As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Por que o Senhor nao nos deu a opcao de nao existir?



https://youtu.be/l3wl1TgdYgk

Você pergunta por que o Senhor não nos deu opção de não existir, considerando que ele é onisciente e sabia de antemão que muitos de seus seres criados odiariam a ideia de existir. Você diz que gostaria de ter continuado fazendo parte do nada, de não estar aqui, pois odeia viver e sempre pensa em suicídio

Sua dúvida é curiosa, pois como você poderia ter tido essa opção de nunca existir se nunca tivesse existido? Você não poderia saber o que é existir se não tivesse nascido, assim como o Senhor em quem creio e a quem sirvo não sabia o que era ser humano, até vir em carne e passar por toda dificuldade de alguém vivendo neste mundo. Ou melhor, passar por uma dificuldade ainda maior, já que ele, ao contrário de nós, era completamente puro e sem pecado vivendo em um mundo arruinado e cercado de pecadores.

Se você algum dia tiver crido em Cristo como seu Salvador saberá que mesmo antes de existir ele já tinha escolhido você para uma eternidade de bênção, alegria e paz, sem ter nenhum pecado de que se lamentar. Um filme de 90 minutos, filmado a 24 frames ou quadros por segundo, costuma ter um total de 129.600 frames. Nosso olho não é capaz de ver quadro a quadro, pois eles passam tão rápidos que acabamos enxergando o movimento ilusório que criam. Se em um filme de 90 minutos um quadro é quase imperceptível, como seria comparar o "quadro" de uma vida com a eternidade que Deus coloca diante dos salvos pela fé em Cristo. Isso dá para perceber a insignificância que a vida tem quando olhamos para o filme todo.

"Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor... Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados. Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." (Ef 1:4; Rm 8:14-18).

Ao entender estas coisas você também saberá que a vida que tem agora não lhe pertence, mas pertence a Deus e é somente ele quem tem o direito de tirá-la. Daniel, no versículo 23 de seu capítulo 5, aparece dizendo ao rei Belsazar: "Deste louvores aos deuses de prata, de ouro, de bronze, de ferro, de madeira e de pedra, que não vêem, não ouvem, nem sabem; mas a Deus, em cuja mão está a tua vida, e de quem são todos os teus caminhos, a ele não glorificaste.". E Jó, um homem temente a Deus que passou por sofrimentos inimagináveis, disse: "Quem não entende, por todas estas coisas, que a mão do Senhor fez isto? Na sua mão está a alma de tudo quanto vive, e o espírito de toda a carne humana." (Jó 12:9-10).

O recado que o Espírito Santo dá a você e a cristãos desanimados e pensando em desistir é este: "Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus." (1 Co 6:19-20).

Você ficará surpresa com esta releitura da passagem no evangelho quando enxergada do ponto de vista de uma tentação de suicídio, pois era isso mesmo que Satanás queria que acontecesse com Jesus quando sugeriu que pulasse do alto do Templo, uma queda à qual um ser humano não sobreviveria.

"Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra. Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus." (Mt 4:5-7).

O carcereiro de Filipos também decidiu se suicidar quando viu as grades da prisão abertas. Ele sabia que seria responsabilizado pela fuga dos prisioneiros e isso significava que antes de ser morto segundo a lei romana, seria torturado, para saberem se não tinha recebido propina para libertá-los. Sua família seria desterrada, e ele não viu alternativa a não ser usar a espada para tirar a própria vida.

"E, acordando o carcereiro, e vendo abertas as portas da prisão, tirou a espada, e quis matar-se, cuidando que os presos já tinham fugido. Mas Paulo clamou com grande voz, dizendo: Não te faças nenhum mal, que todos aqui estamos. E, pedindo luz, saltou dentro e, todo trêmulo, se prostrou ante Paulo e Silas. E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. E lhe pregavam a palavra do Senhor, e a todos os que estavam em sua casa. E, tomando-os ele consigo naquela mesma hora da noite, lavou-lhes os vergões; e logo foi batizado, ele e todos os seus. E, levando-os à sua casa, lhes pós a mesa; e, na sua crença em Deus, alegrou-se com toda a sua casa." (At 16:27-34).

Felizmente Paulo e Silas foram rápidos e aquele rude carcereiro receberia, não apenas a salvação eterna, mas também uma vida com propósito e significado no restante de seus dias. Quando você ler a carta de Paulo aos Filipenses verá que é uma das mais lindas cartas de Paulo e tudo nela mostra o apóstolo agradecendo o amor e gentileza daqueles irmãos. E quem eram aqueles irmãos? Muito provavelmente Lídia, comerciante de púrpura, a jovem liberta de um demônio que a fazia andar como louca gritando pelas ruas, e um carcereiro, embrutecido por sua profissão. Que doce deve ter sido para essas pessoas ouvirem as palavras do apóstolo em sua carta:

"Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós... Pela vossa cooperação no evangelho desde o primeiro dia até agora... Como tenho por justo sentir isto de vós todos, porque vos retenho em meu coração, pois todos vós fostes participantes da minha graça, tanto nas minhas prisões como na minha defesa e confirmação do evangelho. Porque Deus me é testemunha das saudades que de todos vós tenho, em entranhável afeição de Jesus Cristo... Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados... Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco." (Fp 1:3-9).

Você já viu um filme que começou bem chato e você quase desistiu, mas deixou rolar para ver o final e se surpreendeu? Pois é, não julgue o filme de sua vida pelo começo ou por uma ou outra frame ou quadro desfocado. Se você ainda não se converteu a Cristo então pode apostar que por mais que o filme tenha sido bonitinho aqui, no final vai virar filme de terror, pois "horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo" (Hb 10:31).

Mas se já tiver recebido o perdão de todos os seus pecados pela fé em Jesus e sua obra no Calvário, saiba que o que espera por você é o mesmo que Paulo estava esperando, e ele teve até uma amostra grátis disso em vida, mas era algo tão inacreditável que sequer poderia ser traduzido em palavras. Vamos deixar que ele mesmo nos diga com foi:

"Se é necessário que me glorie, ainda que não convém, passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos, foi arrebatado até ao terceiro céu (se no corpo ou fora do corpo, não sei, Deus o sabe) e sei que o tal homem ( se no corpo ou fora do corpo, não sei, Deus o sabe ) foi arrebatado ao paraíso e ouviu palavras inefáveis, as quais não é lícito ao homem referir." (2 Co 12:1-4).

Mas antes das cenas com as quais Paulo ocupava suas expectativas ele seria degolado, o que não deve ter sido muito confortável. Digo isto porque um degolado ainda pode continuar consciente e enxergando tudo por alguns segundos até seu cérebro parar de receber irrigação de sangue. Dr. Beaureux, um médico que em 1905 observava a cabeça do criminoso Henri Languille, executado na guilhotina, registrou que nos 25 a 30 segundos após a decapitação o homem abriu seus olhos e por duas vezes olhou em direção ao médico quando este o chamou pelo nome.

Não sabemos como Paulo se sentiu, mas podemos ter certeza que por mais traumática que tenha sido a saída de seu espírito de seu corpo, não demorou para ele ver o que tanto esperava, o Senhor, que ele chamou de "incomparavelmente melhor".

"Segundo a minha ardente expectativa e esperança de que em nada serei envergonhado; antes, com toda a ousadia, como sempre, também agora, será Cristo engrandecido no meu corpo, quer pela vida, quer pela morte. Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro. Entretanto, se o viver na carne traz fruto para o meu trabalho, já não sei o que hei de escolher. Ora, de um e outro lado, estou constrangido, tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor." (Fp 1:20-23).

Mas não foi por suas próprias mãos que Paulo determinou o momento e o meio de sua morte, tirando a própria vida, pois ele sabia que sua vida pertencia a Deus e somente ele poderia determinar como e quando ela seria tirada. Como escreveu João, "nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele" (1 Jo 3:15).

por Mario Persona


Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)


Mais acessadas da semana