fonte

Onde fica o Paraíso e onde está a Arca da Aliança?


https://youtu.be/-Daq0BDWGpM

Sua dúvida é sobre onde ficaria hoje o Paraíso? Seria possível localizá-lo entre os rios mencionados na Bíblia em Gênesis? E a Arca da Aliança? Será que algum arqueólogo já descobriu onde ela foi parar? A Bíblia localiza o Paraíso em Gênesis em um lugar bem definido na terra, na Mesopotâmia, a área do sistema fluvial Tigre-Eufrates, que nos tempos modernos corresponde aproximadamente à maior parte do atual Iraque e Kuwait, além de partes orientais da Síria e de regiões ao longo das fronteiras Turquia-Síria e Irã-Iraque.
"E plantou o Senhor Deus um jardim no Éden, do lado oriental; e pós ali o homem que tinha formado. E o Senhor Deus fez brotar da terra toda a árvore agradável à vista, e boa para comida; e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore do conhecimento do bem e do mal. E saía um rio do Éden para regar o jardim; e dali se dividia e se tornava em quatro braços. O nome do primeiro é Pisom; este é o que rodeia toda a terra de Havilá, onde há ouro. E o ouro dessa terra é bom; ali há o bdélio, e a pedra sardônica. E o nome do segundo rio é Giom; este é o que rodeia toda a terra de Cuxe. E o nome do terceiro rio é Tigre; este é o que vai para o lado oriental da Assíria; e o quarto rio é o Eufrates. E tomou o Senhor Deus o homem, e o pós no jardim do Éden para o lavrar e o guardar." (Gn 2:8-15).

Mas antes que você reserve passagens para visitar o lugar e tentar descobrir o Paraíso, devo avisá-la que o Paraíso mudou de endereço, e se queria aproveitar sua viagem para descobrir onde a Arca da Aliança está, esta também se mudou para o mesmo endereço do Paraíso. O endereço atual do Paraíso é o céu, pois as Escrituras deixam claro que é lá que também Cristo está, conforme prometeu ao malfeitor convertido na cruz, o que depois foi confirmado pelos apóstolos nos textos bíblicos em Lucas, Atos, Filipenses e Hebreus.

"E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso... E aconteceu que, abençoando-os ele, se apartou deles e foi elevado ao céu... E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco. Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir... O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio. Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus, que estava à direita de Deus; e disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus... Visto que temos um grande sumo sacerdote, Jesus, Filho de Deus, que penetrou nos céus, retenhamos firmemente a nossa confissão." (Lc 23:43, 24:51; At 1:9-10, 3:21, 7:55-56; Fp 3:20; Hb 4:14).

O interessante é que mesmo depois da queda de Adão e Eva o Senhor marcava sua presença no Paraíso, pois o seu prazer era estar com os seres humanos que ele havia criado, como ele próprio expressa quando personificado na sabedoria divina em Provérbios 8:31-32: "Então eu estava com ele, e era seu arquiteto; era cada dia as suas delícias, alegrando-me perante ele em todo o tempo; regozijando-me no seu mundo habitável e enchendo-me de prazer com os filhos dos homens.". E em Gênesis 3:8-10 ele demonstra esse desejo ao buscar por Adão no Paraíso: "E ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.".

Paulo também revela que o Paraíso agora já não está na terra, dizendo ter sido arrebatado ao Paraíso que ele identifica como sendo o terceiro céu: "Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar." (2 Co 12:2-4).

E a Arca da Aliança, onde está? No mesmo céu onde está o Senhor, do qual ela era uma figura quando passeava pela terra carregada nos ombros dos hebreus. A Arca da Aliança representava a presença do Senhor, tanto na peregrinação no deserto, quanto quando repousou no Santo dos Santos no Templo de Jerusalém. Mas a última vez que a Arca é vista ela aparece no céu, não tanto como um objeto, mas como um sinal de que tudo que o Senhor havia prometido em sua aliança com Israel ele iria cumprir, dando a eles o reino. "E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva." (Ap 11:19).

Nos profetas do Antigo Testamento encontramos todas essas promessas que eram para Israel, e não para a Igreja, que ainda nem era do conhecimento dos apóstolos por ser um mistério guardado em Deus para ser revelado somente mais tarde ao apóstolo Paulo. Quando Israel for restaurado e introduzido no reino de mil anos de Cristo na terra o povo poderá desfrutar da presença do Senhor em um reino de paz e prosperidade, algo que os cristãos nunca irão desfrutar neste mundo, independente de quem seja o rei ou governante. Nesse tempo ainda futuro os israelitas nem mais precisarão da Arca da Aliança que representava a presença do Senhor no meio do seu povo.

"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência. E sucederá que, quando vos multiplicardes e frutificardes na terra, naqueles dias, diz o Senhor, nunca mais se dirá: A arca da aliança do Senhor, nem lhes virá ao coração; nem dela se lembrarão, nem a visitarão; nem se fará outra. Naquele tempo chamarão a Jerusalém o trono do Senhor, e todas as nações se ajuntarão a ela, em nome do Senhor, em Jerusalém; e nunca mais andarão segundo o propósito do seu coração maligno." (Jr 3:14-16).

Portanto, se você comprou roupa e chapéu no estilo "Indiana Jones" e marcou passagens para a Mesopotâmia para tentar descobrir o Paraíso, ou para Israel na tentativa de encontrar a Arca da Aliança genuína, e não aquela falsa arca que o Indiana Jones e os nazistas procuravam na ficção, pode cancelar as passagens e usar a roupa da próxima vez que for acampar. O acesso ao Paraíso agora é feito pela fé em Jesus e o voo da partida pode acontecer a qualquer momento, quando o Senhor vier para arrebatar da terra a sua Igreja.

por Mario Persona


Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça