As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Devemos evitar o livro de Apocalipse?



https://youtu.be/wRVHml0ZAY4

Você contou que estava vendo um filme com sua sobrinha e ela perguntou sobre o fim do mundo. Então você teria explicado a ela por alto algumas passagens do livro de Apocalipse, mas outras você decidiu deixá-las de fora. Agora você está preocupado de perder sua salvação por ter tirado coisas do livro da profecia?

Sua dúvida surge, não apenas por causa da passagem a seguir, mas por ter sido erroneamente ensinado que um verdadeiro crente em Cristo seria capaz de perder ou invalidar sua salvação recebida por graça e pela fé. Vamos à passagem de Apocalipse 22:18-19:

"Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; e, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.".

O fato de você ter falado sobre o livro de Apocalipse para sua sobrinha e ter omitido algumas passagens da profecia não significa que tenha tirado coisas desse livro no sentido da advertência dada nele. A passagem fala dos que intencionalmente deturpam a Palavra de Deus, como estavam fazendo os judeus nos tempos do profeta Ezequiel, dizendo que as profecias não iriam se cumprir ou que eram para tempos ainda muito distantes. Muitos hoje fazem isso, como Pedro alertou que aconteceria.

"Porque eu, o Senhor, falarei, e a palavra que eu falar se cumprirá; não será mais adiada; porque em vossos dias, ó casa rebelde, falarei uma palavra e a cumprirei, diz o Senhor Deus. Veio mais a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, eis que os da casa de Israel dizem: A visão que este tem é para muitos dias, e ele profetiza de tempos que estão longe. Portanto dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Não será mais adiada nenhuma das minhas palavras; e a palavra que falei se cumprirá, diz o Senhor Deus." (Ez 12:25-28).

"Amados, escrevo-vos agora esta segunda carta, em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero; para que vos lembreis das palavras que primeiramente foram ditas pelos santos profetas, e do nosso mandamento, como apóstolos do Senhor e Salvador. Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste. Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio, mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios. Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz.". (2 Pe 3:1-14).

Curiosamente Pedro coloca logo em seguida a essa advertência o aviso contra os que estavam deturpando os escritos do apóstolo Paulo, que em muitos momentos profetizou das coisas que acontecerão à Igreja, como o arrebatamento, a vinda do anticristo, a Grande Tribulação etc.

"E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição." (2 Pe 3:15-16).

Pedro reconhece a complexidade das coisas que o Espírito Santo deu a Paulo para escrever, mas os "indoutos e inconstantes" torciam seus escritos como faziam com outras Escrituras. Deste modo Pedro também atesta que os escritos de Paulo são tão inspirados quanto "as outras Escrituras", que hoje você pode incluir tanto o Antigo quanto o Novo Testamento.

Por "indoutos e inconstantes" que "torcem" ou "distorcem" as coisas que Paulo escreveu, entenda como sendo aqueles que dirão a você que Paulo era um solteirão frustrado que não gostava de mulheres, ou que as coisas que ele escrevia eram apenas costumes de dois mil anos atrás que já não serviriam para hoje, e coisas do tipo.

Quando alguém colocar em dúvida o ministério de Paulo, saia de perto daquela pessoa porque ela não reconhece as epístolas do apóstolo como Palavra de Deus. Nesta série de versículos Paulo faz apologia da autoridade que tinha de ministrar a Palavra de Deus que lhe foi revelada, algumas coisas até antes dos outros apóstolos.

"Porventura saiu dentre vós a palavra de Deus? Ou veio ela somente para vós?  Se alguém cuida ser profeta, ou espiritual, reconheça que as coisas que vos escrevo são mandamentos do Senhor. Mas, se alguém ignora isto, que ignore. Porque nós não somos, como muitos, falsificadores da palavra de Deus, antes falamos de Cristo com sinceridade, como de Deus na presença de Deus. Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. Regozijo-me agora no que padeço por vós, e na minha carne cumpro o resto das aflições de Cristo, pelo seu corpo, que é a igreja; da qual eu estou feito ministro segundo a dispensação de Deus, que me foi concedida para convosco, para cumprir a palavra de Deus; o mistério que esteve oculto desde todos os séculos, e em todas as gerações, e que agora foi manifesto aos seus santos; por isso também damos, sem cessar, graças a Deus, pois, havendo recebido de nós a palavra da pregação de Deus, a recebestes, não como palavra de homens, mas (segundo é, na verdade), como palavra de Deus, a qual também opera em vós, os que crestes." (1 Co 14:36-38; 2 Co 2:17; 4:2; Cl 1:24-26; 1 Ts 2:13).

Voltando à sua dúvida, não se preocupe em mostrar tudo o que diz a profecia bíblica, mesmo que tenha de simplificar suas palavras dependendo do grau de compreensão da pessoa a quem está ensinando. Mas eu diria que, ao dizer que tem receio de ter perdido a salvação, seu problema não está em falar ou não do livro de Apocalipse, mas de antes procurar obter essa certeza da salvação eterna. Se você ainda não sabe se será salvo ou não, como pode pregar salvação aos outros? Se alguém perguntasse se você tem certeza de que se eu crer em Jesus iria para o céu, e você responderia o quê?

Voltando aos judeus dos tempos de Ezequiel, o capítulo 12 daquele livro é uma das muitas provas do cumprimento da profecia bíblica. Ali ele descreve coisas que só iriam acontecer mais tarde, como a invasão de Jerusalém, a fuga do rei Zedequias por uma brecha no muro, sua captura por Nabucodonosor e sua cegueira imposta como castigo. Zedequias teria seus olhos arrancados depois de assistir à decapitação de seus filhos.

Se reparar na passagem a seguir verá que o que Deus manda Ezequiel fazer é o que hoje costumamos fazer usando a expressão: "Entende o que digo ou quer que eu desenhe?". Em muitas situações Deus ordenava que o profeta "desenhasse" a profecia, no sentido de fazer um teatro como se o profeta representasse Israel. Em outro livro Deus faz isso com Oseias, que precisou casar-se com uma prostituta para mostrar o sentimento de Jeová em relação à infidelidade de Israel. A Ezequiel Deus ordena:

"Faze para ti, à vista deles, uma abertura na parede, e tira-as para fora, por ali. Aos olhos deles, nos seus ombros, às escuras as tirarás, e cobrirás o teu rosto, para que não vejas a terra; porque te dei por sinal à casa de Israel." (Ez 12:5-6).

O cumprimento exato da profecia do capítulo 12 de Ezequiel você encontra nesta passagem:

"E sucedeu que, no nono ano do seu reinado, no mês décimo, aos dez do mês, Nabucodonosor, rei de Babilônia, veio contra Jerusalém, ele e todo o seu exército, e se acampou contra ela, e levantaram contra ela trincheiras em redor. E a cidade foi sitiada até ao undécimo ano do rei Zedequias. Aos nove do mês quarto, quando a cidade se via apertada pela fome, nem havia pão para o povo da terra, então a cidade foi invadida, e todos os homens de guerra fugiram de noite pelo caminho da porta, entre os dois muros que estavam junto ao jardim do rei (porque os caldeus estavam contra a cidade em redor), e o rei se foi pelo caminho da campina. Porém o exército dos caldeus perseguiu o rei, e o alcançou nas campinas de Jericó; e todo o seu exército se dispersou. E tomaram o rei, e o fizeram subir ao rei de Babilônia, a Ribla; e foi-lhe pronunciada a sentença. E aos filhos de Zedequias mataram diante dos seus olhos; e vazaram os olhos de Zedequias, e o ataram com duas cadeias de bronze, e o levaram a Babilônia." (2 Rs 25:1-7).

Mas repare que a profecia tinha também uma rota de escape proporcionada por Deus, conforme ele revelou ao profeta Jeremias para que falasse ao rei Zedequias. Caso ele se entregasse voluntariamente ao rei de Babilônia, nem ele e nem o povo sofreriam todos os terrores da invasão.

"Então Jeremias disse a Zedequias: Assim diz o SENHOR, Deus dos Exércitos, Deus de Israel: Se voluntariamente saíres aos príncipes do rei de Babilônia, então viverá a tua alma, e esta cidade não se queimará a fogo, e viverás tu e a tua casa. Mas, se não saíres aos príncipes do rei de Babilônia, então será entregue esta cidade na mão dos caldeus, e queimá-la-ão a fogo, e tu não escaparás da mão deles. E disse o rei Zedequias a Jeremias: Receio-me dos judeus, que se passaram para os caldeus; que estes me entreguem na mão deles, e escarneçam de mim. E disse Jeremias: Não te entregarão; ouve, peço-te, a voz do SENHOR, conforme a qual eu te falo; e bem te irá, e viverá a tua alma." (Jr 38:17-20).

Porém Zedequias temia mais a opinião pública do que a Palavra de Deus revelada pelo profeta, e assim tentou fugir ao invés de se entregar, tomando então o pior caminho previsto na profecia. Acaso não é isso o que muitos fazem hoje? Deixam de crer na Palavra de Deus para não ficarem mal aos olhos do povo? Preferem dar crédito à opinião pública do que a Deus? As consequências disso são inevitáveis, pois a maioria das pessoas não percebe que, quando saírem desta vida, não terão de dar contas de seus atos aos seus semelhantes e à opinião pública, mas a Deus.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana