As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.

Pesquisar este blog

Carregando...

Existe alguma verdade oculta?



https://youtu.be/4Ia4XyF-GvM

Eu não perderia o meu tempo escrevendo sobre este assunto se não visse tanta gente sendo enganada por essa série de vídeos no Youtube, produzidos com a intenção de minar verdades fundamentais da doutrina cristã, porém com uma roupagem de paladino da verdade. Lembre-se do que disse o Senhor Jesus: "Nada há encoberto que não haja de revelar-se, nem oculto que não haja de saber-se" Mt 10:26.

Quando entendemos que os sistemas denominacionais criados pelo homem estão errados quando comparados com as Escrituras, precisamos entender também que há muitos cristãos salvos e sinceros dentro desses mesmos sistemas. O fato de não entenderem isso é geralmente a razão de continuarem lá. Mas isso não significa que TUDO o que professam está errado. Se você pegar o Credo católico apostólico, verá que ele tem fundamentação bíblica e muitas doutrinas protestantes também são bem fundamentadas na Bíblia.

O perigo que existe quando entendemos os erros da cristandade está em cairmos vítimas de enganadores que tentam se promover atacando, não apenas os erros inventados pela cristandade, mas as próprias doutrinas fundamentais do cristianismo. É o caso dos vídeos para os quais você pediu minha opinião.

Eu já tinha visto um vídeo desse mesmo autor uma vez e só vi este porque você pediu. Eu não perderia meu tempo com ele. O autor dos vídeos é hábil em misturar verdade com mentira para distorcer os fatos. Seus vídeos começaram a fazer sucesso quando falavam de temas como o dos "Ilumminati" e teorias conspiratórias. Qualquer teoria conspiratória faz sucesso, basta ver o caso do livro e filme "O Código Da Vinci".

O problema está quando as pessoas veem esses vídeos (cujo autor ultimamente, como você mesmo escreveu, "tem insistido em atacar a ceia do Senhor") e acabam confundindo as coisas. O fato de eu apontar falhas nos sistemas denominacionais criados pelos homens não significa criticar as PESSOAS que são irmãos amados e fazem parte desses sistemas. Por outro lado, também qualquer pessoa que critique esses sistemas não está necessariamente defendendo a verdade, mas pode ter uma agenda própria apenas para causar impacto.

Isso que o autor desses vídeos faz não tem nada a ver com a verdade de estar congregado somente ao nome do Senhor e fora das denominações, e não endosso de maneira nenhuma o que ele ensina nos vídeos. Sou obrigado a dizer isto porque muitos têm escrito achando que eu e ele estaríamos falando as mesmas coisas. De maneira nenhuma.

O vídeo que você indicou, no qual ele procura atacar o catolicismo (ao falar do feriado de Corpus Christi misturando mitologia com catolicismo) e o protestantismo e a Bíblia (ao insinuar que o texto da Bíblia protestante seria falso por ter vindo do catolicismo), é um exemplo de sua tentativa de confundir as pessoas. Dá para perceber que falta a ele conhecimento da Bíblia, das traduções e versões, e de idiomas. Por isso tira conclusões equivocadas e tenta passar a ideia de que a Bíblia que hoje os cristãos não-católicos utilizam foi adulterada com inserções que falam da ceia do Senhor.

Eu teria ignorado o assunto todo como uma grande bobagem, não fosse o número de cristãos sinceros que me escrevem com dúvidas geradas por esses vídeos.

No vídeo em que critica a ceia e diz que é uma invenção do catolicismo, ele encerra passando um vídeo satânico com uma música satânica em latim tentando fazer o espectador acreditar que que aquilo teria sido produzido pelo catolicismo romano. Sua conversa pode parecer convincente, já que todos irão associar o latim com as antigas missas do catolicismo e concluir que a música que toca no vídeo, com a letra que ele traduz na legenda, seria uma música católica.

Mentira deslavada. A música em latim é "Ave Satani", de autoria de Jerry Goldsmith, e faz parte da trilha do filme de 1976 "The Omen" (no Brasil "A Profecia"" (que teve um "remake" em 2006). Jerry Goldsmith ganhou o Oscar pela trilha sonora. A banda metaleira "Fantomas" regravou isso em 2001 e é uma faixa do álbum "The Director's cut". Tem tudo a ver com satanismo, mesmo porque esse é o tema do filme, e não algo vindo do catolicismo.

Separar a música do filme e tentar apresentá-la como algo com conexão com o catolicismo (por estar em latim) e associá-la à ceia do Senhor (que o autor dos vídeos diz ser uma adulteração dos textos originais) é claramente uma manipulação enganosa, para a qual não vejo outro objetivo senão confundir cristãos sinceros sob o pretexto de estar mostrando uma "verdade oculta". Antes de me converter estive envolvido com ocultismo e fiquei vacinado contra qualquer um que hoje queira me apresentar alguma "verdade oculta".

Não perca o seu tempo com esses vídeos. Eles negam muita coisa que é bíblica por pura ignorância. Se você disse que estava com um pé atrás, coloque agora os dois pés atrás. Essa conversa de que a passagem da ceia teria sido inserida na Bíblia é pura balela de quem não conhece a Bíblia e mal conhece a língua portuguesa, como explico em uma resposta que dei sobre o mesmo assunto a outro correspondente neste link: http://www.respondi.com.br/2010/08/partir-o-pao-na-ceia-significa-repartir.html

Portanto muito cuidado com quem fala mal das denominações e busca fundamentar suas afirmações em outras coisas que não sejam a Bíblia. Não perca tempo com esses vídeos. Seu objetivo é causar impacto sem se preocupar em usar de manipulações e engano para atingir seus objetivos. Para entendermos a Palavra de Deus e detectarmos erros dos ensinos humanos é preciso comparar coisas espirituais com coisas espirituais, e não tentar buscar na mitologia grega ou seja lá onde for alguma fundamentação para nossas alegações.

1Co 2:13 As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais.

A conversa de que a Bíblia foi adulterada causa muito sucesso entre céticos, porém para poder se afirmar algo assim é preciso apresentar o texto original não manipulado. Como alguém pode dizer que algo foi adulterado se não tem o original para comparar?

Se você for do tipo "presa fácil" das teorias conspiratórias é bom ler também os links abaixo:

Os caixões do FEMA são para extermínio?
Os afloramentos do Mar Morto são o cumprimento da profecia?
Existe uma conspiração para dominar o mundo?
Jesus era casado com Maria Madalena?
Obama aprovou a lei do chip?
Os islamitas vão dominar a população mundial?
O que você pensa do acelerador de partículas?
O que responder aos professores?
Você acredita na descoberta da Arca da Aliança?
Devo me preocupar com documentários sobre o fim do mundo?

Não serei salvo se não pronunciar o nome original de Jesus?
O nome de Jesus só pode ser pregado em hebraico?
O ladrão se converteu por ter escutado o nome "Yeshua"?
Será que não creio no verdadeiro Jesus?

A ceia do Senhor seria apenas simbólica?


(Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana