fonte

Como detectar um falso profeta?



https://youtu.be/1HjiB-jsurc

Em uma palestra que ministrou em um banco nos Estados Unidos, um agente do FBI disse que para se detectar dinheiro falso é preciso conhecer muito bem o verdadeiro. A dica vale também para a detecção de pessoas que se declaram ou são aclamadas como profetas, bem suas práticas e doutrinas: É preciso conhecer a Palavra de Deus muito bem para que tudo o que é falso neles logo salte aos olhos.

De uma maneira geral quando o sujeito se declara profeta aí que ele não é coisa alguma. E se colocar um título de "Apóstolo" antes do nome pode arquivar na pasta de "Fraudes". Existiam requisitos para o apostolado, e estes eram ter visto o Senhor (1 Co 9:1; 1 Co 15:8), ter sido escolhido pelo Senhor (Lc 6.13; Jo 6.70; At 9.15; 22.2-13), ter testemunhado sua ressurreição (At 1.22; 1 Co 15.8,15), ter lançado e formado o alicerce da Igreja, da qual Jesus é a Pedra angular (1 Co 3.10; Ef 2.20). Qualquer pessoa que não cumpra tais requisitos não é um apóstolo; é um impostor. (Ap 2.2; 2 Co 11.13-15; 2 Tm 3.13).

Os verdadeiros profetas nunca glorificam a si mesmos. Eles jamais ousam roubar para si a glória que pertence a Deus, e a atitude de Pedro é exemplo disso: "E aconteceu que, entrando Pedro, saiu Cornélio a recebê-lo, e, prostrando-se a seus pés o adorou. Mas Pedro o levantou, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem." (At 10:25-26).

Nem mesmo os anjos ousam colocar-se em posição de destaque para receber honra de homens: "E eu lancei-me a seus pés para o adorar; mas ele disse-me: Olha não faças tal; sou teu conservo, e de teus irmãos, que têm o testemunho de Jesus. Adora a Deus; porque o testemunho de Jesus é o espírito de profecia." (Ap 19:10).

Jesus alertou contra a autopromoção que costuma ocorrer nesses que querem ser alguma coisa na obra de Deus e se gabam de grandes feitos. Quando você encontrar muito "Eu... Eu.. Eu..." no discurso de alguém, desconfie. "Quem fala de si mesmo busca a sua própria glória; mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça." (Jo 7:18).

Profetas genuínos acertam em 100% suas previsões, como ensina Deuteronômio 18:21-22, pois caso não aconteça ele é condenado por suas próprias palavras:

"E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou? Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele." (Dt 18:21-22). "Porém, ele lhe disse: Mau servo, pela tua boca te julgarei... Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo." (Lc 19:22; Mt 12:36).

Um verdadeiro profeta prova o seu ofício pela riqueza de detalhes que apresenta de suas previsões, como fez Samuel quando ungiu a Saul rei em 1 Samuel 10:1-7. Ele avisou que "as jumentas" que Saul buscava teriam sido encontradas por "dois homens junto ao sepulcro de Raquel", que o pai dele já sabia disso, e que logo mais Saul seria abordado por "três homens subindo a Betel, um deles levando três cabritos, o outro três bolos de pão, e o outro um odre de vinho". Esses homens lhe perguntariam "como estás, e te darão dois pães, que tomarás das suas mãos". Quando Saul chegasse à cidade onde estava a guarnição dos filisteus encontraria "um grupo de profetas que descem do alto, e trazem diante de si saltérios, e tambores, e flautas, e harpas, e eles estarão profetizando" (1 Sm 10:1-5). Tudo aconteceu exatamente do jeito como Samuel havia previsto.

Agora pergunte a si mesmo: Quantas vezes você viu aquele "profeta" da TV falhar em suas previsões ou só enrolar com informações genéricas? E quando ele fez o seu showzinho de adivinhar informações da plateia e você ficou impressionado, eu pergunto: Você já ouviu falar de Facebook e outras redes sociais? Pode imaginar o que é possível descobrir das pessoas só observando o comportamento e as fotos delas? Então deixe de ser ingênuo e pare de sustentar esses impostores e servos do diabo.

http://www.3minutos.net/2014/08/566-falsos-apostolos-e-profetas.html
http://www.respondi.com.br/2016/02/devo-ouvir-o-profeta.html

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Nunca compartilharemos seu email com terceiros.

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional www.mariopersona.com.br. Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.
O que respondi by Mario Persona is licensed under a Creative Commons Atribuição-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License. Creative Commons License
Esclarecimentos: O conteúdo deste blog traz respostas a perguntas de correspondentes, portanto as afirmações feitas aqui podem não se aplicar a outras pessoas e situações. Algumas respostas foram construídas a partir da reunião das dúvidas de mais de um correspondente. O objetivo é apenas mostrar o que a Bíblia diz a respeito das questões levantadas, e não sugerir qualquer ingerência de cristãos na política e na sociedade, no sentido de exigir que as pessoas sigam os preceitos bíblicos. O autor é favorável à livre expressão e, ainda que seu entendimento da Bíblia possa conflitar com a opinião de alguns, defende o respeito às pessoas de diferentes crenças e estilos de vida. Aqui são discutidas ideias e julgadas doutrinas, não pessoas. A opção "Comentários" foi desligada, não por causa das opiniões contrárias, mas de opiniões que pareciam favoráveis mas que tinham o objetivo ofender pessoas ou fazer propaganda de alguma igreja ou religião, induzindo os leitores ao erro.

Respondi

O que Respondi

3 Minutos

Evangelho em 3 Minutos

Pela Graça