As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Por que voce coloca musica de fundo nos audios?



https://youtu.be/Jt5yKrbUkx0

Você escreveu dizendo que tem escutado alguns de meus áudios, e observou a existência de alguma música de fundo, ou na introdução e final. Disse estar inclinado a não concordar com essa prática porque "cheira" a pentecostalismo, catolicismo ou coisa do tipo, cujas mensagens sempre vem acompanhada de uma musiquinha de fundo, talvez para influenciar as emoções dos incautos e agradar as pessoas.

É preciso cuidado para não fazer coisas porque os pentecostais ou outros já fazem e não quer imitá-los. Uma vez um irmão foi jantar na casa de outro que tinha acabado de sair dos sistemas religiosos e viu a família atacando a comida sem dar graças. Então perguntou: "Vocês não vão dar graças?", e o irmão da casa respondeu: "Aqui não fazemos isso porque os denominacionais é que fazem".

Também conheci outro que era contra capas de livros cristãos bem elaboradas com fotos ou gravuras, porque dizia ser este o costume das editoras do mundo. Segundo ele, um livro de sã doutrina não devia apelar para as emoções dos sentidos. Mas ele mesmo comprava e distribuía calendários com versículos bíblicos e belíssimas fotos, talvez por saber que era mais fácil as pessoa aceitarem um calendário bonito e colorido, ao invés de apenas o versículo impresso em fundo branco. Como pode ver, existe mais de uma maneira de se cair na mera religiosidade.

Quem estuda arte também sabe que existe uma disciplina que é o desenho dos tipos ou caracteres, às vezes chamado de tipografia. Diferentes formas de tipos ou fontes de caracteres são estudados para despertar nas pessoas diferentes sentimentos, como tradição, modernidade, leitura fácil ou elaborada etc. É por isso que os próprios caracteres de sua Bíblia foram muito bem calculados e desenhados para terem a proporção correta, não cansarem os olhos e nem ficarem monótonos para o leitor.

Existem diferentes razões para música de fundo em arquivos de áudio. Não se trata de uma pregação ou ministração ao vivo, a qual também não concordo que não deva ter música de fundo para tentar "espiritualizar". Mas quando é áudio para pessoas baixarem e escutarem na condução, enquanto caminham ou em casa, você verá que essa é uma prática comum em áudio-livros. Seu objetivo não é necessariamente o de mexer com as emoções (como você supôs em sua mensagem), mas de indicar que um novo capítulo está iniciando ou aquele está acabando. Também serve para chamar a atenção do ouvinte quando não existe o elemento visual, como é a presença de alguém numa pregação ao vivo ou mesmo uma gravação em vídeo.

Há dez anos venho publicando "O Evangelho em 3 Minutos" em texto, vídeo e áudio. Para não fazer dois trabalhos, eu extraio a versão áudio da versão vídeo, que sempre começa com uma voz de apresentação e um som de tique-taque de relógio. Alguns já disseram que é irritante para se ouvir esse tique-taque, outros gostam porque ajudam a retomar a atenção quando os pensamentos se desviam do assunto que está sendo falado. Também serve para marcar a mudança de um episódio para outro.

Se algum dia eu conseguir transformar essas mensagens em um áudio-livro, pretendo usar o mesmo "miolo" da mensagem e trocar esse som por alguma melodia simples. Mas não é tarefa fácil porque são quase oitocentos arquivos até aqui. Se você acompanha "O que respondi" também terá visto que existe uma melodia de fundo no começo, e pretendo deixar assim pelos motivos que já expliquei caso saia uma versão áudio-livro que pretendo criar se o Senhor me ajudar com tempo e saúde. Este tem até o momento mais de mil e seiscentos arquivos.

Tenho publicado uma série de vídeos de meu livro "Um Pintor em minha janela", e as gravações são feitas na sala de meu apartamento que dá para a rua, percebi que algumas buzinas e ruídos apareciam no áudio e eram difíceis de filtrar. Então decidi colocar de fundo, bem baixinho, melodias que encubram esses ruídos. Talvez se tiver tempo de gravar só o áudio um dia para lançar em áudio-livro eu refaça tudo num outro cômodo do apartamento que fica longe do ruído da rua.

Espero que a explicação ajude você a "suportar" essa música de começo e fim, ou durante. Às vezes ela é mais agradável que buzinadas, latidos, roncos de motocicletas, sinos e musica do caminhão de gás, que fatalmente acabam aparecendo em gravações caseiras e precisam ser "camufladas" de algum modo.

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana