fonte

Porque alguns só usam da Bíblia o que lhes interessa?



https://youtu.be/fh6P-Cr-LCQ

Você escreveu perguntando a razão de grupos seculares e mundanos, como comunistas, feministas, LGBTs, políticos e outros, têm o costume de citar a Bíblia de forma seletiva só naquilo que lhes interessa. Enquanto isso, os cristãos genuínos creem que toda a Palavra é inspirada por Deus, e não apenas os livros que convêm às coisas deste mundo.

 Você continua dizendo que membros de grupos homossexuais usam os evangelhos, porém evitam passagens que condenam suas práticas. O mesmo acontece com espíritas, que evitam as partes que condenam a necromancia, e os políticos, que passam por alto nas passagens que falam da responsabilidade dos governantes.

A verdade é que isso não é novo e nem exclusividade de grupos seculares, mas também envolve muitos que se dizem tementes a Deus. Já nos tempos de Jesus na terra isso era feito pelos fariseus, e ele denunciou o modo como malandramente negavam a Palavra de Deus para satisfazer seus interesses. Esta passagem é um exemplo disso:

"Depois perguntaram-lhe os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos antigos, mas comem o pão com as mãos por lavar? E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, Mas o seu coração está longe de mim; em vão, porém, me honram, Ensinando doutrinas que são mandamentos de homens. Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens; como o lavar dos jarros e dos copos; e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição. Porque Moisés disse: Honra a teu pai e a tua mãe; e quem maldisser, ou o pai ou a mãe, certamente morrerá. Vós, porém, dizeis: Se um homem disser ao pai ou à mãe: Aquilo que poderias aproveitar de mim é Corbã, isto é, oferta ao Senhor; nada mais lhe deixais fazer por seu pai ou por sua mãe, invalidando assim a palavra de Deus pela vossa tradição, que vós ordenastes. E muitas coisas fazeis semelhantes a estas." (Mc 7:5-13).

Não são apenas grupos declaradamente avessos à Palavra de Deus e a obedecê-la que usam seletivamente a Bíblia apenas naquilo que lhes convém. Existe uma tendência até mesmo na religião institucionalizada de fazer o mesmo, usando do argumento de que nem tudo o que está na Bíblia é Palavra de Deus. Não faz muito tempo até uma religião tão legalista quanto a CCB alterou seus "Pontos de Doutrina" e censurou alguns hinos de seu hinário que continham a frase "a Bíblia é a Palavra de Deus". Agora professam que "a Bíblia CONTÉM a Palavra de Deus".

O argumento é que passagens como a de Gênesis, quando o diabo fala a Eva, não seria a Palavra de Deus, mas a Palavra de Satanás. Eu não sei se é apenas ignorância ou maldade deliberada que faz alguém não perceber que jamais saberíamos o que o diabo disse, a menos que o próprio Espírito Santo de Deus nos contasse em sua Palavra. A menos que alguém tenha recebido um WhatsApp de Satanás contando o que ele falou lá no Éden, nós só sabemos da conversa porque a ouvimos diretamente de Deus, portanto, da Palavra de Deus.

Ao considerar a Bíblia sujeita ao juízo do leitor para decidir o que nela é ou não Palavra de Deus, qualquer um fica muito muito à vontade para escolher as passagens que lhe agradam, as quais evidentemente não serão as mesmas de pessoas com outros gostos e opiniões. Aliás, isso também é feito usando de outra estratégia que já vi muitos cristãos professos utilizarem. Ao apontar para uma passagem na Bíblia a pessoa retruca: "Ah, mas isso não é a Palavra de Deus, isso é a Palavra de Paulo".

Nessa hora eu fico espantado com a capacidade da pessoa de reconhecer passagens que têm a caligrafia de Deus e as que têm a caligrafia dos apóstolos e profetas. Mas espere um pouco! Deus pode até escrever direito por linhas tortas, mas na Bíblia temos pouquíssima coisa escrita diretamente pela mão de Deus: Os dez mandamentos escritos pelo Senhor duas vezes em tábuas de pedra em Êxodo 24 e 31, a frase escrita na parede do palácio de Belsazar, "MENE, MENE, TEQUEL, UFARSIM" em Daniel 5, e quando Jesus foi visto escrevendo sobre a terra em João 8. Pode existir alguma outra que não me ocorre agora.

Os que negam a inspiração divina dos escritos de Paulo ignoram que ele foi inspirado por Deus para revelar a Palavra, e homens assim são chamadas por Pedro de "indoutos e inconstantes", que é uma maneira educada de chamá-los de ignorantes e "maria-vai-com-as-outras". Afinal, o próprio Pedro coloca os escritos de Paulo no mesmo patamar de inspiração com as "outras Escrituras", referindo-se ao cânon inspirado do Antigo Testamento. Veja estas passagens:

"Por isso também damos, sem cessar, graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade), como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes." (1 Ts 2:13).

"E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição." (2 Pe 3:15-16).

Muitos tentam se opor a esse costume de se excluir coisas da Bíblia citando Apocalipse 22:18-19, mas o problema é que a passagem não fala do livro "Bíblia", porque tal livro nem existia quando foi escrito o livro de Apocalipse, que é ao qual o Senhor está se referindo ali.

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; e, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro." (Ap 22:18-19).

Timóteo foi avisado por Paulo que esses desvios aconteceriam, e como é triste vê-los acontecer principalmente dentro dos círculos chamados cristãos.

"Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas." (2 Tm 4:1-4).

"Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência." (1 Tm 4:1-2).

"Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; o qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema." (Gl 1:6-9).

"Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus." (Jo 8:47).

Existem muitas outras passagens com alertas semelhantes contra os que distorcem as Escrituras ou as negam sem qualquer vergonha, mas acredito que para uma alma sujeita ao Senhor e que teme sua Palavra estas serão suficientes.

"O que despreza a palavra perecerá, mas o que teme o mandamento será galardoado." (Pv 13:13).

A Bíblia é ou contém a Palavra de Deus?
Em que parte da Bíblia devemos crer?

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça