As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Mateus errou ao citar Jeremias e não Zacarias?



https://youtu.be/ci0Wq2DxTB8

Você pergunta se Mateus teria se enganado ao citar o profeta Jeremias ao invés de Zacarias na passagem em Mateus 27:9-10: "Então se realizou o que vaticinara o profeta Jeremias: Tomaram as trinta moedas de prata, preço do que foi avaliado, que certos filhos de Israel avaliaram, e deram-nas pelo campo do oleiro, segundo o que o Senhor determinou.".

Sua dúvida é por encontrarmos no Antigo Testamento essa profecia sendo dita por Zacarias em seu livro: "Porque eu lhes disse: Se parece bem aos vossos olhos, dai-me o meu salário e, se não, deixai-o. E pesaram o meu salário, trinta moedas de prata. O Senhor, pois, disse-me: Arroja isso ao oleiro, esse belo preço em que fui avaliado por eles. E tomei as trinta moedas de prata, e as arrojei ao oleiro, na casa do Senhor." (Zc 11:12-13).

William Macdonald explica assim:

"Mateus atribui essa profecia a Jeremias, enquanto que obviamente vem do livro de Zacarias. Ele provavelmente rotula a citação de Jeremias porque esse profeta estava à frente no rolo profético que ele usava, de acordo com a ordem antiga preservada em numerosos manuscritos hebraicos e familiar da tradição talmúdica. Um uso semelhante ocorre em Lucas 24:44, onde o livro dos Salmos dá seu nome a toda a terceira seção do cânon hebraico.".

Na minha opinião poderia também poderia ser o caso de ambos os profetas terem dito isso, pois há citações que aparecem sem a origem em outros livros da Bíblia. É o caso desta: "Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber." (At 20:35).

Em nenhum lugar nos Evangelhos você encontra Jesus dizendo isso, mas se prestar atenção no final do Evangelho de João verá que tem muito mais ali do que podemos atentar:

"Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome. Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém". (Jo 20:30-31; 21:25).

Outro caso é o da citação que Judas faz de uma profecia de Enoque: "E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos" (Jd 1:14). Recebo muitas mensagens de pessoas perguntando sobre um apócrifo "Livro de Enoque" que circula por aí, mas se prestar atenção verá que Judas não fala nada de existir um "Livro de Enoque", mas apenas de uma profecia de Enoque. Existiram muitos profetas ao longo da história que não escreveram qualquer livro, e pode ser o caso de Enoque. Essa frase dele poderia ter chegado até judas pela tradição oral ou por revelação direta do Espírito Santo. Não devemos nos esquecer de que os apóstolos escreviam o que lhes era revelado pelo Espírito.

"Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo." (2 Pe 1:20-21).

Portanto, seja Zacarias, Jeremias ou quem quer que tenha dito aquela frase, a autoria é mesmo do Espírito Santo de Deus.

por Mario Persona


Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana