fonte

Por que o cego foi expulso pelos judeus em João 9?



https://youtu.be/liCH-y6V3qc

Os religiosos de sua época não podiam entender como é que o Senhor podia fazer tal milagre fora do sistema que eles tanto prezavam. O cego também não entendia muita coisa a princípio, mas de uma coisa ele tinha certeza: ele era cego, mas agora enxergava. Seus pais, por prezarem mais a religião exterior do que a verdadeira obra que Deus estava fazendo, não querem ficar mal com os sacerdotes e fariseus, e nada dizem. Muitas vezes não encontramos apoio para nossa fé nem mesmo entre os familiares.

O cego acaba sendo expulso com a alegação de que ele, que era nascido em pecado, estava querendo ensinar os mestres de Israel. E era exatamente isto: somente aquele que tomou consciência do seu pecado pode compreender alguma coisa de Deus. Paulo, que era um mestre em Israel, considerou tudo aquilo como esterco depois que entendeu que, dentre os pecadores, ele era o principal.

Mas o ponto onde quero chegar é que foi só depois de ser expulso, só depois de ser colocado fora do sistema religioso de sua época, é que o ex‑cego conhece de um modo mais completo Aquele que o havia curado. "Jesus ouviu que o tinham expulsado, e, encontrando‑o, disse‑lhe: Crês tu no Filho de Deus? Ele respondeu, e disse: Quem é ele, Senhor, para que nEle creia? E Jesus lhe disse: Tu já O tens visto, e é Aquele que fala contigo. Ele disse: Creio, Senhor. E O ADOROU" (Jo 9.35‑38).

Uma adoração completa não teria sido possível enquanto ele fosse cego, figura do estado em que nos encontramos quando ainda incrédulos. Mas também, mesmo de pois de estar enxergando, ele continuava em um sistema religioso que, embora zelosos de Deus e portadores das Escrituras, não reconhecia plenamente os direitos e reivindicações de Cristo. Foi preciso que saísse, ou fosse expulso, para conhecer melhor o Filho de Deus. E o Senhor sabia que o tinham expulsado, sabendo também que ele havia permanecido numa posição de corajosa fé diante dos líderes religiosos, não temendo as consequências. E o Senhor certamente deu‑lhe uma medida especial de revelação, pois aquele homem entende que Ele era Deus, e prostra‑se aos Seus pés em adoração.

Quão precioso é isto; podermos adorar o Senhor fora de tudo o que foi instituído pelo homem; podermos permanecer firmes, mesmo diante de todos os ataques, professando: Eu era cego e agora vejo!

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça