As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Meus pais me proibiram de escutar voce. O que fazer?



https://youtu.be/OGtK-Ef9Y2E

Você conta que é menor de idade, foi criado num lar cristão e agora entende que não deve congregar em uma denominação religiosa, como aquele que seus pais frequentam. Mas eles exigem que você os acompanhe à igreja que frequentam e também deixaram muito claro que você está "proibido de escutar o que o Mario Persona diz". O que fazer?

Bem, a resposta é até mais simples do que você poderia esperar: Obedeça seus pais. O que você acha que faria o Filho de Deus, Jesus, que veio a este mundo e teve aqui também seu tempo de criança e adolescente? Mesmo sendo Deus e Homem, ele precisou aprender algumas coisas, e obediência era uma delas. "Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu." (Hb 5:8).

Uma passagem que toda criança ou adolescente cristão deveria ter num quadro na parede é esta: "E desceu [Jesus] com eles [José e Maria] para Nazaré; e era-lhes submisso. Sua mãe, porém, guardava todas estas coisas no coração. E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens." (Lc 2:51-52).

Pelo que você disse seus pais são cristãos, e a primeira direção nos caminhos do Senhor que você recebeu foi dada por eles, independente do grau de entendimento. Foram eles que fizeram como a mãe de Moisés, diante da ameaça de perder seu filho Moisés:"Tomou um cesto de junco, calafetou-o com betume e piche e, pondo nele o menino, largou-o no carriçal à beira do rio." (Êx 2:3). O objetivo era impedir que as águas mortais do Rio Nilo chegassem ao bebê, e foi este também o objetivo de seus pais enquanto calafetavam uma parede de separação entre você e a morte eterna, usando o betume e o piche do ensino da Palavra e das orações.

Você hoje é o que seus pais quiseram que você fosse, um cristão protegido da má doutrina e das perversões do mundo. Se os seus pais fossem feiticeiros, ou ateus, ou pagãos adoradores de alguma falsa divindade, eu não estaria dizendo o mesmo a você, que deve honrar e obedecer seus pais. Mas eu continuaria a dizer que deveria honrá-los. Existe uma diferença aí.

Citando o Antigo Testamento, Paulo escreveu aos Efésios: "Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa" (Ef 6:2) e aos Colossenses "Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor." (Cl 3:20). Não são a mesma coisa. Eu honro o presidente do país por causa da posição dele como autoridade sobre mim, mas o obedeço apenas naquilo que não entrar em conflito com a Palavra de Deus. O mesmo vale para os pais, caso eles venham a ordenar algo que levaria um filho a pecar.

Depois de emancipados, e ou casados, os filhos já não devem obediência aos pais, já que constituíram uma nova unidade familiar na qual o marido é a cabeça e, portanto, a autoridade. Mas, apesar de não ser mais uma questão de obediência, continua sendo uma questão de honra: Os pais devem ser honrados, independente de serem bons ou maus.

O princípio aqui é o mesmo que rege nossa relação com as autoridades que estão sobre nós, seja no governo, na escola ou no trabalho, mesmo quando isso nos traz danos e sofrimentos. Lembre-se de que, se Jesus, o Criador, era submisso a seus pais, que eram suas criaturas, por que nós acharíamos que podemos fugir a esse princípio de reconhecer e honrar a autoridade?

"Tratai todos com honra, amai os irmãos, temei a Deus, honrai o rei. Servos, sede submissos, com todo o temor ao vosso senhor, não somente se for bom e cordato, mas também ao perverso; porque isto é grato, que alguém suporte tristezas, sofrendo injustamente, por motivo de sua consciência para com Deus." (1 Pe 2:17-19).

A Bíblia ensina que os filhos sempre devem ouvir e considerar os conselhos dos pais (uma boa leitura é o Livro de Provérbios), pois o natural é que eles tenham maior experiência de vida, mesmo aqueles que são incrédulos. Então, em questões como educação formal, saúde e cuidados é sempre bom ponderar o que nos ensinam nossos pais. E como você teve o privilégio que poucos tem, de ter nascido num lar cristão e ter sido educado nas Sagradas Escrituras, não considere isso de pouca importância.

Talvez por seus pais terem proibido você de assistir meus vídeos ou ler meus textos minha reação natural fosse para fazer essas coisas à revelia de seus pais. Mas não. Uma das características dos últimos dias é que "...haverá homens amantes de si mesmos... presunçosos, soberbos... desobedientes a pais e mães, ingratos..." (2 Tm 3:2). Você certamente não deseja isso para si, não é?

Deus estabeleceu uma ordem na Criação, e esta ordem inclui a obediência à autoridade. Um dos sinais do caos em que se transformará este mundo é a queda das estrelas descrita em algumas passagens do livro de Apocalipse. Quando Deus criou todas as coisas colocou os astros e estrelas para governarem a partir dos céus, e todos os dias seguimos esse governo do sol, da lua e das estrelas para termos uma vida saudável e bem ordenada. Em Apocalipse a linguagem é simbólica e estrelas ali representam aqueles em posição de autoridade. Quando as estrelas são destronadas, só resta o caos e a anarquia.

A ordem que Deus estabeleceu começa com Deus, Cristo, o homem e a mulher, vindo abaixo deles (não significa ordem de importância, mas hierárquica) os filhos, netos etc. Na escola e no trabalho também há uma ordem que deve ser respeitada, entre professores e alunos, patrões (senhores) e empregados (servos). Enfim, em todas as esferas da sociedade encontramos essa ordem, pois temos presidentes, juízes, delegados, policiais, professores. Sempre existe alguém a quem eu devo me sujeitar.

Para a ordem no lar e na igreja, Paulo escreve: "Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo... As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor; porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido." (1 Co 11:3; Ef 5:22-24).

Pelas outras passagens, como filho adolescente, você já percebeu que está na ponta de baixo dessa pirâmide e talvez nem de um irmão mais novo possa exigir respeito. Sempre existe a possibilidade de você comprar um cãozinho e assim governar sobre ele. Mas voltando ao que ensinam as Escrituras, uma boa ideia seria você se submeter aos seus pais como a Palavra de Deus ordena que mulheres crentes se submetam a maridos incrédulos: "Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor." (1 Pe 3:1-2).

Alguns pontos importantes desta passagem, que apesar de ser dirigida às esposas, também servirá para você como princípio de submissão: Primeiro, a mulher deveria enxergar sua submissão não como algo que estaria fazendo para com o marido, mas para o Senhor. "Sejam submissas... como ao Senhor". Segundo, ela ela faria isso por reconhecer o senhorio de Cristo, ou seja, o poder do Senhor sobre nossa própria vontade na ordem que Deus estabeleceu na criação.

A arma mais poderosa que você tem para mostrar a seus pais que está levando muito a sério a Palavra de Deus será pelas suas atitudes para com eles. Eles exigem que você os acompanhe aos cultos da igreja que frequentam, mesmo você sabendo que há muitas coisas erradas ali? Obedeça seus pais e deposite a responsabilidade na conta deles. De você Deus irá cobrar obediência a seus pais, e deles obediência à Palavra no modo e lugar onde devem congregar como cristãos que professam ser.

Talvez você alegue que ir aos cultos e ficar vendo os erros cometidos ali ou a má doutrina pregada pelo pastor só aumentam seu sofrimento. Mas não é exatamente isto que estava previsto para os que desejassem andar em fidelidade para com o Senhor? Embora seus pais sigam esse caminho pelo entendimento que eles têm do que seja seguir a Cristo, você também tem a mesma consciência para com Deus dentro do entendimento que o Espírito Santo lhe deu recentemente.

"Se, pelo nome de Cristo, sois injuriados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus. Não sofra, porém, nenhum de vós como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se intromete em negócios de outrem; mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe disso; antes, glorifique a Deus com esse nome." (1 Pe 4:14-16).

Então volto a dizer: Obedeça seus pais. Não se preocupe que o Senhor saberá livrar você dos erros e enganos que possa ver ou ouvir nos cultos. Felizmente você terá sua Bíblia com você e poderá aproveitar aquele momento para se ocupar com a Palavra de Deus diretamente vinda dele, sem passar pelo homem que ocupa o púlpito. Deus lhe dará crescimento, pois "nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento." (1 Co 3:7).

Eu e outros irmãos crescemos na fé sem assistir aos vídeos desse tal "Mario Persona" :) Você tem a Bíblia, tem o Senhor e é habitado pelo Espírito Santo, portanto está muito bem equipado e assessorado. Se os seus pais foram específicos quanto ao nome do autor dos textos e vídeos, como parece ter sido o caso, existem muitos outros autores que congregavam ou congregam ao nome do Senhor de quem você pode ler ministério. Existem também outros irmãos fazendo um trabalho semelhante com textos, áudios e vídeos, e muitos deles conhecem a Bíblia melhor do que eu.

Seus pais pensam estar agindo corretamente e buscam o seu bem. Apenas não entendem, mas ao menos estão preocupados com sua vida. Como filho menor e dependente você deve se sujeitar a eles, obedecê-los e honrá-los. Quando eu tinha vinte e quatro anos, era recém convertido e já estava casado, estava congregando com os batistas, depois de ter ficado cerca de um ano indo à missa, e isto já depois de convertido a Cristo e com certeza de minha salvação pela fé.

Em uma visita à minha cidade natal, soube dos irmãos que congregavam somente ao nome do Senhor, e também que era lá que a cabeleireira de minha mãe congregava. Então pedi à minha mãe se ela poderia ligar para a cabeleireira e pedir o endereço da "igreja" que ela frequentava. Aquilo tocou um alarme na cabeça de minha mãe, que era católica e ficou muito preocupada com meu pedido.

Ela sugeriu que eu continuasse indo à Igreja Batista, pois até o padre havia dito a ela que não tinha problema. Sim, preocupada comigo, ela tinha ido consultar o padre quando saí do catolicismo. Ir a um templo de uma religião que todos conheciam era para ela mais seguro do que ir a uma reunião sem nome (o que é, na verdade, um erro, pois existe sim um Nome em torno do qual estamos reunidos, o Nome de Jesus). Além disso, como em Limeira as reuniões se iniciaram nos anos setenta com uns jovens cabeludos, o povo dizia que aquele pessoal levava maconha na Bíblia e se reuniam para fumar!

Bem, minha mãe acabou cedendo à minha insistência, ligou para a cabeleireira, fui a uma reunião, e achei um verdadeiro tédio comparada aos cultos evangélicos. Porém alguns meses mais tarde o Senhor me mostraria pela Palavra que eu deveria estar congregado no lugar onde o Senhor colocou o seu Nome no centro de tudo, e não numa denominação religiosa.

Anos mais tarde meus pais estariam convertidos e também congregando ao nome do Senhor, até partirem para a presença daquele que os salvou. Antes disso chegaram até a construir um salão para s reuniões que tanto prezavam. Então não subestime o que o Senhor pode fazer com seus pais. Submeta-se a eles agora e ore para que eles se submetam à Palavra de Deus depois.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana