As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

O diabo não tem poder?



https://youtu.be/UibPcqkG0YQ

Você escreveu dizendo o seguinte: "O diabo não tem nada, ele é nada, não tem poder nenhum. Pois o Eterno de Israel é que é O Poder. A hora que o Eterno de Israel quiser destrói ele.". Um dos maiores erros é ignorar ou desprezar o poder do inimigo. Exércitos inteiros foram destruídos por isso, civilizações desapareceram e adestradores de serpentes morreram envenenados.


Satanás tem SIM poder, mas é subordinado ao Senhor. Ele nada pode fazer que não seja permitido por Deus, e principalmente não pode tocar num crente sem obter permissão, como aprendemos dos dois primeiros capítulos do livro de Jó. Mas negar que ele tenha poder é como brincar com a serpente achando que ela não pode picar. Um grande erro é negar a existência de Satanás, outro é negar seu poder.

O diabo mostrou seu poder ao usar os magos de Faraó para imitarem o poder de Deus nas pragas sobre o Egito. Ele teve poder para afligir Paulo com um espinho na carne, que chama de "mensageiro de Satanás". Ele foi autorizado a usar seu poder para afligir Jó e matar seus filhos movimentando o ar de forma sobrenatural, em um vento que vinha de quatro direções ao mesmo tempo. "Eis que um grande vento sobreveio dalém do deserto, e deu nos quatro cantos da casa, que caiu sobre os jovens, e morreram" (Jó 1:19). Ele foi capaz de fazer isso por ser o príncipe do poder do ar, "o príncipe das potestades do ar". (Ef 2:2).

Foi o poder de Satanás sobre os ventos que produziu uma tempestade na tentativa de impedir que Jesus atravessasse o mar e libertasse o gadareno possesso de demônios. "E, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram; e eis que no mar se levantou uma tempestade, tão grande que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo. E os seus discípulos, aproximando-se, o despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos! que perecemos. E ele disse-lhes: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se uma grande bonança. E aqueles homens se maravilharam, dizendo: Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?" (Mt 8:23-27).

Se os ventos e o mar, cujas ondas são produzidas pelos ventos que, por sua vez, é o "príncipe deos poderes do ar" deviam obediência ao Senhor, nada que Satanás possa fazer escapa do controle dele. Mesmo assim devemos lembrar que somente um ser com grande poder seria capaz de transportar Jesus do deserto ao ponto mais alto do Templo e também a um alto monte para tentá-lo.

"Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo... Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo... Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles." (Mt 4:1-8).

Portanto, negar o poder de Satanás não é a solução para livrar-se dele. A solução bíblica é admitir seu poder e permanecer em comunhão com o Senhor para não sofrer as consequências desse poder, e mesmo quando sofremos, sabermos que seu poder não pode ser aplicado sobre o crente sem a expressa permissão de Deus. Se o diabo e seus asseclas não tivessem poder, para quê precisaríamos ser exortados para vestirmos uma armadura para lutar contra ele e seus anjos? Mas a Palavra de Deus nos ensina, não apenas a nos revestirmos desta ou daquela proteção, mas de TODA a armadura de Deus:

"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; e calçados os pés na preparação do evangelho da paz; tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos." (Ef 6:11-18).

Devemos também ter em mente que Satanás está sempre ativo para tentar impedir a obra de Deus neste mundo, e quando o Senhor permite ele consegue fazer isso, como foi o caso com Paulo: "Por isso bem quisemos uma e outra vez ir ter convosco, pelo menos eu, Paulo, mas Satanás no-lo impediu." (1 Ts 2:18).

Mas aprendemos também que aquilo que Deus não permite é o que ele não queria que fosse feito naquele momento, pois podem existir até situações que achamos ser obra de Deus, mas o próprio Espírito de Deus impede que seja feita. Foi assim com Paulo e com os que o acompanhavam: "E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia. E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu." (At 16:6-7). Por isso é bom não acharmos que estamos no controle da situação, porque não existe controle e nem controlador que não seja Deus.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana