As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Como evangelizar se tenho dificuldade em me comunicar?



https://youtu.be/jydfGt2Cc_c

Você escreveu perguntando como falar do evangelho a alguém, se tem dificuldade em se comunicar. Também perguntou se a solução seria convidar a pessoa a ir a alguma igreja ou congregação. Não, evangelizar não é convidar alguém para ir a uma igreja, embora pessoas tenham escutado a Palavra de Deus em igrejas e tenham se convertido, não por causa da igreja ou do pregador, mas por causa do poder que há na Palavra de Deus.

Lembre-se sempre disto, não é você, sua capacidade de oratória ou sua experiência e cultura cristã que fazem alguma diferença na conversão de um pecador. O Segredo é "o evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê" (Rm 1:16). Uma pessoa com boa oratória pode tornar uma apresentação interessante, um contador de histórias evitar que a audiência durma, e alguém com boa dicção e voz potente fazer com que todos escutem com clareza. Mas o poder mesmo está na Palavra de Deus, então apenas um versículo da Bíblia que você venha a citar em sua conversa poderá fazer toda a diferença. O poder está ali.

Quando, no capítulo 8 do livro de Atos, Filipe evangelizou o eunuco numa estrada deserta ele não convidou o eunuco a ir a alguma igreja, mas simplesmente apresentou Cristo a ele. O eunuco lia um trecho das Escrituras do Antigo Testamento, mais especificamente o livro do profeta Isaías, e foi desse ponto de partida que Filipe começou sua mensagem evangelística. O eunuco creu, foi batizado pelo próprio Filipe, e não por alguma igreja ou religião, e seguiu seu caminho. O Espírito Santo certamente iria dar a ele a direção do que fazer a seguir.

Uma conversa informal com alguém pode ser a oportunidade para você falar de Cristo para aquela pessoa. Uma vez vi um irmão usar o método de Jesus em João 2 para falar do evangelho a um funcionário da companhia de água e esgoto que tinha vindo ligar a água em sua casa. Enquanto o homem instalava o relógio medidor, esse irmão puxou conversa: "Sabia que eu também trabalho com água?" Em seguida citou o versículo de Efésios 5:26 que compara a Palavra de Deus à água purificadora.

O assunto "água" era de interesse daquele funcionário, assim como era daquela mulher samaritana à beira do poço no capítulo 2 do Evangelho de João, do mesmo modo como o assunto que ocupava a mente do eunuco era o texto de Isaías 53, ou o pedestal dedicado "Ao Deus Desconhecido" que Paulo usou em Atos 17 para pregar aos atenienses pagãos. Quando você pega o gancho em alguma coisa de interesse do seu interlocutor já conquistou a atenção dele.

Evangelizar não é convidar alguém a ir a alguma igreja, mesmo porque igreja é uma reunião dos salvos, não dos perdidos. Evangelizar é convidar a pessoa a ir a Cristo. Se você tem dificuldade para falar, aprenda ao menos o que é a mensagem simples do evangelho, como aquela que poderia ser falada a uma criança.

Outra boa ideia é andar com alguns folhetos evangelísticos no bolso, e se tem vergonha de entregá-los diretamente às pessoas, procure "esquecê-los" dentro de revistas em salas de espera ou na bolsa da poltrona à frente, no ônibus ou avião. Ou faça ainda como costumo fazer com pessoas com quem não tenho tempo de falar: Simplesmente anoto num pedaço de papel 3minutos.net e digo para visitarem o endereço. Muitos podem fazer isso do próprio celular.

No vídeo a seguir você pode ter uma ideia de uma mensagem breve que até uma criança pode entender, crer, aprender e passar adiante. Ali eu basicamente digo que todos nascemos pecadores, que por sermos pecadores merecemos o juízo de Deus, mas que Deus nos amou de tal maneira que para não nos condenar entregou o seu Filho para morrer numa cruz para pagar por nossos pecados, e foi isso que Jesus fez na cruz, ressuscitando ao terceiro dia. Agora aqueles que creem nele, aqueles que recebem Jesus no coração, recebem também a salvação eterna.



https://youtu.be/sJTRVUki85Y

por Mario Persona


Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)


Mais acessadas da semana