fonte

Você não vai protestar contra o filme de humor?



https://youtu.be/WM--4HvZpcQ

Você me pergunta se não vou protestar contra um certo vídeo de humor que desdenha da Pessoa de meu Salvador. Não vejo razão para me intrometer em algo que já está anotado na agenda do Senhor e que ele mesmo irá resolver cedo ou tarde. Não se espante: isso é o mundo sendo mundo, e não se pode esperar outra coisa de um sistema que elegeu Satanás como seu príncipe. O Senhor mesmo avisou, antes de partir: "Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim" (Jo 14:30).

Quando o Senhor esteve aqui não fizeram nenhum vídeo de humor, "Especial de Natal" e nem existia Netflix ou outras produtoras e apresentadoras. Ao contrário, ele foi forçado a ser o protagonista da maior barbárie já cometida pela humanidade: a condenação e morte do Filho de Deus, o Criador de todas as coisas, das árvores às minas de ferro que forneceram madeira para a cruz e metal para os cravos.

Não posso deixar de pensar na historinha das "Três Árvores" que eu costumava contar para meus filhos e também às crianças na Escola Dominical. As árvores viviam na floresta e tinham grandes expectativas para o futuro. A primeira queria que sua madeira fosse transformada no berço de um príncipe, a segunda no púlpito de um grande pregador e a terceira no trono de um rei.

Qual não foi a decepção delas quando a primeira virou uma rústica manjedoura para servir de comedouro de animais; da segunda foi feito um simples barco de pescadores que cheirava a peixe, e a terceira, considerada pelos lenhadores imprestável para qualquer boa obra de marcenaria, foi largada num canto qualquer até ser usada como a cruz de suplício e morte de um malfeitor. Nem preciso dizer que você já leu tudo isso nos evangelhos:

"E aconteceu que, estando eles ali, se cumpriram os dias em que ela havia de dar à luz. E deu à luz a seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem." (Lc 2:6-7).

"Tendo Jesus saído de casa, naquele dia, estava assentado junto ao mar; e ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia. E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear." (Mt 13:1-3).

"E, levando ele às costas a sua cruz, saiu para o lugar chamado Caveira, que em hebraico se chama Gólgota, onde o crucificaram, e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio. E Pilatos escreveu também um título, e pô-lo em cima da cruz; e nele estava escrito: JESUS NAZARENO, O REI DOS JUDEUS." (Jo 19:17-19).

Desde que foi filmada aquela cena o mundo não mudou nem um pouco. Os que se sentem ofendidos com algum filme zombando de Jesus podem nem estar pensando na ofensa contra o Senhor, mas contra a própria fé. Querem defender seu brio. O que mais se escuta é dizerem que não se pode fazer humor "com a fé das pessoas". Diferentes religiões reagem de diferentes maneiras contra os que zombam de sua fé, desde protestos pacíficos até a execução dos envolvidos.

Anos atrás o escritor britânico nascido na Índia de família muçulmana, Salman Rushdie, foi jurado de morte pelo mundo islâmico. O Aiatolá Khomeini, líder do Irã na época, emitiu uma fatwa ou decreto ordenando a sua execução por "apostasia" e "blasfêmia contra o Islão", crimes que de acordo com a Xaria são puníveis com a morte.

O massacre ocorrido em 2015 na redação da revista francesa de humor "Charlie Hebdo" foi outra reação violenta contra os que zombavam da fé islâmica. Terroristas islâmicos metralharam desenhistas, redatores e policiais causando a morte de doze pessoas. Em todo o mundo aconteceram protestos e quem vendeu camisetas com a frase "JE SUI CHARLIE" ganhou um bom dinheiro.

A revista também foi beneficiada com um milhão de Euros do governo francês e duzentos e cinquenta mil de um fundo financiado pela Google. Se no mundo islâmico muita gente sentiu-se ultrajada e com gosto de sangue na boca, no mundo ocidental a mensagem dada à revista e ao mundo foi: "Continuem a fazer o que estão fazendo que bancamos vocês". Portanto não seja ingênuo indo na onda dos protestos porque sua avaliação pode estar sendo rasa demais para entender tudo o que está envolvido. Pode ter certeza de que muitos clérigos, políticos e outros estão capitalizando em cima disso.

No mundo cristianizado, menos radical que em terras islâmicas, não faltarão aqueles que até gostariam de voltar aos tempos do "olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe" (Êx 21:24-25). São pessoas que gostariam de atropelar as emendas à Lei Mosaica feitas pelo próprio Senhor e autor dos mandamentos. Somente o Autor da Lei podia publicar uma emenda a ela, e por cinco vezes Jesus diz no Evangelho de Mateus: "Ouvistes o que foi dito... Eu, porém, vos digo...". Depois das emendas ao "Não matarás", "Não cometerás adultério" e "Não perjurarás" (Mt 5:21, 27, 33), ele diz:

"Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; e, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; e, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes. Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos. Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus." (Mt 5:38-48).

Percebe como deve ser diferente a reação do cristão? Não seja ingênuo, muitos dos que hoje protestam não estão protestando contra ofensas feitas à divina Pessoa de Cristo, mas à sua própria fé, religião e costumes. Ora, todos os dias Jesus é zombado nos púlpitos e na mídia por ministros de Satanás transfigurados em "ministros da justiça" (2 Co 11:15), que por avareza fazem dos ingênuos cristãos "negócio com palavras fingidas" (2 Pe 2:3)!

Jesus disse que esses são os "falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores" (Mt 7:15), mas o Senhor já tem tudo anotado em seu caderninho para tratar com eles com o devido rigor: "Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." (Mt 7:22-23).

Alguns até ocupam postos de destaque no governo, depois de terem conquistado uma posição política graças aos votos de seu obediente rebanho e custeada pelas as arrecadações que faziam em suas igrejas "em nome de Jesus". Esses são os que Paulo descreve em sua carta a Timóteo como sendo "amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela... E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles. " (2 Tm 3:2-5).

Se prestar atenção no contexto, verá que Paulo vinha falando da cristandade no capítulo 2 e continua no mesmo assunto no capítulo 3 para indicar como nos "últimos dias" deveríamos nos precaver contra esses falsos mestres dessa "grande casa [onde] não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra.". E repare como ele termina o capítulo 2 indicando existir o dedo de Satanás nisso tudo: "E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor;  instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade, e tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos." (2 Tm 2:20-26).

Se você estiver atento ao que lê na Palavra de Deus saberá identificar quem são esses lobos em pele de cordeiro quando Paulo os compara aos mágicos de Faraó, que para enganar forjavam os milagres que Deus fazia por mão de Moisés: "Como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de entendimento e réprobos quanto à fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles." (2 Tm 3:8-9).

Se ainda assim você continua acreditando nesses homens, então não percebeu que a cristandade está tomada de inimigos, não epenas zombadores incrédulos vindos de fora, mas também de homens perversos que torcem as Escrituras a fim de arrebanharem seguidores e viverem no luxo e ostentação de seus jatos e mansões. Não seja ingênuo e nem vá você depois dizer que não foi avisado. Paulo avisou os anciãos de Éfeso que isso aconteceria depois de sua morte:

"Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; e que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados. De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário. Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram." (At 20:29-34).

Você foi na conversa de algum líder religioso milionário que quer usar você de bucha de canhão para protestar contra vídeos de humor ofensivos à Pessoa de Cristo? Antes de abraçar essa causa veja se não está sendo massa de manobra de clérigos e políticos que têm suas próprias agendas escondidas sob um manto de religiosidade e defesa dos pobres e oprimidos.

Quero deixar claro a você que se a graça de Deus não tivesse me alcançado na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo de Santos, fazer graça para os homens poderia ter sido minha carreira. Na época eu desenhava uma tirinha de humor para um jornal de Cubatão. Sim, na época até cartuns de humor picante, coloridos com guache e ecoline, eu enviava para a Playboy na expectativa de ser contratado pela revista. Se tivesse emplacado na carreira eu talvez fosse hoje o editor de vídeos blasfemos contra a pessoa de Cristo, como esses que hoje fazem doer meu coração. Portanto, em minha carne não sou diferente de qualquer outro inimigo de Cristo em sua condição natural herdada de Adão.

Um humorista, bem como qualquer outro artista, busca o reconhecimento público e o aplauso e, guardadas as devidas proporções, como escreveu Paulo, "se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo." (Gl 1:10). Por ser palestrante empresarial e saber que uma boa palestra deve ter algumas pitadas de humor, eu me policio continuamente para não me deixar embriagar pela busca de aplausos usando de humor chulo e ofensivo.

Mas sabe o que o Senhor pensa dos que fazem textos, vídeos e canções zombando do seu Nome? Aquilo que diz um verso da belíssima canção "Rise Again" de Dallas Holm, lançada em 1977, um ano antes de minha conversão a Cristo:


"Vão em frente, zombem de meu santo Nome, meu amor por vocês continuará igual"

Exatamente, estamos vivendo o dia da graça, quando "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus." (Jo 316-21).

Se esses e outros zombadores se arrependerem, crerem no evangelho e aceitarem a Cristo como Salvador e Senhor, eles serão perdoados de todos os seus pecados e estarão tão salvos quanto eu hoje estou, já que não sou melhor que eles. Se não se arrependerem, aí a coisa ficará muito complicada para eles, pois tudo isso só irá contar milhas em sua condenação que já é eterna independente da milhagem.

"Assim que, sabendo o temor que se deve ao Senhor, persuadimos os homens à fé... Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram. E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo. Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pós em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus. Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus." (2 Co 5:11-21).

Então, no que diz respeito a você e a mim, que cremos em Cristo, não há com que se preocupar, porque o Senhor está no total controle da situação. Iria você querer defender o Senhor?! Ora, se visse um ratinho tentando morder a pata de um leão, será que iria se enfiar no meio dos dois para proteger o leão?! Seria uma insanidade. O leão é capaz de eliminar o ratinho com uma só patada, e isso fará o verdadeiro "Leão de Judá", quando vier como o "Filho do Homem" para julgar.

Então pode deixar que o Senhor defende a si mesmo e ai de quem ousa ofendê-lo. Sugiro que não fique muito perto de gente assim e nem queira você brandir o chicote. "Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira, porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem." (Rm 12:19-21).

Logo virá o dia da prestação de contas, que já começará com esses que zombam no momento da última batida do coração, para depois terem de se apresentar novamente em seus corpos diante do "Grande Trono Branco, e do que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu... Porque bem conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu darei a recompensa, diz o Senhor... Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo." (Ap 20:11; Hb 10:30-31).

Quanto a todo esse movimento de protesto partindo de católicos e evangélicos, os produtores e atores do filme, além da Netflix, estão adorando a propaganda gratuita. Pode esperar que muito provavelmente destilarão uma nova dose do mesmo veneno nos próximos natais. Mas virá um dia quando todos eles terão de se explicar diante do Filho do Homem que virá julgar pecadores e seus pecados. Aí, ao invés de "entrar na cidade pelas portas" (Ap 22:14), serão escorraçados a sair pela porta dos fundos.

Mas não jogue toda culpa nesses ímpios zombadores, porque a zombaria começa pela "casa de Deus", a esfera da profissão cristã que continuará no mundo depois que os verdadeiros salvos forem arrebatados e restar aqui a casa oca de uma cristandade sem Cristo. Certamente o Senhor não deixa isso passar batido: "Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? E, se o justo apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?" (1 Pe 4:17-18).

Afinal, quando você vê até cristãos professos contando piadas com Deus, Jesus, a Bíblia etc., e igrejas promovendo comédias stand up e contratando pastores humoristas, animadores de auditório e ações de coaching, não se pode esperar que incrédulos se comportem como tementes a Deus. Muitos cristãos não se comportam assim.

Veja também:
Devo protestar contra vídeos de humor?
Devo participar de abaixo assinado contra filme?
O que você acha de comediantes nas igrejas?

por Mario Persona


Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça