fonte

Como pode o bom Jesus querer matar seus inimigos?



https://youtu.be/uopWW2GsLn8

Você pergunta se teria ocorrido algum erro de tradução da Bíblia em Lucas 19:27? Segundo você não faria sentido aquele Jesus que impediu que uma mulher pecadora fosse apedrejada ser o mesmo que deseja a morte de seus inimigos. A passagem é esta: "E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim." (Lc 19:27).

Quando Jesus estava no mundo ele estava em graça oferecendo perdão e salvação aos pecadores. É o que diz logo na abertura do Evangelho de João, o Evangelho que revela que Jesus é Deus e Homem. Os outros três evangelhos revela, respectivamente, seu caráter como Rei de Israel, Servo e sua Humanidade.

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade. Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo." (Jo 1:14-15).

Esse caráter do Filho de Deus vindo em graça para salvar é apresentado em mais detalhes no capítulo 3 do mesmo Evangelho, quando é revelado que a serpente de bronze que o Senhor ordenara a Moisés para que fosse feita, colocada na ponta de uma haste e levantada diante do povo ferido pelas serpentes, era figura do mesmo Jesus. A passagem deixa muito claro que ele vinha para salvar, e não para julgar e condenar o mundo que já estava condenado pelo pecado.

"E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus." (Jo 3:14-21).

Mas quando Cristo voltar para julgar as nações a mamata vai acabar e ele não irá passar a mão na cabeça de ninguém. Cristo virá com a aparência que João o descreve no Apocalipse, uma imagem tão aterradora que faz João despencar de pavor:

"E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro. E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve, e os seus olhos como chama de fogo; e os seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, e a sua voz como a voz de muitas águas. E ele tinha na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois fios; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece. E eu, quando vi, caí a seus pés como morto; e ele pós sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o último; e o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno." (Ap 1:13-18).

Ele aparecerá, não mais vestido como um humilde filho de carpinteiro, mas como o Filho do Homem, sua designação de um Juiz que pode julgar perfeitamente a humanidade por ter participado dela. Ele está vestido como um Juiz e traz um cinto de ouro cingindo seu peito, símbolo de justiça e fidelidade. Seu cabelo branco como a lã simboliza a eternidade de sua pessoa e de sua experiência, que sobrepuja a de qualquer ser humano mortal. Em algumas cortes os juízes usam uma peruca branca, em outras existe uma idade mínima para ser juiz, mas Cristo virá como o Juiz mais antigo e experiente que já existiu. Ele é o "ancião de dias" de Daniel 7:9.

Seus olhos são como chama de fogo, e numa linguagem moderna da ficção científica seria como dizer que ele têm visão de raios X e raio laser, capaz de penetrar mentes e corações. Sua radiografia da humanidade é perfeita, nada lhe escapa, e todos os pecados estão claramente visíveis como enormes tumores na alma humana. Na Bíblia o latão ou bronze reluzente nos fala de juízo, e assim são seus pés, a parte onde o corpo começa, significando que ele é um Juiz justo desde suas raízes. Sua voz como o ruído das ondas do mar ou de uma enorme catarata nos fala do poder de sua sentença que pode ser ouvida de longe.

Sua honra, poder, posse e controle estão tipificados nas sete estrelas que segura em sua mão. Quando Deus criou o Universo deu as estrelas como guias para os homens, e elas são usadas até hoje, até mesmo na navegação das naves e sondas espaciais. Numa imitação das obras de Deus o homem criou satélites e os colocou como estrelas artificiais no céu, que agora o ajudam a navegar por ruas e estradas. Cristo detém o controle das próprias estrelas nas quais os homens deviam confiar para chegar ao seu destino. Ele é quem tem a posse e controle do destino de cada um.

De sua boca saía uma aguda espada de dois fios, e espadas não foram feitas para enfeitar vitrines e paredes em castelos e museus. Espadas são armas feitas para matar, e é assim que ele voltará para matar seus inimigos. Romanos 13:4 diz que a autoridade humana traz a espada como instrumento de repreensão. "Não é sem motivo que ela traz a espada; pois é ministro de Deus, vingador, para castigar o que pratica o mal.". A espada é vista saindo de sua boca porque basta uma palavra sua para lavrar sentença de condenação eterna para os pecadores que não quiseram aceitá-lo como Salvador.

Finalmente o seu rosto é como o Sol, quando na sua força resplandece. Para quem vive neste planeta não existe poder maior que o sol, que possibilita a vida aqui e sem o qual a vida na terra começaria a desaparecer oito minutos depois de o sol se apagar. A potência daquela bola de fogo pode também fazer a vida cessar num instante, caso a terra saia de sua órbita e se aproxime demais dessa estrela, ou uma de suas labaredas venha a lamber a terra.

João, quando viu a Cristo nessa configuração, na qual voltará para julgar o mundo, ficou aterrorizado. "E eu, quando vi, caí a seus pés como morto". Mas recebeu do Senhor um toque de sua mão e palavras de encorajamento: "E ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o último, e o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno (hades)".

Essa mesma mão é a que ele usa para consolar cada um que um dia creu nele como Salvador, foi perdoado de seus pecados e liberto das cadeias de Satanás. O amor eterno de Deus alcançou e adquiriu para si miríades de pessoas que se deixaram embalar por esse amor e hoje não temem a morte e o juízo pois foram libertas de uma coisa e de outra.

"E vimos, e testificamos que o Pai enviou seu Filho para Salvador do mundo. Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus. E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem está em amor está em Deus, e Deus nele. Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo. No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor. Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro." (1 Jo 4:14-19).

O mesmo não pode ser dito dos que rejeitaram e continuam rejeitando a Cristo. Ele, e só ele, tem "as chaves da morte e do inferno", o que equivale dizer que aquele suposto médium que prometeu trazer sua mãe de volta numa sessão espírita está sendo enganado por demônios ou não passa de um mentiroso sem escrúpulos. Somente Jesus, e mais ninguém, tem essas chaves.

Então, se um dia você conheceu a Jesus como aquele Ser bondoso e amável, que impediu o apedrejamento de uma pecadora quando esteve aqui, é melhor ir se acostumando com a ideia de que ele nunca mais voltará assim. Já veio, mostrou graça a todos os homens, porém foi rejeitado e pregado numa cruz. De nada vale você pendurar na parede um quadro com o rosto bondoso de um homem de expressões piedosas, porque se um dia o conhecemos assim, já não o conhecemos desse modo. "Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo." (2 Co 5:16). Para os seus, porém, os que foram salvos e purificados por seu sangue, ele revela que agora podemos chamar a Deus de Pai, privilégio que ninguém mais tem.

Mas quando ele vier para julgar as nações será bem no estilo da parábola que contou e que surpreendeu você por não parecer a mesma pessoa. "E quanto àqueles meus inimigos que não quiseram que eu reinasse sobre eles, trazei-os aqui, e matai-os diante de mim." (Lc 19:27). Se você achou que o Jeová do Antigo Testamento era severo demais ainda não viu nada. Jeová não era cruel, era justo, mas ainda tratava com paciência para com uma humanidade extremamente corrupta e avessa ao seu Criador. O mesmo Jeová do Antigo Testamento é o humilde Jesus dos evangelhos e deste período atual de extrema graça. Mas ele voltará como o Filho do Homem da visão aterradora de João para julgar o mundo e seus habitantes, e aí a coisa vai pegar, porque não haverá onde se esconder.

"E seguia-o grande multidão de povo e de mulheres, as quais batiam nos peitos, e o lamentavam. Jesus, porém, voltando-se para elas, disse: Filhas de Jerusalém, não choreis por mim; chorai antes por vós mesmas, e por vossos filhos. Porque eis que hão de vir dias em que dirão: Bem-aventuradas as estéreis, e os ventres que não geraram, e os peitos que não amamentaram! Então começarão a dizer aos montes: Caí sobre nós, e aos outeiros: Cobri-nos. Porque, se ao madeiro verde fazem isto, que se fará ao seco?" (Lc 23:27-31).

Quando ele veio ao mundo era o "madeiro verde", maleável e cheio de vida, para o qual os homens não atentaram e condenaram à morte. O madeiro "seco" são os judeus em sua incredulidade, que acompanhados de outros povos que rejeitaram a Jesus serão condenados às chamas eternas. O que se fará ao madeiro "seco"? O mesmo que fazemos com a lenha quando está bem seca, é lançada ao fogo.

Não sei que tipo de evangelho pregaram para você, se foi algo do tipo "paz e amor" como é o caso em muitas religiões que evitam falar de coisas desagradáveis e cujos pregadores falam mais de psicologia humana, vida social, problemas no casamento, educação de filhos etc. e passam ao largo de pregações que possam constranger seus ouvintes com coisas desagradáveis como pecado e condenação. Se assim foi, temo dizer que você foi enganado porque não contaram a história toda. Existem as consequências para os que rejeitam a Cristo e era disso que João Batista falava em sua pregação convidando os judeus a se arrependerem:

"E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo. E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo. Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará." (Mt 3:10-12).

Era disso também que Jesus falava quando anunciava que no juízo final não haverá isenção nem para os pensamentos pecaminosos daqueles que não aceitaram a graça de Deus para serem salvos.

"Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo. Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno... Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons... Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo... E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa semente, é o Filho do homem; o campo é o mundo; e a boa semente são os filhos do reino; e o joio são os filhos do maligno; o inimigo, que o semeou, é o diabo; e a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos. Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo. Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles colherão do seu reino tudo o que causa escândalo, e os que cometem iniquidade. E lança-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes. Então os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça... Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno. E, se o teu olho te escandalizar, arranca-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno... Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos... Onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga." (Mt 5:21-22; 7:17-19; 13:37-43; 18:8-9; 25:41).

Você não ganhará o Nobel do "Politicamente Correto" pregando o evangelho genuíno, que inclui não apenas o amor de Deus para com os pecadores em seu desejo de salvar, porque "Deus é amor", mas também o juízo severo contra os que rejeitam sua graça e seu amor, preferindo confiar em si mesmos, em suas religiões e filosofias vazias. "Porque o nosso Deus é um fogo consumidor." (Hb 12:29). O que há no horizonte não é um mundo de paz e prosperidade, ao menos no curto prazo. Pelo contrário, esta terra irá sofrer como nunca sofreu no passado.

"E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas. Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas. E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória... Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários... Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste. Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio, mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios. Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz. E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor." (Lc 21:25-27; Hb 10:27; 2 Pe 3:3-15).

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça