As ideias aqui não são originalmente minhas, mas são fruto do que tenho aprendido da Palavra de Deus fora dos sistemas denominacionais com irmãos congregados ao nome do Senhor e também com autores de outras épocas que congregavam assim, como J. G. Bellett, C. H. Brown, J. N. Darby, E. Dennett, W. W. Fereday, J. L. Harris, W. Kelly, C. H. Mackintosh, A. Miller, F. G. Patterson, A. J. Pollock, H. L. Rossier, H. Smith, C. Stanley, W. Trotter, G. V. Wigram e muitos outros. Uma lista completa em inglês você encontra neste link.
ATENÇÃO: POR FALTA DE TEMPO SÓ RESPONDEREI PERGUNTAS INÉDITAS. NÃO RESPONDO NO WHATSAPP.
PESQUISE "assunto"+"mario persona" NO GOOGLE PARA VER SE JÁ EXISTE RESPOSTA.

Pesquisar este blog

O que este bispo diz de Darby procede?



https://youtu.be/zCoHXnhQ5HM

Você escreveu dizendo que viu um vídeo de um bispo de uma certa denominação que contestava os ensinamentos de John Nelson Darby sobre o arrebatamento, e quer saber se os argumentos dele procedem. Quando vejo um clérigo fazer algum tipo de crítica a irmãos do século 19 que congregavam somente ao nome do Senhor e ministravam a Palavra, sei que o problema não estava exatamente em assuntos como dispensacionalismo, lugar de Israel e da Igreja, arrebatamento, mesa do Senhor, dízimo etc. O problema tinha mais a ver com o que comprometia a carreira dos clérigos.

No século 19 John Nelson Darby e outros irmãos congregados somente ao nome do Senhor trouxeram à tona diversas verdades, entre elas as dispensações e o arrebatamento. Eles não tiveram novas revelações, simplesmente resgataram o que já estava revelado na Palavra e tinha ficado durante séculos sob o entulho doutrinário do catolicismo e protestantismo. Heinz Brikmann, que também congregava ao nome do Senhor e partiu no início deste século 21, identificou pelo menos 26 pontos ou verdades que teriam sido resgatadas no século 19 e que não eram conhecidos do protestantismo da época, pois se fossem eles saberiam que:
  1. A vocação da igreja e do crente é celestial.
  2. Temos franca entrada no santo dos santos (o santuário celestial) pelo sangue de Jesus.
  3. Existe uma diferença entre a igreja e o reino.
  4. Existe uma diferença entre o evangelho do reino e o evangelho da graça de Deus.
  5. O reino futuro foi prometido para Israel.
  6. Existe a necessidade de se apartar do pecado de Pérgamo.
  7. É preciso compreender o que significa estar em Cristo.
  8. Nossa posição é perfeita diante de Deus.
  9. A verdade do corpo de Cristo foi revelada a Paulo. (Será que conhecer o termo é o mesmo que conhecer esta verdade?)
  10. A verdade da casa de Deus e sua ordem não era conhecida antes de Paulo.
  11. É preciso guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.
  12. O batismo nas águas não tem qualquer ligação com ser membro da igreja.
  13. O sacerdócio é de Cristo, principalmente no sentido de Ele ser ministro do santuário.
  14. Uma ação da assembleia é tomada com a autoridade do Senhor em seu meio.
  15. É preciso praticar a verdade relacionada à presença do Espírito de Deus na igreja, que dirige e usa quem Ele quer.
  16. É um erro o sistema clerical.
  17. Vivemos no tempo da ruína da igreja e numa época de um testemunho remanescente.
  18. Que o arraial é todo o sistema cristão inspirado no judaísmo.
  19. Podemos desfrutar da libertação, isto é, do fato de estarmos mortos com Cristo, e da justificação que traz a vida.
  20. Existe diferença entre pecado e pecados.
  21. Cristo não guardou a lei para nós.
  22. A lei não é nossa regra de vida.
  23. Havia um mistério não revelado aos profetas e escondido em Deus.
  24. Somos herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo.
  25. Existe diferença entre nossa posição e condição.
  26. Existe diferença entre perdão eterno e governamental.
Mas o problema dos clérigos nunca foi exatamente com o dispensacionalismo ou o arrebatamento. O problema dos clérigos sempre esteve na afirmação que aqueles autores faziam, e demonstravam pelas Escrituras, da inexistência de um sistema clerical na igreja, ao contrário do que existia em Israel. Como ficaria muito óbvio atacar este ponto que compromete justamente seus cargos e posições eclesiásticas, os clérigos costumam apontar suas armas para outros pontos, como faz esse "bispo" que você citou atacando um dos autores a escrever sobre a verdade do arrebatamento. É bom entender que Darby não foi o primeiro a escrever sobre o arrebatamento, como você poderá ver neste link "O primeiro a falar do arrebatamento foi John Nelson Darby?"  Existem até versões de que Darby teria aprendido sobre o arrebatamento com uma jovem possessa de demônios e já comentei o assunto aqui: "A ideia do arrebatamento é demoníaca em sua origem?"

Obviamente esse bispo segue a linha teológica da maioria dos cristãos fundamentalistas católicos e protestantes que não diferenciam o que é Israel e o que é Igreja, e suas respectivas posições e esperanças nos planos de Deus. Eles criam desses dois povos, que são distintos nas Escrituras, uma única salada mista. Esse "bispo" também está enganado em algumas de suas premissas. Por exemplo, Darby não inventou nada. Quando lhe perguntaram a respeito do arrebatamento ele disse que ouviu pela primeira vez de outro irmão.

Portanto, como costumo dizer, lembre-se sempre do mágico, que chama sua atenção para uma mão a fim de esconder a outra que ele usa para fazer o truque. É o que faz esse "bispo" criticando aquilo que não é exatamente o cerne do que ele gostaria de criticar.

Estes links podem ajudar:

http://www.respondi.com.br/2009/03/o-primeiro-falar-do-arrebatamento-foi.html

http://manjarcelestial.blogspot.com/2011/09/o-arrebatamento-secreto-j-g-bellett.html
http://manjarcelestial.blogspot.com.br/2009/05/o-mesmo-senhor-descera-do-ceu-j-n-darby.html
http://manjarcelestial.blogspot.com.br/2015/07/vindo-para-os-seus-vindo-com-os-seus.html
http://www.respondi.com.br/2010/09/o-arrebatamento-nao-seria-depois-da.html
http://www.respondi.com.br/2010/06/o-arrebatamento-sera-audivel-e-visivel.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/qual-diferena-entre-o-arrebatamento-e.html
http://www.respondi.com.br/2009/09/depois-do-arrebatamento-nao-havera.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-significa-o-arrebatamento.html
http://www.respondi.com.br/2009/03/o-arrebatamento-e-volta-de-jesus-nao.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-dia-de-cristo-o-arrebatamento.html
http://www.respondi.com.br/2009/10/os-incredulos-verao-ressurreicao-e-o.html
http://www.respondi.com.br/2009/03/o-primeiro-falar-do-arrebatamento-foi.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/mateus-2440-41-fala-do-arrebatamento.html
http://www.respondi.com.br/2009/08/o-que-acontecera-com-as-criancas-no.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-acontecer-com-o-esprito-santo-no.html
http://www.respondi.com.br/2009/06/quem-participa-da-primeira-ressurreicao.html
http://www.respondi.com.br/2009/03/profecia-perguntas-e-respostas.html
http://www.respondi.com.br/2010/02/o-evangelho-ja-foi-pregado-toda.html
http://www.respondi.com.br/2005/11/o-que-acha-do-livro-deixados-para-trs.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/qual-ordem-dos-acontecimentos.html
http://www.respondi.com.br/2005/07/o-evangelho-ser-pregado-em-todo-o.html
http://www.respondi.com.br/2009/08/como-entender-o-apocalipse.html
http://www.respondi.com.br/2011/01/o-dia-do-senhor-e-o-arrebatamento.html

Veja também alguns links que mostram o erro do clericalismo na Igreja:

http://www.respondi.com.br/2008/09/devemos-obedecer-autoridade-humana-na.html
http://www.respondi.com.br/2008/02/devo-fazer-um-curso-de-teologia.html
http://www.respondi.com.br/2007/02/um-ministro-ordenado-por-um-presbitrio.html
http://www.respondi.com.br/2007/01/quem-pode-ser-chamado-de-bispo.html
http://www.respondi.com.br/2007/01/como-saber-se-um-apstolo-genuno.html
http://www.respondi.com.br/2007/01/como-saber-se-uma-igreja-reconhece-o.html
http://www.respondi.com.br/2006/08/obedincia-aos-pastores-incondicional.html
http://www.respondi.com.br/2005/07/com-que-autoridade-bblica-perguntas.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/o-que-um-clrigo.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/como-deve-ser-o-clero-na-igreja.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/qual-hierarquia-na-igreja.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/devemos-obedecer-aos-pastores.html
http://www.respondi.com.br/2005/06/errado-deixar-de-congregar.html
http://www.respondi.com.br/2005/05/como-os-dons-se-manifestam-na-igreja.html
http://www.respondi.com.br/2005/05/quem-deve-liderar-nas-reunies-da.html
http://aordemdedeus.blogspot.com.br/2011/06/administracao-local-na-igreja.html
http://aordemdedeus.blogspot.com.br/2011/07/anciaos-presbiteros-bispos-e-guias.html
http://aordemdedeus.blogspot.com.br/2011/07/diaconos.html
http://aordemdedeus.blogspot.com.br/2011/07/escolha-dos-anciaos.html
http://aordemdedeus.blogspot.com.br/2011/07/hoje-nao-existem-apostolos-para-ordenar.html
http://aordemdedeus.blogspot.com.br/2011/07/existem-anciaos-hoje.html

por Mario Persona

Mario Persona é palestrante e consultor de comunicação, marketing e desenvolvimento profissional (www.mariopersona.com.br). Não possui formação ou título eclesiástico e nem está ligado a alguma denominação religiosa, estando congregado desde 1981 somente ao Nome do Senhor Jesus. Esta mensagem originalmente não contém propaganda. Alguns sistemas de envio de email ou RSS costumam adicionar mensagens publicitárias que podem não expressar a opinião do autor.)

Mais acessadas da semana