As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Seus videos encorajam o implante de chip?



https://youtu.be/2EMnAHq3SQ0

Depois que inventaram o tal do chip como se fosse a marca da besta do Apocalipse recebo esse tipo de dúvida com frequência. Geralmente são pessoas crédulas e sensíveis, que ficaram impressionadas com algum pregador vociferando do púlpito desgraças e maldições, ou então viciadas em vídeos de teorias conspiratórias do YouTube. E os que me acusam de promover a implantação de um chip se enquadram mais na classe dos malandros que querem gerar audiência do que pessoas que realmente acreditem nisso.

A história do chip que tanto aterroriza evangélicos e pessoas de outras religiões não tem nada a ver com um grão de arroz eletrônico implantado sob a pele, como nas mensagens de sinistrose pregadas por alguns para abrir as carteiras dos fieis. Isso funciona bem para cães não se perderem, e logo praticamente todo produto do supermercado será "marcado" com um dispositivo assim para eliminar as filas no caixa. Você simplesmente passa com o carrinho e tudo o que há nele é registrado e o preço debitado de seu cartão.

Hoje os produtos são todos marcados por código de barra, e se você ainda não existia na década de 1980 saiba que na época a marca da besta era esse código. Até eu comprei um livro sensacionalista profético com um rosto na capa que tinha um código de barra na testa. Sim, muitos interpretaram assim a passagem de Apocalipse 13:16-17: "E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.".

O código de barra virou chip e nem imagino qual será a próxima moda das profetadas evangélicas dos pregadores de sinistrose. O que falta neles não é só conhecimento bíblico, mas também conhecimento de tecnologia. Quando surgiu o computador pessoal já se sabia que no futuro o computador seria a rede, e não necessariamente a máquina sobre sua mesa. Esta seria apenas a interface, enquanto o processamento mais pesado ficaria por conta de algum servidor em algum lugar.

Com a Internet esse servidor acabou ficando no que hoje chamamos de nuvem, que é onde ficam também todos os meus arquivos. Então veio o smartphone, no qual a Microsoft não acreditou e depois viria a se arrepender. Você aí, tão preocupado que alguém implante um chip em sua mão e em sua testa ainda não percebeu que um chip já foi implantado em você? Sim, cada vez que você sorri e tira um selfie esse chip armazena seu rosto na nuvem e ele fica disponível a quem quiser analisar sua íris e obter sua identidade pessoal singular. E para acessar seu celular você já usou seu outro dispositivo de identidade, sua digital. Adivinha onde ela já foi parar? Isso mesmo, na nuvem.

Se você estiver acompanhando meu raciocínio irá perceber que ninguém precisa ter um chip na mão ou na testa para comprar ou vender ou ser controlado por algum governo ou sociedade. Você é o chip que dá acesso a todas as suas informações que estão sendo o tempo todo coletadas por meio de seu smartphone. Suas digitais, a íris de seus olhos, seu rosto, tudo isso é um verdadeiro molho de chaves que você mesmo usa para abrir seu cofre de informações e também de suas contas em bancos.

Então quando passar no caixa com seu carrinho de compras, não serão apenas os produtos que estarão "chipados" com seus respectivos preços: seu rosto, íris ou digitais serão o chip que permitirá a você comprar ou vender. A tecnologia já existe e é utilizada em algumas lojas. Eu mesmo já compro lanches e pizzas usando apenas meu polegar e meu celular. Tudo o que sou e tenho está armazenado na nuvem, portanto pode tomar um chá de camomila para acalmar seus pavores anti-chip.

Uma boa ideia para se entender a Bíblia é procurar na mesma Bíblia uma explicação, e não na ciência ou tecnologia. Será que existe na Bíblia alguma referência a se ter informações gravadas na mão e na testa? Sim, existe. A referência de Apocalipse, de que os seguidores do anticristo na Grande Tribulação terão uma marca na mão e na testa sem a qual não poderão comprar e vender, tem mais a ver com obediência e submissão do que com comércio.

A Lei mosaica ordenava que os fieis levassem os mandamentos de Deus na mão e na testa, o que os judeus religiosos fazem até hoje com uma caixinha na testa e uma fita enrolada na mão e no antebraço contendo trechos da Lei. Tefilin é o nome dado a duas caixinhas de couro, cada qual presa a uma tira de couro, dentro das quais está contido um pergaminho com os quatro trechos da Torá em que se baseia o uso dos filactérios, outro nome dado a esses objetos.

Portanto o objetivo dos tefilins é o de conter pergaminhos onde estão inscritos quatro trechos da Torá que enfatizam a recordação dos mandamentos e da obediência a Deus, ou seja, Êxodo 13:1-10 e 11-16, Deuteronômio 6:4-9 e 11:13-21. A ordem de estarem na mão e entre os olhos aparecem na passagem abaixo:

"E naquele mesmo dia farás saber a teu filho, dizendo: Isto é pelo que o Senhor me tem feito, quando eu saí do Egito. E te será por sinal sobre tua mão e por lembrança entre teus olhos, para que a lei do Senhor esteja em tua boca; porquanto com mão forte o Senhor te tirou do Egito... Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos." (Êx 13:8-9; Dt 6:8; ).

Portanto o suposto "chip" com a marca da besta que o anticristo irá implantar na testa e na mão não tem nada a ver com um dispositivo eletrônico, mas com o uso que damos a estas partes do corpo: pensar e fazer. As pessoas seduzidas pelas mentiras do anticristo deverão pensar como ele e agir conforme o seu comando, do mesmo modo como Jeová desejava que os seus pensassem e agissem em conformidade com a Lei.

Mas o que isso tem a ver com comprar e vender? Ora, o nome disso é "indução". Você já se sentiu tentado a comprar ou a vender algo depois que viu uma propaganda na Internet de um produto ou serviço? Percebeu que bastou buscar por algo assim para suas redes sociais ficarem coalhadas de propagandas desse mesmo produto? Sim, qualquer um poderá induzir você a escolher o produto A ou B baseado nos seus desejos e hábitos de compra. Isso é notícia velha.

Então pode arquivar esse tal chip com outras teorias conspiratórias que abundam na Web, como aquela de que um planeta gigante irá passar por aqui. Mais notícia velha. Na virada de 1979 para 1980 eu já era convertido e a conversa era de que um planeta atrasado iria passar raspando na Terra e todas as pessoas atrasadas seriam levadas para lá, ou sugadas por sua gravidade, ou por lixeiros extraterrestres. Sim, a ideia era limpar da Terra todos os atrasados espiritualmente para deixar aqui só pessoas evoluídas e preparadas para uma nova era, um novo milênio. Adivinhe o nome do planeta. Isso mesmo, Nibiru, ele é mais velho do que você pensa.

Evidentemente os que propagavam essas ideias pertenciam ao grupo que se achava evoluído o suficiente para participar na Nova Era, mas não percebiam que existe uma profecia bíblica muito parecida com isso. O diabo deve ter pirateado a ideia do arrebatamento da Igreja, que diz que os salvos por Cristo podem ser tirados deste planeta a qualquer momento para habitar com Cristo no céu. Mas tudo bem, porque afinal os que se acham evoluídos espiritualmente também consideram os crentes um bando de ignorantes. Eu também não iria querer ficar no mundo para participar dessa tal de Nova Era que a Bíblia chama de "Grande Tribulação".

Na época de minha conversão também foram lançados vários livros alarmistas (inclusive cristãos) falando do alinhamento dos planetas que aconteceria e traria muitas catástrofes. Bem, os planetas realmente se alinharam e sabe o que aconteceu? Nada, além de alguns autores e pastores saírem com os bolsos mais cheios.

Depois vieram outras notícias alarmistas, e mais uma vez cristãos inocentes úteis foram arrebanhados para divulgá-las e armazenar comida em casa. Dessa vez o alarme era de um fim do mundo com o colapso dos computadores por conta do Y2K na virada do ano 1999 para 2000. Aviões iriam cair, hidrelétricas explodir e corinthianos virarem palmeirenses. Mas nada aconteceu. Lembro-me de ter lido uma reportagem que falava de uma idosa norte-americana que trocou toda sua poupança por querosene para não ficar sem luz e aquecimento em casa.

Acredito que tenha sido nessa mesma época que a cidadezinha de Alto Paraíso de Goiás foi invadida por uma multidão fugida do fim do mundo. Muitos pediram demissão de seus empregos, dissolveram casamentos, abandonaram filhos, para encontrarem uma vida nem um pouco eterna num lugar que de Paraíso só tinha o nome. Posso falar porque vivi lá na virada dos anos 1970 para os anos 1980, quando a febre esotérica naturalista no lugar só estava começando.

Mesmo antes do Y2K eu conheci em Alto Paraíso alguns adeptos de teorias conspiratórias que se mudaram para lá fugindo do dilúvio. Não contei para você? Sim, o mundo foi destruído por um dilúvio no princípio dos anos 1980 e só sobraram os lugares com altitude acima de mil metros e sem falhas geológicas que fizessem o terreno desmoronar. Alto Paraíso estava entre essas regiões privilegiadas que foram poupadas para iniciar a nova civilização dos mais evoluídos de uma Nova Era. Talvez você more no litoral e esteja gritando agora: "Mas isso nunca aconteceu!". Exatamente.

No ano de 2001 veio o atentado às torres gêmeas, todos se esqueceram do fim do mundo do Y2K e passaram a ficar mais preocupados com terroristas terrestres do que com invasores extraterrestres. Mas durou pouco, porque com o Youtube em 2006 surgiu a profissão regiamente remunerada de "Produtor de Sinistrose", que é aquele adolescente ou adulto que ainda mora com a mãe e ganha dinheiro com vídeos alarmistas de teorias conspiratórias. A teoria mais conspiratória e alarmante para eles é o Youtube tirar do ar seu canal. Por falar nisso, você conhece alguém que ainda faz vídeos da profecia Maia? Você não acreditou naquela, acreditou?

Agora fica aqui uma dica para o caso de você estar ficando viciado em canais de vídeos de teorias conspiratórias. Se aparecer propaganda antes ou durante o vídeo o dono do canal está monetizando seus vídeos, isto é, ganhando dinheiro para você assistir. Se na lista de vídeos do canal for tudo de coisas bizarras, conspirações e terrorismo psicológico, fique com um pé atrás. Ele não deve estar muito interessado em pregar o evangelho ou exaltar a Cristo, mas apenas em gerar audiência. E se tiver um vídeo dizendo "A NASA AVISA: UM METEORO VAI DESTRUIR A TERRA!!!" e outro do tipo "A NASA MENTE: O HOMEM NUNCA FOI À LUA", então nem preciso explicar, não é mesmo? Alguns teoristas conspiratórios não teriam assunto se não fosse a NASA.



por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)


Mais acessadas da semana