As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

O que significa Ezequiel 8 para o crente hoje?



https://youtu.be/m-6fRq2WUso

A questão é se o capítulo 8 de Ezequiel tem algum ensino para o crente de nossos dias. Sim, aquele capítulo é muito instrutivo para nós hoje. Ali Ezequiel é visto no exílio na Babilônia, junto com os anciãos de Israel que foram também levados para lá. Ele tem uma visão na qual é transportado em espírito ao Templo em Jerusalém onde o Senhor revela a ele ao menos quatro tipos de iniquidades que são praticadas ali, identificando quatro tipos de idolatria que podem ser associadas a diferentes divindades pagãs. Elas culminam com vinte e cinco homens dando as costas para o Templo, o lugar onde o Senhor fizera habitar o seu Nome, para adorarem o sol.

"Disse-me ainda: Filho do homem, vês o que eles estão fazendo? As grandes abominações que a casa de Israel faz aqui, para que me afaste do meu santuário? Pois verás ainda maiores abominações. Ele me levou à porta do átrio; olhei, e eis que havia um buraco na parede. Então, me disse: Filho do homem, cava naquela parede. Cavei na parede, e eis que havia uma porta. Disse-me: Entra e vê as terríveis abominações que eles fazem aqui. Entrei e vi; eis toda forma de répteis e de animais abomináveis e de todos os ídolos da casa de Israel, pintados na parede em todo o redor. Setenta homens dos anciãos da casa de Israel, com Jazanias, filho de Safã, que se achava no meio deles, estavam em pé diante das pinturas, tendo cada um na mão o seu incensário; e subia o aroma da nuvem de incenso." (Ez 8:6-11).

Uma coisa é bem evidente nessa visão: os anciãos estão todos envolvidos na corrupção que acontece nos meandros ocultos da casa de Deus. Aqueles que deveriam ser líderes entre o povo e administrar a casa de Deus para impedir que fosse contaminada, são os principais corruptores dessa mesma casa. A"casa de Deus", que deveria ter sido "que é a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade" (1 Tm 3:15), a esfera do testemunho cristão na terra é hoje vista no lamentável estado da última carta do apóstolo como uma "grande casa não há somente utensílios de ouro e de prata; há também de madeira e de barro. Alguns, para honra; outros, porém, para desonra." (2 Tm 2:20).

Por isso em 1 Timóteo, ao falar das características que deveria um ancião (ou presbítero ou bispo), cuja função era de zelar pela ordem na casa de Deus, o apóstolo insiste que seja alguém "que governe bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito, pois, se alguém não sabe governar a própria casa, como cuidará da igreja de Deus?" (1 Tm 3:4-5). Mas assim como aconteceu com os judeus, que sofriam o desterro por causa do que os seus anciãos faziam em oculto, assim sucede hoje no testemunho cristão na terra, que atingiu um estado em que causa náuseas no Senhor que está prestes a vomitá-lo de sua boca.

"Assim, porque és morno e nem és quente nem frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca; pois dizes: Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és infeliz, sim, miserável, pobre, cego e nu." (Ap 3:16-17).

A versão cristã de Ezequiel 8 é a epístola de Judas, que revela para nós o "buraco na parede" da cristandade. Na epístola de João vimos os falsos professos SAINDO do meio dos cristãos.

"Filhinhos, já é a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também, agora, muitos anticristos têm surgido; pelo que conhecemos que é a última hora. Eles saíram de nosso meio; entretanto, não eram dos nossos; porque, se tivessem sido dos nossos, teriam permanecido conosco; todavia, eles se foram para que ficasse manifesto que nenhum deles é dos nossos." (1 Jo 2:18-19).

Na epístola de Judas nós os vemos VOLTANDO ao meio dos cristãos e assumindo posições de liderança. São incrédulos que aprenderam o modo de agir exterior do cristianismo e agora voltam trazendo corrupção ao testemunho. Pelo "buraco na parede" é possível ver que no oculto eles fazem coisas abomináveis.

"Pois certos indivíduos se introduziram com dissimulação, os quais, desde muito, foram antecipadamente pronunciados para esta condenação, homens ímpios, que transformam em libertinagem a graça de nosso Deus e negam o nosso único Soberano e Senhor, Jesus Cristo." (Jd 1:4).

Você acha que essas barbaridades televisionadas de púlpitos e palcos da cristandade, perpetradas por pregadores milionários, é coisa de gente realmente convertida? Se na cara dura eles prometem prosperidade a quem pagar somas altíssimas por alguma Bíblia milagrosa ou por um objeto supostamente ungido; se pedem até senha de cartão de crédito de seus incautos seguidores, ou prometem que a pessoa irá ganhar de Deus uma casa se contribuir com o valor do aluguel, o que acha que eles "fazem nas trevas, cada um nas suas câmaras pintadas de imagens? Pois dizem: O Senhor não nos vê" (Ez 8:12)?

O Senhor bem poderia chamar de ingênuos a muitos que professam ser cristãos e participam dessas coisas, mas os chama de "cúmplices nas obras infrutíferas das trevas" (Ef 5:11). Ou de quem você acha que o Senhor estava falando quando previu que viriam aqueles que profetizariam, expulsariam demônios e fariam muitos milagres em nome de Jesus? Ele não podia estar falando de pagãos ou feiticeiros. Ele falava de pessoas que assumiriam um papel de profetas na cristandade e fariam aquilo tudo em nome de Cristo.

"Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores. Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos? Assim, toda árvore boa produz bons frutos, porém a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa produzir frutos maus, nem a árvore má produzir frutos bons. Toda árvore que não produz bom fruto é cortada e lançada ao fogo. Assim, pois, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade." (Mt 7:15-23).

O conselho de Paulo na carta aos Efésios é para que os crentes não sejam cúmplice dessa gente; para que saiam para a luz, para fora dessas câmaras ocultas da corrupção do testemunho cristão. Muitos que leem esta passagem concentram sua atenção em coisas como "impudicícia... impurezas... conversação torpe... palavras vãs... chocarrices.. incontinente... impuro... idólatra" e deixam escapar duas coisas que são marca registrada no movimento neopentecostal: COBIÇA e AVAREZA (amor ao dinheiro), chamada de idolatria.

"Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; e andai em amor, como também Cristo nos amou e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave. Mas a impudicícia e toda sorte de impurezas ou COBIÇA nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos; nem conversação torpe, nem palavras vãs ou chocarrices, coisas essas inconvenientes; antes, pelo contrário, ações de graças. Sabei, pois, isto: nenhum incontinente, ou impuro, ou AVARENTO, que é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus." (Ef 5:1-5).

O apóstolo Paulo bem que poderia dizer hoje "não digam que eu não avisei", porque sua admoestação é para que... "ninguém vos engane com palavras vãs; porque, por essas coisas, vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não sejais participantes com eles. Pois, outrora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (porque o fruto da luz consiste em toda bondade, e justiça, e verdade), provando sempre o que é agradável ao Senhor" (Ef 5:6-10), e não à nossa carne com suas concupiscências de prosperidade e sucesso no mundo.

Em Timóteo 3 o apóstolo Paulo está falando de cristãos nominais, em especial os anciãos ou líderes na cristandade corrompida, quando os descreve como "mais amigos dos prazeres que amigos de Deus, tendo forma de piedade, negando-lhe, entretanto, o poder... que aprendem sempre e jamais podem chegar ao conhecimento da verdade. E, do modo por que Janes e Jambres resistiram a Moisés, também estes resistem à verdade. São homens de todo corrompidos na mente, réprobos quanto à fé." (2 Tm 34-8). Lembre-se de que Janes e Jambres eram os magos de Faraó que, usando de poder satânico, eram capazes de imitar os sinais e milagres de Deus. Sim, existe muita malandragem e truques de prestidigitação nesses palcos da cristandade, mas não se pode descartar que o poder de Satanás também esteja agindo.

Então, voltando ao Efésios, vemos o alerta feito aos que são verdadeiros crentes e estão enredados nessa corrupção:

"Não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as. Porque o que eles fazem em oculto [e aqui você vê a semelhança com o cômodo revelado em Ezequiel 8 pelo buraco na parede], o só referir é vergonha. Mas todas as coisas, quando reprovadas pela luz, se tornam manifestas; porque tudo que se manifesta é luz. Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor." (Ef 5:11-17).

http://www.3minutos.net/2014/08/566-falsos-apostolos-e-profetas.html

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana