As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Devemos protestar contra o que fizeram na inauguracao deste tunel?



https://youtu.be/HoL6uLgKvho

Você enviou o link para um vídeo da inauguração de um túnel dizendo achar muito estranho terem feito tal coisa. Este vídeo já me foi enviado várias outras vezes por outras pessoas, sempre no sentido de que nós, cristãos, deveríamos protestar contra esse tipo de coisa. Geralmente os canais que publicam o vídeo colocam títulos como "Ritual Diabólico na Inauguração de Túnel na Suíça", ou "Ritual Satânico da Maçonaria em Inauguração de Túnel Suíço". Também não faltam descrições como "Cerimônia Ocultista", "Ritual Illuminati", "Nova Ordem Mundial" etc.

Deixe-me ver se entendi. Você viu um vídeo de uma apresentação teatral na inauguração de um túnel e nesse vídeo as pessoas estão vestidas de demônios e coisas semelhantes (não vi inteiro) e quer abrir os olhos dos irmãos na fé. Abrir os olhos para quê, exatamente? Ora, você nunca viu nenhuma representação teatral com pitadas demoníacas e pessoas vestidas de bodes com chifres na cabeça? Elas estão perfeitamente de acordo com o mundo e o sistema do mundo que crucificou o Senhor. Ou acha que este mundo deveria se comportar como bons cristãos, quando nada mais são do que marionetes de Satanás e inimigos do Senhor?

"Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo. Do mundo são, por isso falam do mundo, e o mundo os ouve. Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro." (1 Jo 4:4-6).

Quem ainda não aprendeu que é de Deus e conhece a Deus, que já venceu o mundo, que é maior o Espírito Santo que traz dentro de si do que o espírito do anticristo que está no mundo, então ainda precisa se converter, ou ao menos ter um melhor discernimento da Palavra e da posição que o crente ocupa. Porque um verdadeiro crente em Cristo não leva dois segundos para rejeitar as coisas das trevas.

O pessoal que espalha protestos contra coisas assim não entende a cidadania celestial do crente e sua indignação é por achar que o mundo deveria virar cristão. Nem todos sabem que esta é a agenda por detrais da Teologia do Pacto, que prevê levar o evangelho a todo o mundo, não apenas visando a salvação das pessoas, mas principalmente a fim de preparar o mundo para Cristo vir reinar.

Essa ideia é tão absurda quanto achar que os cristãos seriam capazes de preparar qualquer coisa de bom quando interferem no andar da carruagem do mundo. Basta conhecer a história dos últimos dois mil anos de cristandade para perceber quantos erros foram cometidos em nome de Cristo sob o pretexto de tornar o mundo melhor e mais adequado à volta do Rei.

Nessa tentativa de conquistar o mundo a cristandade tentou diferentes estratégias. A primeira, ainda nos tempos do Imperador Constantino, foi tornar o cristianismo uma religião compulsória. Depois vieram as guerras contra os pagãos, as Cruzadas, os massacres de soldados do Papa para eliminar cristãos considerados hereges, as Inquisições, guerras "santas" etc.

Hoje as ações são mais no sentido de fincar bandeira na política, promover "marchas para Jesus", campanhas para "políticos cristãos", sustentar "bancadas evangélicas" e mais um monte de bobagens seguindo a maneira de Ló, aquele que representa o crente carnal (em contraste com Abraão, o pai da fé) e foi morar em Sodoma, querendo ser juiz por lá.

No capítulo 19 de Gênesis, quando Deus decide por um fim à iniquidade de Sodoma e Gomorra, "vieram os dois anjos a Sodoma à tarde, e estava Ló assentado à porta de Sodoma", o lugar onde na antiguidade se assentavam os juízes para julgar as demandas do povo. Quando os homens de Sodoma tentam invadir a casa de Ló para abusarem sexualmente dos homens que hospedou, sem saberem que eram anjos em forma humana, Ló desce ao mais baixo nível que um pai poderia descer: oferece suas filhas virgens para serem estupradas pelos sodomitas.

É aí que eles jogam na cara de Ló seu desejo de ser alguém na cidade que Deus já tinha destinado à destruição: "Eles, porém, disseram: Sai daí. Disseram mais: Como estrangeiro este indivíduo veio aqui habitar, e quereria ser juiz em tudo?" (Gn 19:9). Isso dá a real perspectiva que um cristão deve ter neste mundo, ou seja, não querer ter aqui uma posição que o Senhor não teve, e nem desejar melhorar um mundo que está fadado ao juízo e destruição, como Pedro descreve no capítulo 3 versículos 5 ao 10 de sua segunda epístola:

"Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste. Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio, mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios. Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se. Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão..." — inclusive o túnel suíço.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana