As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Como Cornelio podia ter vida sem ter o Espírito Santo em si?



https://youtu.be/jLJm4-yge-Y

Você escreveu dizendo que depois do que me ouviu dizer sobre Cornélio as coisas já não fizeram mais sentido para você, pois como Cornélio poderia ter recebido vida e ter feito o bem, se ainda não estava salvo e sem o Espírito Santo em si. Talvez não faça sentido para você e também para a grande maioria dos cristãos, que não entendem que a salvação ocorre em três etapas, que podem ou não ser simultâneas. No caso de Cornélio fica bem clara a distinção entre cada uma delas: [1] Nascer de novo (João 3), [2] ouvir o evangelho e crer, e [3] ser selado com o Espírito Santo.

Em Efésios temos esse processo assim: " Em quem também vós estais, depois que [1] ouvistes a palavra da verdade, [2] o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, [3] fostes selados com o Espírito Santo da promessa." (Ef 1:13).

Uma pessoa pode nascer de novo e só ser selada anos mais tarde em seu leito de morte, embora não se possa dizer que esta seja a norma. Enquanto isso ela não está salva no sentido da obra completa de Cristo aplicada a ela, mas certamente será salva porque não é do feitio de Deus deixar sem terminar algo que começou. Aquele que começou a obra de salvação na vida de um dos seus, antes mesmo de ele ser selado com o Espírito, ouvir o evangelho e crer, e antes mesmo de ter nascido de novo, que é quando o processo tem início no Tempo, irá completá-la cedo ou tarde. "Aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo" (Fp 1:6).

A obra de Deus para a sua e a minha salvação começou na eternidade, antes que existissem todas as coisas. Quem sabe que Cristo salva os que o Pai lhe deu para serem salvos, e que essa decisão foi tomada na eternidade quando nada ainda existia, irá entender que a salvação não é obtida por qualquer decisão ou ação de nossa parte. Ela foi decidida antes mesmo de termos nascido, antes mesmo de o universo ter sido criado. Mas vamos considerar o caso de Cornélio mais uma vez lendo esta passagem de Romanos 8:8-11. Durante a leitura introduzirei algumas explicações:

"Portanto, os que estão na carne [a condição natural de todo ser humano] não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós [a nova posição na presente dispensação na qual uma pessoa é colocada pelo selo do Espírito]. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele [pode existir uma diferença entre Espírito de Deus, que recebemos ao sermos selados, e Espírito de Cristo, que é a disposição com a qual Cristo andou neste mundo, o que é obviamente impossível de ser fazer sem ter o Espírito de Deus]. E, se Cristo está em vós [a nova e sublime posição do salvo liberto], o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado [embora circunstancialmente possamos ainda ver os efeitos malignos da carne em nós como quando sentimos o cheiro de um corpo em putrefação], mas o espírito vive por causa da justiça. E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita [que é a salvação do corpo, que ainda esperamos pela ressurreição ou transformação do arrebatamento.]" (Rm 8:8-11).

Romanos 3:10-12 diz que "Não há um justo, nem um sequer. Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus. Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só." Mas Atos 10:1-4 diz que "havia em Cesaréia um homem por nome Cornélio, centurião da coorte chamada italiana, piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa, o qual fazia muitas esmolas ao povo, e de contínuo orava a Deus", ao qual o anjo disse: "As tuas orações e as tuas esmolas têm subido para memória diante de Deus".

Haveria um conflito aí? As duas passagens, de Romanos e Atos, parecerão contraditórias, a menos que Cornélio tivesse algo que o homem comum de Romanos 3 não tenha. Mas Cornélio tinha vida, algo que o homem comum não tem porque está "morto em ofensas e pecados" (Ef 2:1). A vida — ainda não vida eterna — injetada no homem natural por pura determinação divina é o que fará dele um ser sensível ao peso de seus pecados e desejoso de se livrar disso. Então ele passará a fazer o bem, mas ainda não terá a libertação. Ele será o homem de Romanos 7, percebendo que em sua carne não existe bem algum, mas ainda clamando por libertação: "Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?" (Rm 7:24).

A libertação virá no primeiro versículo do capítulo 8, o que mais vezes traz a expressão "Espírito Santo" em toda a Bíblia, conectando a habitação do Espírito no crente com a verdadeira libertação. A maioria dos cristãos se arrasta por toda a vida em Romanos 7 nunca recebendo a certeza de Romanos 8, cujo primeiro versículo, por sinal, está correto na versão Almeida Atualizada, e não na Almeida Corrigida ou Fiel, que trazem uma glosa de outra parte do capítulo que descontextualiza o versículo 1 por seguirem a King James.

Romanos 8:1 na versão Almeida Revista e Atualizada, e também na versão de John Nelson Darby e algumas versões católicas, está assim: "Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.". Já nas versões Almeida Revista e Corrigida, Corrigida Fiel e outras baseadas no mesmo manuscrito usado na inglesa King James, o mesmo versículo aparece assim, acrescido de algo: "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, **que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.".

O acréscimo deve ter sido feito por algum copista zeloso, porém sem entendimento, que copiou a parte excedente do versículo 4 de Romanos 8, no qual está corretamente dentro do contexto que é outro: "Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito".

Se quiser entender bem o assunto sugiro ler "Vida através da morte", de Charles Stanley, que pode ser baixado gratuitamente em e-book no site Acervo Digital Cristão e em outros sites. Anos atrás, quando traduzi este livro, foi que entendi o que era realmente o novo nascimento, pois  logo após minha conversão eu tinha sido instruído por literatura batista e de outros que acham que a expressão de Jesus a Nicodemos em João 3:7, "vos é necessário nascer de novo", seria uma espécie de ordem imperativa dada ao pecador.

Mas a verdade é que ninguém é capaz de obedecer uma ordem do tipo "Nasça de novo!", pois o verbo nascer não depende de quem nasce. Experimente gritar para a barriga de uma mulher grávida: "BEBÊ, NASÇA AGORA MESMO!". Nada vai acontecer. O novo nascimento também é assim, e é uma operação divina causada pelo contato do pecador com a água, a Palavra que separa ou santifica, e também purifica e gera vida. Efésios 5:26 e 1 Pedro 1:23 ensinam isso:

"Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra... Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.".

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana