fonte

Como abordar uma pessoa assim?



https://youtu.be/eZlIcWDb1UY

Você contou que está tendo dificuldade em evangelizar um amigo que chegou do Japão, pois ele argumenta que lá ninguém tem uma lei e todos vivem bem, muito diferente do que acontece nos países cristãos. Diz ainda que a Bíblia é falsa, pois existem várias versões dela, e que Jesus foi apenas um grande homem da sua época que ajudava os pobres. Seu amigo ainda afirma que no Japão ninguém acredita em Deus ou em Jesus, que não passaria de uma divindade judaica. Então você pergunta: "Como abordar uma pessoa assim?".

O problema de pessoas que vêm de culturas pagãs é achar que ser cristão é adotar uma espécie de lei, regra ou costumes para ter uma vida boa e feliz. Isto é porque as religiões pagãs ensinam isso, sempre na base da causa-efeito. Ou seja, se eu for correto e bom seguidor de uma determinada religião, serei recompensado em minha vida aqui, mas se for mau sofrerei castigos, e depois da morte levarei meu carma. O carma é uma espécie de registro contábil com créditos e débitos, e dependendo do quanto você ficou devendo aqui precisará compensar isso em outras reencarnações por meio de sofrimentos, defeitos de nascença ou caminhões de caridade.

O primeiro ponto é que no cristianismo nós já nascemos no vermelho, totalmente culpados, não por termos feito algo em uma vida anterior, mas porque somos seres humanos descendentes de Adão. E no abotoar do primeiro botão da camisa da humanidade, Adão errou a casa e assim a camisa de toda a Criação ficou torta. Todos os botões depois daquele primeiro acabam abotoados numa casa errada.

"Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram." (Rm 5:12).

Mas antes que alguém diga que não tem nada a ver com o que aconteceu no Éden, eu pergunto: "Se a Bíblia diz que você é pecador por causa da queda do primeiro casal no Éden, será que você nunca passou no caixa eletrônico da culpa deles para sacar alguns pecados para si mesmo?". Se fez isso é culpado de receptação: você recebeu o pecado de Adão e até gostou de poder sair por aí gastando.

Outro ponto é o argumento de que no Japão todos vivem bem, são trabalhadores, obedientes, felizes etc. Ótimo, fico contente por saber, mas será que eles não vivem tão felizes quanto aquele homem que decidiu construir mais celeiros e o Senhor disse que naquela noite sua vida seria tirada? E aí, onde ele passaria a eternidade? Suas obras todas aqui ficariam para alguém, mas para quem ficaria sua alma?

"E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância; e ele arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos. E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; e direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus." (Lc 12:16-21).

O Evangelho não tem a ver com uma vida feliz, obediente e próspera no mundo, mas com uma vida eterna de gozo e paz na presença do Senhor mesmo que a vida aqui tenha sido bem sofrida. Se alguém quiser seguir a Cristo pensando em livrar-se de seus problemas desta vida é melhor primeiro ler a biografia dos apóstolos para ver o quanto eles sofreram. Mas eles estavam de olho na eternidade, em algo que nenhuma religião pode dar, mas apenas a fé em Cristo que nos justifica de todos os nossos pecados e nos perdoa por graça imerecida. Até mesmo santos do Antigo Testamento, como Moisés e outros, tinham como alvo a glória eterna e viviam aqui pela fé, vendo o invisível. Pergunte a seu amigo se ele tem capacidade de enxergar o invisível? Apenas pessoas de fé são capazes disso.

"Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.  Porque por ela os antigos alcançaram testemunho... Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra... Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa. Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível." (Hb 11:1-2, 13, 24-27).

O argumento dele de que a Bíblia é falsa e cheia de eros geralmente vem de alguém que não conhece a Bíblia. Quando alguém diz isso eu peço para mostrar um erro, e aí a resposta é no estilo de um que me disse: "Aquela parte que diz que é proibido comer carne na sexta-feira santa!". A conversa termina ali. Quanto a dizer que Jesus é uma divindade judaica, portanto só serve para aquela parte do mundo, talvez seu amigo não tenha prestado atenção no fato de que os judeus foram os primeiros a não acreditaram nele e até o pregaram numa cruz. Até hoje a rejeição dos judeus contra Cristo é imensa.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça