionário. Um dia depois da abertura para o capitalismo essas nações tinham pencas de bilionários que são figurinhas constantes nas listas da Forbes. Como pode ser? Bem, onde você lia "estatal" no campo de "dono da empresa", a verdade é que esses bilionários já tinham suas bandeiras fincadas nelas explorando os grandes negócios de seus países. Apenas faziam isso de forma camuflada. Uma elite é que explorava as riquezas desses países até virem a público, e assim também será.

Antes que me esqueça, essa onda de dominação de esquerda incluirá os estados islâmicos e sua centenária ideia de distribuir os dividendos da extração de petróleo entre os cidadãos. Apesar de serem ditaduras, permanece a ideia de que as riquezas do subsolo desses países pertencem em parte a seus cidadãos. Lembro-me de um professor na faculdade de arquitetura que foi contratado para um projeto habitacional num pequeno principado do Oriente Médio onde as pessoas não precisavam trabalhar, já que o governo dividia com elas parte do ganho com a extração do petróleo. O governo ia construir bairros inteiros para seus cidadãos. Não me lembro do nome do principado, mas me lembro da dificuldade que meu professor teve para visitar as casas dos cidadãos e desenhar suas plantas, pois não era permitida a entrada de homens nos aposentos das mulheres. Mas o fato de países como o Dubai ter estrangeiros trabalhando na construção, comércio e serviços já levanta a questão: "E os moradores nativos, vivem de quê?".

Então, quando eu digo que aprecio as argumentações do jovem jornalista e também defendo valores morais, isto não quer dizer que eu esteja torcendo por um governo de direita, porque sei muito bem que é causa perdida. As coisas vão caminhar como a Bíblia diz, apesar de todos os ativistas e paladinos do anti-socialismo se aglomerando nas avenidas. No longo prazo serão voto vencido, terão jogado no time perdedor. Não faço parte de nenhum desses movimentos, apenas admiro a inteligência e capacidade de argumentação de alguns de seus expoentes. A síntese de tudo o que eu disse é que o diabo irá precisar de um mundo esquerdizado para o anticristo implantar seu trono, e lutar contra isso, mesmo que seja com a melhor das intenções, é dar murro em ponta de faca.

Enquanto isso o cristão que conhece a Bíblia não irá se preparar para assumir um lugar na política ou nas manifestações anti-esquerda, mas ficará ciente de que o melhor investimento é manter-se em comunhão com o Pai aguardando pelo Senhor quando vier para buscar sua Igreja e encontrá-la nos ares. Quando isso acontecer o Espírito Santo também será tirado da terra e isso aqui será a caixa de areia do diabo para ele brincar à vontade de enganar os que rejeitaram a Verdade. Um pequeno remanescente de judeus, seguido de alguns gentios, que não ouviram o evangelho da graça, ainda poderão ser salvos para habitar no reino de mil anos que Cristo irá inaugurar quando voltar à terra.

Não será um reino implantado numa terra cristianizada, como ensinam católicos e protestantes, mas numa terra encharcada pelo mal e devastada pelos juízos que Cristo trará sobre ela antes de renová-la. Se você é dos que ficam loucos por ação e estiver curioso por saber em que momento irá entrar em cena brandindo a espada e arrancando cabeças, sinto desapontá-lo mais uma vez. O Senhor, em sua vinda manifesta para o mundo, trará consigo um inumerável exército de salvos que estarão no céu já ressuscitados ou transformados, e eu e você entre eles, caso você tenha crido realmente no Salvador. Mas nem pense que esse imenso exército virá para lutar. Os salvos apenas farão companhia a Cristo e servirão para exaltar sua graça e misericórdia quando salvou miríades de pecadores que nesse momento farão parte da exibição de quem Cristo é.

"... do Senhor e a glória do seu poder, quando vier para ser glorificado nos seus santos, e para se fazer admirável naquele dia em todos os que creem." (2 Ts 1:9-10).

"E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça. E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. E estava vestido de uma veste salpicada de sangue; e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus. E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro. E da sua boca saía uma aguda espada, para ferir com ela as nações; e ele as regerá com vara de ferro; e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso. E no manto e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis, e Senhor dos senhores." (Ap 19:11-16).

Agora sim, chegamos ao ponto alto da história, ao que chamei de cobrança dos pênaltis na prorrogação do grande jogo da humanidade. Se o diabo, o príncipe deste mundo, podia contar vantagem sobre todos os mártires que produziu ao longo das eras, que sofreram mortes horríveis sem qualquer reação (esqueça os Cruzados que achavam estar lutando por Cristo), agora é vindo o Rei de Reis para tomar o que é seu. No arrebatamento Cristo vem para encontrar-se com os seus nos ares, não na terra. Ele vem para os seus. Na manifestação de Cristo ele vem com os seus e porá os pés sobre o Monte das Oliveiras. Começará ali o julgamento das nações. Não se trata do Juízo Final ou Grande Trono Branco que será a lavratura da sentença dos perdidos mil anos mais tarde. O julgamento das nações é a cena com bodes e ovelhas que você encontra no capítulo 25 do Evangelho de Mateus.

Agora vem a parte melhor, e até decepcionante se você já estava até comprando uma roupa de Cruzado, com espada e escudo com a cruz vermelha na ilusão de lutar por e para Cristo. Reparou que Cristo é o ÚNICO que desce armado liderando essa multidão vinda do céu para julgar as nações e destruir os inimigos do Senhor? Ele é o que vem com a espada que sai de sua boca, mas "os exércitos no céu em cavalos brancos" vêm todos desarmados. Ou você achava que o Senhor iria precisar de uma ajudazinha para cumprir sua obra? Não precisará então e não precisará agora para combater os que se opõem. Portanto, guarde sua bandeira e vá ler sua Bíblia e orar.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça