As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Por que você diz que não serei perseguido?



https://youtu.be/pSX8xpCewcM

Você escreveu dizendo não aceitar que a nossa geração da Igreja seja diferente das gerações do passado, e diz que do mesmo modo como eles padeceram esta geração também deverá padecer, e nisso não há diferença. Você continua dizendo que hoje mesmo existem cristãos, nossos irmãos, sendo torturados e mortos, e pergunta: "O que temos de diferente deles? Somos melhores ou piores que eles para sermos poupados desse tipo de sofrimento? Somos melhores ou piores que os Apóstolos?".

Existem muitos cristãos como você que parecem estar descontentes pelo fato de terem uma vida tranquila, sem guerras, perseguições e martírios. Esse raciocínio faz alguns acharem que não estão sendo cristãos o suficiente, ou que não estejam vivendo piedosamente, pois não são perseguidos. Afinal, a Palavra de Deus diz: "Todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições" (2 Tm 3:12). Então o raciocínio é: "Se não estou sendo perseguido ainda, é certo que serei, a menos que não esteja vivendo uma vida piedosa".

Existe muito de carne e infantilidade nesse raciocínio, algo como o adolescente que sonha com um mundo pós ou pré apocalíptico para mostrar toda sua coragem e valor. Por que você acha que filmes assim fazem tanto sucesso? Por eu achar que em uma situação de extrema dificuldade serei o herói e exterminador de zumbis. Não conheço ninguém que assista filmes assim se identificando o zumbi ou o cadáver caído na sarjeta. Todos queremos ser o herói da hora.

O engano desse raciocínio, de que precisamos passar por perseguição e sofrimento físico para nos acharmos no mesmo nível dos cristãos do passado (o que denota até uma pontinha de inveja), está em não entender a estratégia do inimigo de nossas almas. No princípio Satanás agia mais como leão, e logo percebeu que isso não estava ajudando. Pedro escreveu que "o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar" e Paulo estava grato ao dizer, "fiquei livre da boca do leão." (1 Pe 5:8; 2 Tm 4:17).

O capítulo 12 de Atos, que relata a perseguição crescente aos cristãos e a prisão de Pedro, conclui dizendo: "E a palavra de Deus crescia e se multiplicava." (At 12:24). Atos 19:20 também diz que "a palavra do Senhor crescia poderosamente e prevalecia". O capítulo 11 também relata de como a igreja em Antioquia foi estabelecida como fruto da perseguição que fez os cristãos fugirem de Jerusalém.

"E os que foram dispersos pela perseguição que sucedeu por causa de Estêvão caminharam até à Fenícia, Chipre e Antioquia, não anunciando a ninguém a palavra, senão somente aos judeus.  E havia entre eles alguns homens cíprios e cirenenses, os quais entrando em Antioquia falaram aos gregos, anunciando o Senhor Jesus. E a mão do Senhor era com eles; e grande número creu e se converteu ao Senhor." (At 11:19-21).

Hoje o diabo atua mais como anjo de luz, principalmente no Ocidente, onde ninguém mais está empenhado em prender, crucificar e queimar cristãos, como era no princípio e ainda é em países comunistas, islâmicos e de outras religiões. A perseguição continua para todos, mas nem todos precisam ser degolados para se considerarem perseguidos. Existe a agressão física e existe também a psicológica, e tem muita mulher que sabe o que é ser torturada sem que o marido nunca tenham encostado nela um dedo sequer.

O diabo sabe como aplicar a estratégia mais eficaz para cada caso, por isso do tempo dos apóstolos para hoje, ou da realidade dos países anticristãos para o Ocidente, ele só muda o tipo de perseguição que pode ser física ou psicológica. O intuito é o de abalar a fé e levar a pessoa a perder sua comunhão com Deus. Se o diabo não pode fazer com que o crente perca sua salvação, então deve se dar por contente de transformá-lo num testemunho amedrontado, deprimido e miserável de Cristo neste mundo.

Em minha opinião essa sua compulsão por precisar sofrer algum tipo de martírio só demonstra que já está sofrendo, provavelmente por ter sido vítima dos terroristas psicológicos, hoje abundantes na cristandade. A especialidade e objetivo deles não é evangelizar ou ministrar aos salvos "para edificação, exortação e consolação" (1 Co 14:23). Sua meta é a mesma de outros terroristas: meter medo nas pessoas, tirar o sono, apavorar, desesperar, criar expectativa para uma iminente catástrofe ou grande tribulação.

Existem documentários mostrando cristãos armados até os dentes e vivendo em esconderijos abarrotados de mantimentos aguardando serem perseguidos. Você acha que alguém vivendo na ansiosa expectativa de sofrer torturas serve de testemunho do Senhor neste mundo? Acha que alguém assim pode pregar o evangelho da graça de Deus ou levar consolo às almas atribuladas? Não, pois eles próprios estão precisando tratar de sua paranoia antes de poderem ajudar outros.

Todos os dias recebo mensagens de pessoas cheias de dúvidas e desesperadas por terem sido "perseguidas" e "torturadas" por "obreiros fraudulentos", os profetas de YouTube que as aterrorizaram de diversas maneiras. Fico imaginando esses caras acordando de manhã e maquinando: "Que vídeo farei hoje para lançar meus seguidores no desespero e angústia, para não dar a eles qualquer luz de esperança? Que imagens assustadoras devo usar? Qual título sensacionalista aplicar?".

Não sei como isso ainda não foi considerado bullying, pois o efeito é igualmente devastador para as vítimas. Por detrás deles está Satanás, que se transforma em anjo de luz e seus ministros — inclusive os virtuais — em ministros de justiça.

"Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras." (2 Co 11:13-15).

Hoje mesmo respondi a uma mãe apavorada achando que a vida inteira creu e orou para o Jesus errado, porque agora disseram a ela que se não chamou o nome do Senhor em hebraico foi o mesmo que ter ligado para um número errado. O Senhor não atendeu, não salvou e nem socorreu.

Ela também estava preocupada com tudo o que ouviu sobre a grande tribulação, pois tem um filho deficiente ligado a aparelhos e treme só de pensar no que irá acontecer se não puder mantê-lo vivo, ou pior, se o governo obrigá-la a implantar nele um chip para monitorar o garoto. Sabe como é, aquele tal de "chip" da besta que só existe na cabeça dos teóricos da conspiração, já que a Bíblia fala apenas de marca na pele, nunca de um componente eletrônico..

No filme francês "La femme tranquille", que conta a história real de uma dona de pensão na França ocupada pelos nazistas, em um determinado momento o oficial nazista que ocupa um quarto na pensão, enquanto no porão ela esconde um paraquedista britânico ferido sem ele saber, coloca sua pesada mão no ombro da idosa e diz:

"Madame Louise, sabe por que gostamos da França? Porque a França está com medo. Traidores franceses por toda parte denunciam tudo e todos. E nós alemães, com um pequeno contingente de tropas, podemos tomar um grande país como o seu.".

Hoje no YouTube o diabo está usando seus agentes da SS (Sinistrose em dobro) em canais de vídeos sensacionalistas para amedrontar cristãos pouco firmados na verdade e fazê-los viver uma vida miserável de medo e pavor. Sim, pode crer que o inimigo tem tido sucesso com alguns e os psicanalistas agradecem.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana