As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE assunto +mario persona NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Minha amiga virou homossexual. O que fazer para liberta-la?



https://youtu.be/xqBlzSXed54

Você escreveu dizendo que sua amiga, que frequentava uma igreja evangélica, abandonou a igreja e virou homossexual. Seu desejo é ajudá-la a se libertar do homossexualismo e quer saber como fazer. A questão é: Sua amiga algum dia foi salva por Cristo? Recebeu o completo perdão de pecados? Foi feita por Deus nova criação destinada ao céu?

Dizer que alguém frequentou uma igreja evangélica não significa que a pessoa algum dia tenha ouvido o evangelho da graça de Deus e crido em Jesus para salvação. A grande maioria das igrejas evangélicas não prega o evangelho da graça, mas uma mistura de fé, obras, condutas etc. Disso vem toda a celeuma que criam em torno do homossexualismo como se este fosse o pecado que condenaria alguém ao lago de fogo. Não é. A falta de perdão é que condena, porque independente de alguém praticar algo bom ou ruim, se ainda estiver na natureza que herdou de Adão, já está perdido.

Não existe uma bifurcação na vida onde você deve decidir se toma o caminho da salvação ou da perdição, como aparecem em alguns quadros tentando explicar o evangelho. Todos já nascem no caminho da perdição por natureza e a única alternativa é a salvação pela fé em Cristo. E essa salvação não vem pelo abandono dos velhos hábitos pecaminosos, que até mesmo um salvo por Cristo pode levar tempo para deixar, mas pelo recebimento do perdão total e de uma natureza perfeita que agora vem de Deus. A velha continuará lá, mas deve ser deixada no lugar de morte, o mesmo lugar aonde Jesus foi para pagar por nossos pecados.

Existe uma ideia errônea de libertação propagada principalmente por pastores pentecostais. Batem forte no homossexualismo como se fosse a pior coisa do mundo, falam em libertar homossexuais e coisas do tipo. Mas a questão é que o lago de fogo estará cheio de heterossexuais, inclusive pastores, padres, celibatários, virgens etc. A libertação que Cristo veio trazer não é de um pecado em particular, que alguns chamam de estilo de vida.

Libertar alguém do homossexualismo como propagam esses pastores é a mesma coisa que chegar em um pé de limão, sacudi-lo bastante até caírem todos os limões, e aí dizer: "Pé de limão, declaro você liberto de seus limões, agora você é um abacateiro!". Ele vai continuar sendo pé de limão e nada irá mudar isso. Assim é com o ser humano. O problema dele está na raiz, no seu "DNA" herdado de Adão, que faz dele um pecador perdido e condenado ao lago de fogo. "Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente." (1 Co 2:14). "Portanto, os que estão na carne [na condição do homem natural herdada de Adão] não podem agradar a Deus." (Rm 8:8).

O que Cristo se propõe a fazer é libertá-lo do "pecado" (singular) para fazer dele uma nova criação aos olhos de Deus, e em sua caminhada capacitá-lo com o poder do Espírito Santo para ser liberto dos "pecados" que continuarão a afligir sua carne mortal, dentre estes o homossexualismo, o adultério, a fornicação, a cobiça, o instinto assassino, a pedofilia etc.

Nunca se esqueça de que pecados de natureza sexual aparecem juntamente com aqueles que consideramos banais em algumas passagens da Bíblia. Por exemplo, ainda que existam por aí "pastores" especializados em denunciar o homossexualismo e outros pecados sexuais, você dificilmente verá um vociferando contra as "inimizades" e "glutonarias", que aparecem lado a lado com "adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria" na passagem de Gálatas 5:19-21.

Talvez o "pastor" empenhado em querer salvar pessoas do homossexualismo seja um glutão inveterado, mas não considera o que faz pecado. Ou então é um desses da TV que só fala em dinheiro, tanto quando pede quanto quando promete que seus seguidores ficarão milionários se obedecerem suas instruções. Estes são da pior laia, porque não só pecam por avareza ou amor ao dinheiro, mas induzem outros a pecar. Jesus disse: "Nenhum servo pode servir dois senhores; porque, ou há de odiar um e amar o outro, ou se há de chegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom. E os fariseus, que eram avarentos [isto é, adoravam as riquezas], ouviam todas estas coisas, e zombavam dele." (Lc 16:13-14). 

Ou quem sabe esse mesmo "pastor" vive naquela rasgação de seda, elogiando e bajulando homens, sem se lembrar que em Romanos 1:23 a adoração da "semelhança da imagem de homem corruptível" precede os alertas contra o homossexualismo feitos nos versículos que se seguem. A Bíblia ensina que "o homem que lisonjeia a seu próximo, arma uma rede aos seus passos" (Pv 29:5) e "a boca lisonjeira obra a ruína" (Pv 26:28).

Você precisa saber que sua amiga necessita do evangelho da graça de Deus para ser liberta do pecado e de seu poder. A partir daí, se ela quiser continuar numa vida de pecados Deus irá tratar com ela como um Pai trata com uma filha, decidindo até por tirar sua vida se não existir outra maneira de ela viver um testemunho de vida condizente com a fé que professa.

É a isso que a Bíblia chama de "pecado para morte" (1 Jo 5:16-17) e foi disso que Paulo falou a respeito de um homem que estava tendo relações sexuais ilícitas: "Já determinei, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, seja entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus." (1 Co 5:3-5).

O único salvo-conduto que alguém pode ter para entrar justificado aos olhos de Deus é o sangue de Cristo aplicado sobre si pela fé no Salvador, e não alguma mudança de atitude, inclinação sexual ou estilo de vida.

"Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado [fruto] é servo do pecado [raiz]. Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." (Jo 8:35-36).

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana